Blog

Blog

2 de jan de 2013

Nova Ordem Mundial: Entenda o porquê do Brasil caminhar para a ditadura comunista através do PNDH-3


  PNDH é o resultado de um compromisso assumido pelo Brasil no Tratado de Viena durante a  Conferência Mundial Sobre Direitos Humanos de 1993. Trata-se de um programa plurianual elaborado por setores da Sociedade Civil (movimentos sociais e entidades de classe) que propõe diretrizes e metas a serem implementadas por políticas públicas voltadas para a consolidação dos direitos humanos. O programa em si não é auto-executável, como a mídia faz parecer, para que cada uma das propostas entre em vigor é necessária a aprovação pelo Congresso Nacional. Os dois primeiros Programas, o PNDH-1 (1996) e o PNDH-2 (2002) foram elaborados no governo FHC. Não é  um plano de governo, mas um programa de Estado.

O Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3) contém uma série de diretrizes inconstitucionais que pode desestabilizar o equilíbrio de Poderes no Brasil, é autoritário e representa a desconstrução da democracia brasileira.
O PNDH-3 promove a distorção do conceito de família, a limitação da liberdade de imprensa e a proibição de expor símbolos religiosos em órgãos públicos.
O PNDH-3 é um Programa que fere o direito fundamental de todo cidadão, ou seja, o direito de nascer. Isso acontece porque o PNDH-3 deseja legalizar totalmente o aborto no Brasil. Só por isso o PNDH-3 já deveria ser rejeitado.

Além disso, o PNDH-3 traz outras ameaças à vida, das quais citamos:
  • Constituição de uma “Comissão da Verdade”, a qual poderá investigar, sem prévia denúncia, a vida privada do cidadão. A implantação dessa comissão representa uma invasão direta do Estado na vida dos cidadãos e, por conseguinte, a limitação e até mesmo o fim da liberdade individual.
  • Proibição da exposição pública de símbolos religiosos. Essa proibição representa uma grave limitação da liberdade religiosa, garantida pela Constituição, e também da liberdade de expressão do indivíduo, desprezando os valores históricos e culturais do país.
  • Limitação à liberdade de imprensa, à propriedade privada e à autonomia do Judiciário.
  • Distorção do conceito de família por meio do reconhecimento da união civil de pessoas do mesmo sexo, com direito à adoção de crianças.
  • Ataque à proteção da família e à dignidade da pessoa humana por meio da profissionalização da prostituição.
Pelo que foi exposto, afirmamos que o PNDH-3 é um Programa autoritário e representa a desconstrução da democracia brasileira em direção ao Estado totalitário, usurpador dos direitos inalienáveis de todos os cidadãos.

Plano Nacional dos Direitos Humanos – PNDH3





Os Direitos Humanos – PNDH3

Legalização do Aborto, Homossexualidade e da Prostituição – PNDH3

Perda de Direito de Propriedade, Desarmamento e Censura – PNDH3

 

Fonte: http://juizofinal.wordpress.com



Durma-se com um barulho desses!...