Blog

Blog

25 de jan de 2014

Você ainda não viu tudo - Fique por dentro!




 Tragados pelo Quinto Sol


Astrofísicos e astrônomos modernos mesmo com todo seu aparato tecnológico só agora confirmam o que os povos “primitivos” já sabiam: que no centro de nossa galáxia há um enorme e faminto buraco negro – Sagitário A*.

Como se isso não bastasse os povos “primitivos” também sabiam, e nos avisaram [exaustivamente] através de glifos, prédios e arte por todo planeta, que a Terra estaria se aproximando novamente do centro desse buraco negro, representado pelo povo Maia como Hunab Ku.

A narrativa desse povo nos fala sobre a “Borboleta Galáctica – uma relação metafórica com a transformação da humanidade que se rasteja por um tempo, se recolhe em casulo, se desmancha, se transmuta, até passar a outra fase onde ganhará os “céus”.

Hunab'Ku era, para os maias, o deus supremo e Criador localizado no centro da galáxia - Via Láctea - representando a porta de entrada para outras galáxias/dimensões. Hunab Ku, de acordo com os maias, é também a consciência/informação que organiza toda a matéria a partir de um disco espiral – de estrelas, planetas e sistemas solares. (como um átomo - do macro ao mico)

Eles também acreditavam que o Criador emana de tempos em tempos rajadas de energia de consciência/informação.

Zuvuya é o termo maia para o circuito de memória universal. Outros nomes  resultam na mesma ideia como as egrégoras (grego egrêgorein, Velar, vigiar) Campos Morfogenéticos, Éter, arquétipos etc. Zuvuya é o fio interdimensional como todos nós, uma onda dinâmica que envolve e interage nossa realidade física 3D com a realidade de outras dimensões.

Os Maias disseram que a humanidade entrou em um novo começo, uma nova era, um novo mundo de consciência elevada que teve início em 21 de dezembro de 2012, quando o atual período de 5.125 anos de seu calendário terminou.

Acredito que eles queriam nos avisar que a partir dessa data (21/12/2012) teríamos que mudar urgentemente nossa visão de “mundo” para nos preparar para o que está vindo em nossa direção - uma emissão colossal de energia consciente/informação vinda do nosso Centro Galáctico = Hunab'Ku ?

Será que desenhando fica mais fácil?
A serpente emplumada, o deus Quetzalcoatl (Thoth) disse que retornaria e que a nossa consciência iria mudar, bem como nossos corpos (casulo) também, trazendo a humanidade um novo começo, o tal “salto quântico” que alguns teóricos em física explicam. Um novo paradigma/modelo/padrão/script entrará em vigor e durará até o ciclo seguinte se repetir como tantas vezes no passado.

Os antigos astrônomos maias acertaram com precisão - há mais de 1500 anos atrás - o alinhamento exato da Terra, o Sol, as Plêiades (conjunto de estrelas), com o centro da nossa galáxia que se confirmou pela ciência atual. Como eles sabiam disso?

Eu já escrevi muito sobre tudo isso e os links em azul te levarão a meus pensamentos e pesquisas passadas que só confirmam que estamos no caminho. Ressaltando que o MUNDO não vai acabar, ele ACABOU e você tem que entender que o novo “mundo” não será necessariamente mais aquele que foi projetado pelos antepassados.

A antiga Matrix estará impregnada em nossos átomos, em nosso DNA e precisamos REPROGRAMA – LO para um mundo novo, uma nova maneira de ver a vida, uma nova maneira de viver.

Cada um terá um “mundo” conforme essa compreensão de “existir”. Se você acredita que precisa plantar, matar animais para se alimentar, é assim que você verá seu “novo mundo”. Se você acredita que é doente e que está à mercê de vírus, bactérias e fungos “terríveis”... é assim que será seu “novo mundo”.

Se você acredita que não consegue viver sem seus familiares de sangue por perto... É bom se preparar, rever seus conceitos, pois cada ser terá uma percepção de “mundo” diferente e será primordial para a elevação da sua consciência que você entenda que cada ser é único e indivisível, portanto seguirá um caminho que necessariamente não será o seu. Faremos escolhas baseadas em nossos aprendizados o que pautará seu “mundo”.

