Blog

Blog

02/10/2012

Músicas e sucessos quero o Brasil "canta"!...


     Roberto Carlos - Emoções

     Jesus Cristo / Roberto Carlos (En portugués)


     Bob Marley: Live in Santa Barbara [COMPLETO]


Shows de outubro: prepare o bolso!


Outubro chegou e com ele um monte de show vai rolar no Brasil. Ai meu bolso!

Bom, pode-se dizer que o mais esperado é o Festival Planeta Terra, que reúne um monte de banda dia 20 no Jockey Club, em São Paulo. Ainda há ingressos do terceiro lote (R$ 165 meia) para ver Kasabian, Garbage, Kings of Leon, entre outros.
Os Titãs celebram 3o anos de carreira em 2012 e comemoram com um show especial, dia 06 em São Paulo, Espaço das Américas. A apresentação terá formação original, com Arnaldo Antunes, Charles Gavin e Nando Reis. Ingressos a partir de R$ 60.
Também no dia 06 vai rolar em Olinda a primeira edição do Fun Festival Coca-Cola. Os ingressos para ver NX Zero, Restart, o cantor Bruno Porto, e a cantora Manu Gavassi custam a partir de R$ 30.
Em Fortaleza acontece nos dias 12 e 13 o Ceará Music Festival. O evento traz para a capital cearense as bandas Evanescence, The Used, Simple Plan como atrações principais, além de artistas nacionais como Agridoce, O Rappa, entre outros. Ingresso também a partir de R$ 60.
O Evanescence, aliás, fara outras três apresentações no Brasil. Dia 06 no Rio de Janeiro, dia 07 em São Paulo e dia 11 em Recife.
O ex-Led Zeppelin Robert Plant aparece no Brasil para se apresentar no Rio de Janeiro (18), Belo Horizonte (20), São Paulo (22 e 23), Brasília (25), Curitiba (27) e Porto Alegre (29). O músico traz para o país a turnê “The Sensational Space Shifters”. Ingressos podem ser obtidos no site livepass.com.br.
O Linkin Park retorna ao Brasil com a turnê “Living Things”. Eles se apresentam no dia 7 em São Paulo (Arena Anhembi),, dia 08 no Rio de Janeiro, Curitiba dia 10 e  Porto Alegre no dia 11.
Um dia antes do Planeta Terra, o renomado Dj Shadow dá as caras em São Paulo para se apresentar no CineJoia. Ele retorna ao país depois de seis anos. Os ingressos custam R$ 70 (meia).
Além disso, no dia 15 começam as vendas para os passes individuais do Lollapalooza 2013, que ocorre em abril de ano que vem. Haja salário!

Kiss traz a turnê de “Monster” para o Brasil


Kiss volta ao Brasil para três apresentações em novembro. A banda apresenta o show da turnê “Monster” em Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro.

Os ingressos para São Paulo (17) começarão a ser vendidos amanhã, domingo para Porto Alegre (14) e para o Rio de Janeiro (18) no dia 1 de outubro. A última vez que o grupo se apresentou no Brasil foi em 2009. A primeira música no novo disco,  “Hell or Hallelujah”, já foi lançada em julho deste ano.
No dia 9 de outubro, o Kiss vai lançar o seu vigésimo álbum de estúdio, “Monster”. O Mötley Crüe  acompanhou a banda em alguns shows da turnê, inclusive no México, no final de setembro, mas sua vinda ao Brasil não foi anunciada.
Dia 14 em Porto Alegre, no estádio Zequinha
Arquibancada: R$ 190,00
Pista: R$ 230,00
Cadeiras: R$ 320,00
Pista Premium: R$ 420,00
Ingressos: www.ingressorapido.com.br

Dia 17 em São Paulo, no Anhembi
Pista (setor único): R$ 300
Ingressos: www.livepass.com.br

Dia 18 no Rio de Janeiro, no HSBC Arena
Pista Premier: R$ 650,00
Pista: R$ 320,00
Cad Nível 1 : R$ 450,00
Cad Nível 3: R$ 220,00
Camarote: R$ 550,00
Ingressos: www.livepass.com.br

Lollapedia: As 60 bandas que você verá em 2013 – dia 1


Hoje de manhã houve a tão esperada coletiva de imprensa na qual a produção do festival Lollapalooza confirmou os 60 nomes que se apresentarão na segunda edição brasileira do festival, como você pode conferir aqui.
Outra confirmação tida hoje foi que a programação completa, isto é, quem toca em que palco e que dia, só será divulgada no próximo dia 15. Por isso e levando em conta que nem todas as atrações anunciadas são populares em terras tupiniquins resolvemos fazer um apanhado com posts diarios apresentando quatro bandas do line-up.
Desta forma quando os dias 29, 30 e 31 de março do ano que vem chegarem todo mundo já esteja mais do que preparado e saiba em que palco tem de estar e a que horas pra ver as atrações que mais lhe agradaram.
Sendo assim, com vocês: A Perfect Circle, Queens Of The Stone Age, Of Monsters And Men e Planet Hemp:

A Perfect Circle foi formado em 1999 pelo guitarrista Billy Howerdel juntamente com Maynard James Keenan (vocal), quando ele foi chamado para participar das gravações do disco “Ænima”, do Tool – conjunto liderado por Maynard.
Após cinco anos de estrada e três álbuns de estúdio lançados – “Mer de Noms” (2000), “Thirsteenth Step” (2003) e “eMotive” (2004), o conjunto deu um tempo para que seus integrantes pudessem se dedicar à outros projetos. Esse hiato durou quatro anos, mas o conjunto só realmente voltou às atividades em 2010 ao cair na estrada.
Nesse meio tempo a banda não lançou nada novo, mas passou por algumas mudanças em sua formação. Howerdel e Maynard ainda estão no conjunto, além de Josh Freese (bateria) e desde 2010 contam com Matt McJunkins (baixo) e o ex-Smashing Pumpkins James Iha (guitarra) na banda.

O Queens of The Stone Age foi formado em Palm Desert, na California em 1997, e conta com Josh Homme como líder. Famoso por ter feito parceria com inúmeras lendas da música, Homme é o único membro oficial do conjunto.
Com cinco discos de estúdio lançados, um ao vivo e um acústico, o grupo já teve diversas participações em seus trabalhos, como Julian Casablancas (The Strokes) e Dave Grohl (Foo Fighters), que foi convidado para gravar a bateria do terceiro trabalho do conjunto, “Songs For The Deaf” (2002).
No Brasil, a banda foi responsável por um dos momentos mais lembrados do Rock in Rio de 2001, quando Nick Olivieri, ex-baixista, tocou completamente nu durante a apresentação. Ao final do show, Olivieri foi preso pelas autoridades locais.
Desde 2010, ano em que o QOTSA tocou pela última vez no Brasil, a banda vem trabalhando em seu novo disco. Ainda sem data de lançamento e nem ao menos uma música nova liberada, o grupo pretende lançá-lo ainda este ano e fazer o retorno aos palcos apenas ano que vem. Será que veremos algo novo no Lollapalooza?
Of Monsters & Men é uma banda consideravelmente nova que já tocou na edição de Chicago do festival, este ano. Formado em 2010 na distante Islândia, o conjunto ficou famoso depois de ganhar o Músíktilraunir, uma competição de bandas que acontece anualmente em Reykjavík.
O grupo, que toca um som indie folk muito gostoso (com direito a gritinhos de “hey!” no meio das músicas), é composto por Nanna Bryndís Hilmarsdóttir e Ragnar “Raggi” Þórhallsson (ambos no vocal e violão), Brynjar Leifsson (violão), Arnar Rósenkranz Hilmarsson (bateria), Árni Guðjónsson (piano e acordeão), Páll Kristjánsson (baixo) e Ragnhildur Gunnarsdóttir (trompete).
Com apenas um álbum lançado, “My Head is an Animal” (2012), a banda já se apresentou em vários festivais pela Europa, ganhou discos de ouro pelas vendas de seu álbum e singles, e costuma ser comparada a nomes como Mumford & Sons.
Confira uma palhinha do show da banda em Reading, Inglaterra:
Estava mesmo muito estranho a turnê do Planet Hemp não passar pela capital paulista. A única cidade no estado a ter um show marcado era São Bernardo do Campo, mas o mistério foi solucionado esta manhã, quando ela foi anunciada como a principal atração nacional do festival.
Formado em 1993, no Rio de Janeiro, atualmente conta com Marcelo D2 (vocal), Rafael Crespo (guitarra), BNegão (vocal), Formigão (baixo) e Pedrinho (bateria). O conjunto se tornou conhecido pela grande mídia após a marcação cerrada das autoridades, por conta do principal tópico de suas canções: a maconha. Independente disto, o grupo lançou três discos de estúdio, “Usuário” de 1995, “Os Cães Ladram Mas A Caravana Não Para”, de 1997 e “A Invasão do Homem Sagaz”, de 2000. Além do “MTV Ao Vivo”, que saiu em 2001 pouco antes do conjunto se separar.
De lá pra cá, o destaque ficou para a carreira solo de Marcelo D2 e BNegão, que atualmente vem chamando a atenção com o projeto BNegão & Seletores de Frequência – vencedor na categoria “Melhor Disco” no VMB de 2012.

A primeira leva para ingressos do Lollapalooza pode ter se esgotado num piscar de olhos e quem ficou sem terá de esperar até o dia 16, mas aqui as novidades são mais otimistas.
Continuando com o especial Lollapedia – no qual vamos falar diariamente sobre quatro bandas, das 60 que se apresentarão durante a segunda edição do festival – eis aqui as escolhidas do dia.
Com vocês: Kaskade, Vanguart, Puscifer e Franz Ferdinand.


