Blog

Blog

30 de jan de 2013

A tragédia Palestina é global e não apenas local. - Imperdível



Para quem quiser saber um pouco mais, uma reportagem muito interessante sobre a atuação dos judeus (de aproveitar enquanto está na net e chamo a atenção de que estes filmes estão sempre a ser retirados), para conseguirem através da força e do "engenho" a terra a que hoje chamamos Israel. Esta reportagem mostra a facilidade com que Edouard Rotschild e outros judeus sionistas corromperam os políticos britânicos para a causa sionista. Mostra como os judeus usaram a tirania britânica contra os palestinianos. Como usaram a "inteligência" para combater os pobres palestinianos. Depois e quando já não mais precisavam do apoio britânico, porque se tinham envolvido com os EUA, o país emergente pós 2ª Guerra Mundial e contribuido com dois milhões de dólares para a campanha do já eleito Presidente Truman a forma como se viraram contra os britânicos através da sua célula terrorista Irgun.

  

Menachem Begin era o líder da célula terrorista Irgun. As autoridades britânicas prenderam-no depois de terem distribuido fotos suas como terrorista procurado. 30 anos depois Begin torna-se primeiro ministro de Israel. Em 1978 Begin ganhou o prémio Nobel da Paz com o Presidente do Egipto Al-Sadat.

 Nos ultimos 8 anos de mandato britânico, documentos demonstram mais de 500 ataques terroristas sionistas.

 Entre 1946 e 1947 os judeus mataram mais de 169 soldados britânicos

Winston Curchill comentou os ataques terroristas israelitas  dizendo: "Eles chocaram o mundo", "Eles afectaram pessoas como eu que no passado eram amigos de judeus e persistentes arquitectos do seu futuro"

Relatório com o parecer do antigo secretário de guerra dos EUA, General  Patrick Hurley, em 1946, enviado à Casa Branca.

A Organização sionista na Palestina comprometeu-se a um programa maior que incluiria:

1- Um Estado soberano judeu que incluiria a Palestina  e provavelmente a Transjordânia 

 2-  A possível transferência da população árabe para o Iraque 

3- A liderança judaica em todo o Médio Oriente e controlo nos campos de desenvolvimento econômico 

Um documentário a não perder, A verdade está acima de tudo.