Blog

Blog

30 de jan de 2013

Terceira guerra mundial


 Terceira Guerra Mundial - Alerta Máximo - O Centésimo Macaco - Parte II 




Todo esse movimento em torno da Nova Ordem Mundial faz parte do projeto de seres que arquitetaram um revolução com base naquilo que se supõe ser o melhor para a humanidade baseado em seus vis interesses. 

Somos co-criadores, nossas mentes moldam a realidade e a maioria prefere abraçar as mudanças de forma lenta, vagarosa, recheada de manipulação e mentiras para manter a ilusão de uma evolução baseada nesses termos e que nós tão bem conhecemos: o modo escravagista e alienado de sobreviver.

O medo de morrer bloqueia a maioria das oportunidades reais que poderíamos ter em termos de evolução de consciências. Os ciclos naturais de "destruição" que compreendem as ditas "maléficas catástrofes", conhecidas como terremotos, vulcões, furacões, enchentes trazem à tona a empatia, a solidariedade, a generosidade, a união, sentimentos e emoções que fazem com que as pessoas reavaliem suas vidas, tomem novos rumos, pensem de maneira diferente e consequentemente a criação é outra, baseada nos melhores sentimentos e emoções. Isso acontece para quem fica (sobrevive) e para aqueles que se vão (desencarnam).

Já a guerra é ciclo desumano de destruição, é obra dos homens e dos negativos de plantão que trazem à tona o ódio e a divisão, sendo desnecessário relacionar os efeitos e os terríveis cenários e consequência desta, já dizia o sábio Renato Russo: o senhor da guerra não gosta de crianças, avança a tecnologia e "Deus" está sempre do lado de quem vai vencer...



A terceira guerra mundial está atrasada, inúmeros especialistas e profetas previam a terceira guerra mundial para 2010, entre elas Baba Vanga. Profecias são auto realizantes, foram previstas diante de uma possível linha do tempo observada por aquele que profetizou em seu tempo. 

Não aconteceu! Por que?

Se você disser para uma criança em tenra idade, escolher entre uma nota de $ 50,00 ou duas de $2,00, é mais que provável que ela escolha as duas notas de $2,00 porque desconhece o valor mas conhece o conceito de quantidade.

É muito fácil manipular uma mente inconsciente da realidade, a dificuldade aumenta quando conscientes e a tramoia e agenda precisam ser alterados para dar finalidade ao plano. Um surto de conscientização se espalhou pelo planeta, e só por isso essa guerra ainda não aconteceu. Não é preciso consciência plena de uma questão, basta que seja percebida conscientemente por um número de pessoas para que a informação passe a diante de forma mais leve mas não menos importante.

Seu processo de busca por conhecimento e informação não apenas te dá condições reais de evolução como implica diretamente na evolução da massa. Exemplificar quais seriam as co-criações diante disso seria especular e eu adoro fazer isso.

Percebo que quanto mais sabemos sobre o ciclo natural do planeta e do Universo mais pessoas temem o processo que poderia se desenrolar através dele e barram o processo, porque não estão preparadas para perder suas casas, seus parentes, suas coisas, sua vida na 3D, pois desconhecem o que é a morte. Energia não morre apenas se transforma e você é pura energia

Então o que resta, é o que os Criadores da 3D nos oferecem: os ciclos desumanos e a Nova Ordem Mundial.

A escolha é nossa, mas não significa que o processo será como desejamos, nesse caso a maioria sempre vence e agora entrando um pouquinho no conceito de dualidade, a maioria geralmente está "errada".

Diante disso, quero deixar a seguinte mensagem:

Nós não podemos impedir a Nova Ordem Mundial porque a maioria vê no Estado a maior, melhor e mais segura fonte de proteção, pois não só estão enraizados no medo mas satisfeitos com a realidade consumista ilusória e qualquer coisa que indique mudança nessa ilusão é um ameaça. 


O sistema financeiro irá ruir porque é insustentável (e eles sabiam disso), isso assusta a massa porque é uma ameaça real ao mundo que conhecemos. A grande jogada é o que emergirá em termos de sistemas, após essa ruptura que serão definidas por nossas escolhas quando for apresentado à humanidade a proteção do Estado em volta da Nova Ordem Mundial. 

Façamos a nossa parte para que os acontecimentos e a agenda mude novamente, no que pelo menos se refere à guerras. A ganância e sede por poder dos EUA (que serve de interesse a Israel, porque pra mim, os "deuses da 3D" moram e orquestra tudo dali...) o fizeram conquistar, dividir e criar o caos pelo mundo, em especial nos últimos anos no Oriente Médio e a única pedra até agora nos sapatos do Tio Sam é o Irã.

O complô que está sendo orquestrado contra o Irã é uma farsa. Eles querem invadir o país e estabelecer soberania total no Oriente Médio. Foi "dado" luz verde a Israel para atacar o Irã, interesses geopolíticos colocam China e Rússia ao lado do Irã e isso certamente iniciaria uma Terceira Guerra Mundial para mais tarde estabelecer definitivamente os governos fascistas.

Existem vídeos no youtube com movimentações logísticas das forças armadas americanas que aumentam as suspeitas. Mísseis americanos de alto poder de penetração foram e estão sendo enviados para o exército israelense. Militares americanos estão ocupando bases no Kuwait e nos arredores do Irã no Golfo Pérsico. Até a Grécia falida comprou 400 tanques de guerra!!!

Eles sabem sobre esses períodos e ciclos de mudanças e saltos de consciência acelerada e seus planos devem estar prontos até o momento crítico, pois eles sabem que nós somos os projetores desta realidade e dentro do contexto nos dão a direção a seguir conforme o plano, com  nossa permissão conduzida artificialmente por eles.

Muitos desprezam o trabalho dos blogueiros e dos leitores que espalham a informação que buscam, porque desconhecem os efeitos desse trabalho, os efeitos por vezes parecem invisíveis, mas não são! Existem inúmeras possibilidades das linhas de tempo e nossas escolhas definirão o final de 2011 e o tão esperado ano de 2012.

Nós (pequenina parte das consciências co-criadoras) estamos cientes dos planos, informe-se e passe a informação a diante, precisamos atingir a massa crítica para gerar uma escolha consciente e responsável, não conduzida. Faça a sua parte!

Você pode ser o Centésimo Macaco!

(Do livro The Hundredth Monkey de Ken Keynes Jr, baseado na Teoria do Campo Mórfico, do biólogo Rupert Sheldrake)

O macaco japonês Macaca Fuscata vinha sendo observado há mais de trinta anos em estado natural. Em 1952, os cientistas jogaram batatas-doces cruas nas praias da ilha de Kochima para os macacos.

Eles apreciaram o sabor das batatas-doces, mas acharam desagradável a areia. Uma fêmea de um ano e meio, chamada Imo, descobriu que lavar as batatas num rio próximo resolvia o problema. E ensinou o truque à sua mãe. Seus companheiros também aprenderam a novidade e a ensinaram às respectivas mães.

Aos olhos dos cientistas, essa inovação cultural foi gradualmente assimilada por vários macacos. Entre 1952 e 1958 todos os macacos jovens aprenderam a lavar a areia das batatas-doces para torná-las mais gostosas. Só os adultos que imitaram os filhos aprenderam este avanço social. Outros adultos continuaram comendo batata-doce com areia. Foi então que aconteceu uma coisa surpreendente. No outono de 1958, na ilha de Kochima, alguns macacos – não se sabe ao certo quantos – lavavam suas batatas-doces.

Vamos supor que, um dia, ao nascer do sol, noventa e nove macacos da ilha de Kochima já tivessem aprendido a lavar as batatas-doces. Vamos continuar supondo que, ainda nessa manhã, um centésimo macaco tivesse feito uso dessa prática.

Então aconteceu!

Nessa tarde, quase todo o bando já lavava as batatas-doces antes de comer. O acréscimo de energia desse centésimo macaco rompeu, de alguma forma, uma barreira ideológica.

Mas vejam só, os cientistas observaram uma coisa deveras surpreendente: o hábito de lavar as batatas-doces havia atravessado o mar. Bandos de macacos de outras ilhas, além dos grupos do continente, em Takasakiyama, também começaram a lavar suas batatas-doces. Assim, quando um certo número crítico atinge a consciência, essa nova consciência pode ser comunicada de uma mente a outra.

O número exato pode variar, mas o Fenômeno do Centésimo Macaco significa que, quando só um número limitado de pessoas conhece um caminho novo, ele permanece como patrimônio da consciência dessas pessoas. Mas há um ponto em que, se mais uma pessoa se sintoniza com a nova percepção, o campo se alarga de modo que essa percepção é captada por quase todos!

Você pode ser o centésimo macaco!

Essa experiência nos proporciona uma reflexão sobre a direção de nossos pensamentos. De certo modo, já sabemos para onde vai o nosso pensamento: segue a nossa energia e ali manifestamos novas realidades e situações.

Grupos pensando e agindo numa mesma frequência em várias partes do planeta têm as mesmas sensações e acabam fazendo as mesmas coisas sem nunca terem se comunicado.

Isso vale tanto para aqueles que praticam o bem como para aqueles que usam suas faculdades para o mal. O acréscimo de energia, neste caso, pode ser aquela que você está enviando com o seu pensamento sintonizado.

Gerar material para construir um mundo melhor, não requer tanto grandes ações, quanto essencialmente grandes blocos de consciência. É preciso que mais gente se sintonize na frequência e coloque aquele acréscimo de energia que faz a diferença e que pode gerar uma nova consciência em outros grupos, em todas as partes do planeta.


A paz não pode ser mantida a força. Somente pode ser atingida pelo entendimento. 
Alber Einstein

Publiquei um vídeo da banda Muse no dia 7 de outubro de 2010, no post Seja um ovelha negra, infelizmente o vídeo com o clip original legendado foi retirado por conter conteúdo de WMG (aliás, estão retirando centenas de sites devido a esse tipo de "violação"). 

A música cai como uma luva a esse texto e mesmo sem o clipe original, divulgo abaixo novamente porque vale a pena ouvir sempre. 

Termino com um trechinho do que escrevi há quase exatos um ano atrás no post citado acima: 

Precisamos urgentemente mudar a consciência coletiva, e nesse caso, precisamos de números, quanto mais melhor, mais despertos conscientes do jogo que está na reta final, do desespero dos seres negativos em nos manter encarcerados, vamos mudar esse panorama, porque talvez não consigamos frear a agenda, mas estar ciente dela, do que enfrentaremos e por que, já é um começo.   


Eu adoro a banda Muse, vocês conhecem? Bom, eles estão fazendo a parte deles, o vocalista Matthew Bellamy é um fanático por conspirações, um dos seus livros preferidos é o 12 planeta do Zecharia Sitchin e a fotinho aí ao lado é autentica e sim, o que você está lendo na mão dele é exatamente isso: HAARP. Na música abaixo, ele diz que o tempo “deles” está chegando ao fim, que não seremos mais controlados, que nunca deveríamos ter medo de morrer e que sairemos vitoriosos.




Para os leitores que ainda não assistiram:

Alex Jones diz ter fontes seguras sobre possível ataque de Israel contra o Irã nas próximas 2 semanas.