Um dos diferenciais que surgiram nos festivais dos últimos anos foi o palco de música eletrônica, que apresenta uma alternativa aos visitantes que também querem dançar sem parar ao invés de apenas pular e fazer bate-cabeça. Entre os nomes anunciados para o Lollapalooza 2013 no quesito música eletrônica está Kaskade, e, se você nunca ouviu sobre ele, agora é a hora de conhecê-lo.
Kaskade, nome artístico do americano Ryan Raddon, é um DJ do estilo House, dentro da música eletrônica. Nas pick-ups desde 2001, o DJ só ficou mais conhecido depois do revival da música eletrônica progressiva nos Estados Unidos, no final de 2008 e começo de 2009.
Com nove álbums lançados, seu último trabalho, “Fire & Ice” (2011), chegou na 17ª posição dos charts americanos. Além disso, o DJ já gravou um especial para a BBC Radio 1, o “Essential Mix”, e fez vários mashups e remixes de grandes nomes da música atual, como David Guetta, Deadmau5, Beyoncé, Katy Perry e Lady Gaga.
Em dúvida sobre se vai gostar? Confira do que o moço é capaz em sua apresentação no Coachella deste ano (só o áudio, mas a qualidade é boa!):
A Vanguart é uma daquelas bandas bem conhecidas no meio “alternativo”, mas não tanto no mainstream. Quer dizer, isso até esse ano, que a banda lançou o segundo disco “Boa Parte de Mim Vai Embora”. Vindos de Cuiabá, Hélio Flanders (vocal, violão, gaita, trompete), Reginaldo Lincoln (baixo), David Dafré (guitarra), Douglas Godoy (bateria) e Luiz Lazzaroto (teclado) formaram a banda em 2002, mas só lançaram o primeiro EP “ Before Vallegrand” em 2005. O trabalho responsável pelo estouro da banda foi o disco “Vanguart” (2007) , com destaque para o  single “Semáforo”.
No final do ano passado, o grupo lançou “Boa Parte de Mim Vai Embora”, com o diferencial de que todas as letras foram compostas em português, diferente do que vinha mostrando no passado. O novo trabalho rendeu ao grupo o prêmio de “Melhor Banda do Ano”, no Video Music Brasil, da MTV. Sua nova fase inclui clipes bem produzidos, shows com produções audiovisuais, o trompete do vocalista Hélio e uma nova integrante, a violinista Fernanda Kostchak. Confira os dois clipes desse disco, o super bem elaborado “Mi Vida Eres Tu” e o belíssimo “Nessa Cidade”:



Puscifer
foi formado em 2003, na Califórnia. Considerado um projeto paralelo do músico Maynard James Keenan, também vocalista do Tool e do A Perfect Circle, que também tocará no festival.

Conhecido por ser um tanto peculiar, Maynard leva o projeto como único membro fixo. Multi-instrumentista além de cantar, ele ainda toca percussão, bateria, violão, guitarra, baixo e por aí vai.
Mesmo assim, o projeto só foi pra frente pois ele sempre contou com a participação de outros músicos, como a atriz e cantora Milla Jovovich que ajudou a compor a faixa “The Mission (M is For Milla Mix)” e Trent Reznor (Nine Inch Nails) com quem também já escreveu algumas faixas.
Em nove anos de estrada, Puscifer já lançou dois discos de estúdio com nomes bem dos explícitos: “‘V’ Is for Vagina” (2007), “Conditions of My Parole” (2011) e dois EPs “Don’t Shoot the Messenger” (2007). E mais dois EPs: “‘C’ Is for (Please Insert Sophomoric Genitalia Reference Here)” (2009).
Esta será a primeira vez do Puscifer no Brasil. Como a banda normalmente não cai na estrada e está sempre mudando de formação, quem acompanhará Maynard nessa visita ainda é uma incógnita. Um chute, pode ser que o pessoal do A Perfect Circle dê uma mãozinha.
Franz Ferdinand foi formado em Glasgow, na Escócia nos meados dos anos 2002 pelos amigos Alex Kapranos (vocal e guitarra), Nick McCarthy (backing vocal, guitarra e piano), Bob Hardy (baixista) e Paul Thomson (backing vocal, bateria e percusão).
No total o conjunto conta com uma década de história e três discos de estúdio lançados: “Franz Ferdinand” (2004), “You Could Have It So Much Better” (2005) e “Tonight: Franz Ferdinand” (2009), que juntos somam seis discos de platina.
Após finalizar a turnê de seu último disco, os integrantes da banda saíram de férias e só voltaram a se reunir um ano depois. Desde então a banda vem trabalhando em um quatro álbum, que havia sido anunciado para este ano, mas até agora nada.
Sua participação no Lollapalooza 2013 será a quinta vez que o conjunto escocês vem ao Brasil em cinco anos, uma média considerada alta para uma banda grande.  Figas para que até lá novas canções pipoquem nas rádios, enquanto isso não acontece fique com “Do You Want To”: