Blog

Blog

11 de jan de 2013

Explosão nuclear em 1908?





images 1 Explosão nuclear em 1908 ?Explosão nuclear em 1908, creio que muitos estão familiarizados ao evento de Tuguska na Sibéria, fatos similares já teriam ocorrido em tempos remotos confundido ainda mais a nossa do que seria o presente e o passado, me refiro evento nuclear de  mohenjo-daro.
O misterioso incidente de Tunguska é para muitos um extremo mistério não resolvido onde pessoas e cientistas estudam e defendem teorias de á muitos anos até á actualidade, perante anomalias e um caso insólito ocorrido em 1908.
Para muitos um conceito cientifico para outros um para-científico enquanto existem os que defendem a teoria da conspiração um Roswell na Rússia Siberiana.
Da á realidade creio que seja importante observarmos as várias vertentes do caso Tunguska em todos os ângulos afim de se obter uma história mais plausível ou podermos definir traços mais coerentes e não defendermos o que muito lemos na onde cada um defende a sua teoria certezas infundadas.
Por esta razão resolvi escrever este várias pesquisas e recolha de informação perante as várias vertentes existentes sobre Tunguska.


Ao que sabemos alguma coisa explodiu sobre Tunguska em 1908 destruindo mais de 80 milhões de árvores eliminado ou exterminando e possivelmente até seres humanos.
Agora a grande questão e mistério é o que se passou realmente sobre a Floresta de Tunguska!
Pelos estragos feitos se calcula esta explosão teria a força de 500 bombas atómicas.
Exagero ou não os estragos são muito elevados numa orla de 2,2 mil quilómetros quadrados de floresta.

Confira o vídeo:




Na ocasião – e por muito – pensou-se que o local havia sido atingido por um meteoro pesando muitas toneladas. Já na década de 40 e nos anos 60, chegara-se à conclusão de que a explosão  não foi feita por um meteoro, mas também não se tinha qualquer certeza sobre o que teria sido. Fosse o que fosse, ao atingir a Terra liberara energia superior à da mais destruidora bomba de hidrogênio. Atualmente se considera a hipótese de que naquele dia, nosso mundo tenha sido atingido apenas por um grão de poeira cósmica, algo que a cabeça de um alfinete, mas de bilhões de toneladas. Acredita-se que o estranho e ínfimo corpúsculo não deixou vestígio porque ao colidir a Terra à de 40 mil quilômetros horários , ele atravessou o planeta numa fração de e saiu num do Norte rumando novamente espaço afora.
Em termos astronômicos, o fenômeno —- qualquer que tenha sido — foi tão rápido e inconsequente como se não tivesse acontecido . Em termos terrestres e principalmente humano, foi algo tão terrífico que ainda hoje, passado quase setenta anos; continua deixando perplexo os que procuram entender o que aconteceu naquele dia .

Confira agora o vídeo que é parte de um documentário sobre esta misteriosa explosão:


Ao lado dessas teorias , todas plausíveis embora discutíveis; há os que vêm naquele fenômeno nada mais do que uma explosão nuclear; de potência ignorada, na época como agora. Acontece que a primeira bomba atômica construída pelo Homem explodiu à 16 de julho de I945, ou seja, 37 anos depois e, ainda assim, a energia liberada peto artefato deflagrado em Alamogordo, nos Estados Unidos, equivalia a 20 mil toneladas de dinamite, bem inferior à explosão ocorrida em Tunguska.
A conclusão é inevitável: se o fenômeno observado naquela região siberiana foi o resultado de uma deflagração nuclear, tem-se necessariamente de admitir que esta terá sido provocada por uma inteligência extraterrestre. Mas por quem e por que? Duas hipóteses procuram explicar o que teria ocorrido. Uma delas, apresentada pelo Liapunov, da União Soviética, diz que um aparelho vindo de outro planeta, impulsionado a energia nuclear, teria sofrido uma pane, se desgovernado e precipitado a uma vertiginosa, provocando a incandescência da pelo atrito a atmosfera . Não se encontrou nenhum vestígio na por que o atômico se desintegrou ao explodir ao choque contra o solo, volatilizando aparelho e tripulantes.
A hipótese , recebida mesmo pelos que defendem a existência de seres extra-terrenos inteligentes, afirma que o estranho objeto que explodiu na Terra foi urn míssel disparado de outro planeta, acidental ou propositadamente.
Bomba atômica fabricada na Terra, aparelho acidentado ou míssil extraterrestres , a hipótese de explosão nuclear certo peso depois que pesquisas realizadas por cientistas norte-americanos , em meados da década passada, revelaram que , após a explosão de 1908 , houve um elevado de radioatividade na atmosfera, conforme análises feitas em amostras vegetais da época. Mas nem isso leva a uma conclusão definitiva.
E a duvida permanece: cometa , meteoro , partícula de anti-matéria, “buraco negro”, voador , ou o que?
Por enquanto, só uma certeza : alguma coisa explodiu na Terra naquela manhã de 1908 e até hoje ninguém sabe o que foi.

Fonte: theextinctionprotocol