"O elemento do Quinto Sol é celestial. Dentro do contexto do Éter pode haver uma união das polaridades. Chega de trevas ou a luz nas pessoas, mas uma unidade erguida. Mas agora o reino das trevas não está interessado nisto . Eles estão organizados para bloqueá-lo. Eles procuram desequilibrar a Terra e seu ambiente assim estaremos despreparados para o alinhamento em 2012. Precisamos trabalhar juntos pela paz e equilíbrio com o outro lado. Precisamos tomar cuidado com a Terra, que alimenta e nos abriga. Precisamos colocar toda a nossa mente e coração em busca de unidade e união, agora, para enfrentar o outro lado e preservar a vida. Estamos incomodados - não podemos jogar mais. Nosso planeta pode ser renovado ou devastado. Agora é a hora de despertar e agir. Todo mundo é necessário. Você não está aqui por sem motivo.Todo mundo que está aqui agora tem um propósito importante. Será difícil, mas um momento especial. Temos a oportunidade de crescimento, mas temos de estar prontos para este momento da história. Vivemos em um mundo de energia. Uma tarefa importante neste momento é aprender a sentir ou ver a energia de todos e de tudo - pessoas, plantas, animais. Isso se torna cada vez mais importante à medida que se aproximam ao Mundo do Quinto Sol, pois está associado com o elemento "éter" - o reino onde as vidas de energia tecem”
Carlos Barrios
Ancião Maia e Ajq'ij
 xamã cerimonial e guia espiritual do Clã Águia.

Sinceramente? Espero não ver o Quinto Sol, pois isso só me dará uma certeza: caí na armadilha de novo...

 Engolido pelo Buraco Negro

O Enigma dos Buracos Negros





As Cinco Pessoas que você encontra no Céu - filme dublado   




Crimes Milionários - O crime perfeito


Por trás do crime - Rede de Mentiras

Testemunho ex bruxo que matava crianças para raça perversa de famosos da tv brasileira

   

Ex Bruxo Matava Crianças para Globo, Didi, Xuxa e Famosos - Testemunho de Aldo Nascimento

 Alzheimer a doença da alma


No pantanoso terreno do preconceito e da discriminação, a grande vilã é quase sempre a falta de informação.
Não estou me referindo a um tipo de informação fria e excessivamente segmentada, na mais gélida acepção científica do termo, mas a uma modalidade de informação sobretudo humanizada.
Nossa sociedade ainda é fortemente marcada por tantas segregações equivocadas porque somos todos carentes de informações humanizadas sobre os mais diferentes assuntos, entre eles, a doença de Alzheimer.

E o preconceito, sublinhe-se, começa dentro de nossas casas.
Quando recebemos a notícia de que uma pessoa muito querida começa a apresentar os sintomas da doença de Alzheimer, a primeira sensação é uma espécie de luto. “Por que logo com a nossa família?”, é um questionamento constante.

É como ser escolhido por uma loteria às avessas e, a partir daí, tem início uma autêntica via-crúcis de enganos e tropeços, de desesperos e tristezas, tudo tornado assim tão difícil por falta de informação humanizada, ou seja, um conhecimento científico mesclado a uma visão humanizada do assunto, respaldado por uma energia fundamental que rege a condição humana: a solidariedade.

Aí tudo fica bem menos complicado, mais suportável. Monstros que não existem começam a ser dessacralizados e surge um alento, um alívio, uma esperança necessária no fim do túnel.
Informação humanizada, envolta em comovente solidariedade, meta e missão do livro“Alzheimer, a doença da Alma”, de Laura Botelho.
Após o luto da notícia de que uma tia querida,já falecida, e a própria mãe sofriam da doença de Alzheimer, Laura, no meio de todo esse árduo processo, ainda perdeu o pai, mas foi à luta!
Ela reuniu informações de fontes diversas e escreveu esse livro que foi uma tentativa extremamente bem-sucedida de universalizar o conhecimento que foi coletando no decurso desse período tão difícil.

Mais: Laura não quis guardar todas essas informações preciosas somente para ela e para a própria família.

Ela queria passar adiante, torná-las acessíveis para um número grande de pessoas para que não enfrentassem a mesma falta de conhecimento que teve de superar.
Esse livro é fruto de um gesto muito digno, louvável, sobretudo generoso e solidário.
No Brasil, segundo Laura nos informa, existem 16 milhões de pessoas com mais de 60 anos, sendo que 6% apresentam a doença de Alzheimer, quase 1 milhão de pessoas, segundo dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz).

E a carência de informação é imensa. Famílias, médicos, advogados, enfim, a falta de conhecimento da maioria quase absoluta da nossa sociedade é mesmo muito grande.
“Alzheimer, a doença da alma”, o livro de Laura Botelho, é uma espécie de bálsamo, um antídoto contra essa ignorância generalizada.

Laura dá dicas muito valiosas de como lidar com os primeiros sintomas, a irritação e afalta de memória do idoso com a doença de Alzheimer, o desespero de toda a família,narrando com uma sinceridade comovente o calvário que foi para ela e os irmãos lidar com o problema quando ele desabou sobre o dia-a-dia de sua família.

O livro de Laura é um horizonte esclarecedor que reúne desde medidas de prevençãocontra as possíveis quedas dos idosos até maneiras clarividentes e generosas de se lidar com os problemas que afetam as pessoas com Alzheimer, a sensação de perda, insônia,medo da noiteagitação, agressividade, também apatia, sonolênciasuor excessivo, às vezes convulsões, angústia, dor, abandono, além dos riscos da desintegração familiar que são sempre iminentes nesses momentos de crise aguda.

Em seu livro, Laura vai nos conscientizando de que é preciso ter paciência, esfriar a cabeça, ausentar-se de quando em quando, e que o que está provocando aquilo tudo não é o idoso, mas a doença de Alzheimer.

Laura nos ensina como poupar os chamados “cuidadores”, que são as pessoas que cuidam dos idosos, os “anjos da guarda”.

Ela dá dicas abrangentes que vão da escolha de roupas de fácil manuseio para os idosos, com velcro e elástico, até esclarecimentos sobre questões jurídicas, interdição depessoas com Alzheimer, aposentadoria por invalidez e a Lei do Idoso, passando por uma lista de centros de referência em nosso País.

Mas seu livro é muito mais do que todas essas qualidades reunidas: é um libelo contra a intolerância, respaldada pela falta de informação; uma fonte de solidariedade para que as famílias possam se unir, se fortalecer e atenuar, às vezes com música, o implacável avanço dos sintomas e suas complicações.

Laura não perdeu as esperanças e ainda vislumbra, num futuro não muito distante, uma vacina contra essa doença da alma, como ela mesma diz. Seu exemplo é uma prova de que nós, seres humanos, encontramos uma grandeza infinita na dor, e justamente por isso nos tornamos pessoas melhores, mais depuradas, mais solidárias.

E isso nos caracteriza como seres humanos e nos diferencia dos outros animais.
Não estou pregando o culto da dor, mas ela nos melhora, com toda certeza, e essa sensação de aprimoramento talvez possa ser um grande alívio para a nossa própria dor de existir, principalmente em seus momentos de paroxismo mais difíceis e pungentes.

Há sempre esperança, momentos de alívio e de transcendência musical, e também é isso que nos ensina esse necessário livro de Laura Botelho, um estudo sincero e tocante sobre a condição humana.

O Mistério de Alzheimer - Em Busca da Causa

   

Alzheimer A vida em Post-it

   

Doença de Alzheimer - Fase Final



Antropólogo afirma: “Temos PROVAS IRREFUTÁVEIS ​​de que a HISTÓRIA HUMANA precisa ser REESCRITA”



"A história da humanidade neste planeta é a maior mentira já contada e escrita. Estou ansioso para que a verdade seja exposta e que os livros de história, falsos, possam ser queimados! Os meios de comunicação são cúmplices nesse acobertamento de proporções épicas.” - Semir Osmanagich
Pirâmide da Bósnia
O antropólogo, Dr. Semir Osmanagich, fundador do Parque Arqueológico da Bósnia, o sítio arqueológico mais movimentado do mundo, disse que a evidência científica, ‘irrefutável’, trouxe à tona a existência de antigas civilizações com tecnologia avançada, e não deixa nenhuma escolha mais para reescrever a nossa história, a história da humanidade da Terra. Um exame cuidadoso, a idade de algumas estruturas revela definitivamente que foram construídas por civilizações avançadas há mais de 29.000 anos atrás.

Reconheço que estamos assistindo a prova mais importante da existência de antigas civilizações avançadas que datam de mais de 29 mil anos atrás, e fazer um exame cuidadoso de suas estruturas sociais, força o mundo a repensar totalmente o seu entendimento sobre o desenvolvimento da civilização moderna e sua história”, explica o Dr. Semir Osmanagich. ”Dados conclusivos sobre o local da Pirâmide Bósnia de 2008, e este ano confirmado por vários laboratórios independentes que realizaram testes de radiocarbono, descobriram que o local remonta a mais ou menos 29.400 anos atrás, pelo menos.

Pirâmide do Sol, na Bósnia
A datação por radiocarbono da prova foi feita pelo Laboratório de radiocarbono em Kiev, na Ucrânia, no material orgânico presente no local da Pirâmide Bósnia. Dois arqueólogos italianos, Dr. Brett Ricarrdo e Nicholas Bisconti, encontraram um pedaço de material orgânico na pirâmide no ano passado. Eles foram capazes de atualizar o material, e, com ele, a própria pirâmide através de radiocarbono. Esta datação coloca a pirâmide 20.000 anos antes das civilizações babilônica e suméria. O físico polonês Dr. Anna Pazdur, da Universidade da Silésia, anunciou a notícia em uma coletiva de imprensa em Sarajevo em agosto de 2008. Professor de Arqueologia Clássica da Universidade de Alexandria, Dr. Mona Haggag, descreveu a descoberta como “escrever novas páginas da história europeia e mundial”. A data de 29.000 anos do Parque Arqueológico bósnio, foi obtida a partir de um pedaço de material orgânico recuperado a partir de uma camada de argila que estava no interior do invólucro exterior da pirâmide. Segue-se uma determinada amostra obtida durante a temporada de 2012, a partir de testes feitos em material que está localizado acima do concreto, 24,8 mil anos, o que significa que esta estrutura tem um perfil de edifício que remonta quase 30.000 anos.

 Conferência Stamapa de ‘arqueólogo italiano Richard Brett:



Os povos antigos que construíram estas pirâmides conhecia os segredos de freqüência e energia. Eles usaram esses recursos naturais para desenvolver tecnologias, e para realizar a construção de escadas que não vimos em nenhum outro lugar do mundo “, disse o Dr. Osmanagich.” As evidências mostram claramente que as pirâmides foram construídas, alinhando-os com a rede de energia Terra, e elas eram como máquinas que forneciam energia para o poder de cura.


Os estudiosos da história antiga dos Estados Unidos, têm igualmente notícias surpreendentes de algo que se encontra nos cantos mais remotos do globo. Por exemplo, a descoberta de Rockwall perto de Dallas, Texas, é apenas um exemplo de como estamos reexaminando antigos mistérios que revelam muito sobre nosso passado. O sítio texano é uma parede complexa e poderosa de 10 milhas de diâmetro construída há mais de 20.000 anos atrás e coberto pelo chão com sete andares abaixo do solo. A pergunta é: quem construiu esta estrutura e com que finalidade e, mais importante, o conhecimento dado por estas civilizações do passado, como pode nos ajudar a compreender o nosso futuro?   


Maçonaria e igreja Católica -mensagens ocultas 

 

DESVENDANDO A MAÇONARIA - ÓTIMO

RITUAIS SECRETOS DA MAÇONARIA

 


Estão Criando Doenças para Vender Medicamentos


Na reportagem uma emissora de TV da Espanha denuncia o mercado lucrativo da venda de medicamentos para as mais diversas doenças que estão surgindo nas últimas décadas em números alarmantes. O vídeo está em Espanhol mas é de fácil tradução. Veja:

Como os políticos mentem

A Corrupção - Olhos nos Olhos

 

Saiba quem é o anticristo e como evitar sua marca!

TUDO QUE ELES NÃO QUEREM QUE VOCÊ SAIBA

A Verdade - O Filme: As Evidências de Extraterrestres

O filme foi feito da análise de mais de 20.000 vídeos e mais de 2.000 documentários de histórias reais.


Assista abaixo:

A Verdade - O Filme Os Extraterrestres - As Evidências   





Fonte dos vídeos: A Verdade TV

Contato Extraterrestre 


Relatos de óvnis captados por radares em terra e nos céus, e por pilotos civis e militares, são feitos constantemente. Neste episódio, vamos ouvir histórias de pilotos americanos e controladores de tráfego aéreo que viram voos ser colocados em risco a partir do aparecimento de luzes que não puderam explicar. Os incidentes que envolvem óvnis possuem testemunhas qualificadas, registro de evidências por aparelhos específicos para detectar objetos voadores, e investigações oficiais que nem sempre vêm à tona. Mas como estas informações são ocultadas, nos perguntamos até que ponto estão em perigo os milhares de voos que transitam nos céus a cada dia.

 Segredos Militares   

OVNIS EM PRIMEIRA PESSOA 2013

 

Ovnis e Aviões   

Contato Extraterrestre 03 OVNIS E AVIÕES 2013


AVISTAMENTOS MÚLTIPLOS 



  

OVNIS E FENÔMENOS NATURAIS


SERES 


  CAÍDOS EM TERRA 

ATAQUES



REGIÕES QUENTES

CONTATOS IMEDIATOS