Blog

Blog

4 de jan de 2013

Os vídeos mais perturbadores que fizeram sucesso na net



 Os vídeos mais perturbadores que fizeram sucesso na netNós do já fizemos anteriormente matérias envolvendo esse de , mais creio eu que nunca foi feito um post tão completo nesta .
Infelizmente, devido ao ser pesadíssimo, esse post não é recomendável para nenhuma idade, em especial, para de 18 anos. Se você tem medo, NÃO CLICA. Se tem dúvida que vai ficar medo, NÃO CLICA.
Começando por aquele que já passou por aqui
15 . The Grifter ( “Já visto em “Outros 30 mistérios curiosos e inexplicáveis) 
 Os vídeos mais perturbadores que fizeram sucesso na net
4chan é um dos sites/foruns mais visitados e freqüentados da internet. Ele é muito completo e trata de diversos assuntos, alguns um tantos bizarros. Uma das lendas que saíram do 4chan ( além dos conhecidos “memes faces”) foi o assustador vídeo “The Grifter”. The Grifter é um vídeo que foi mencionado no fórum de imagens do /x/ (4Chan).
Dizem que quem assistí-lo passará por uma experiência de redenção da alma, mais aterrorizante do que qualquer coisa que se possa imaginar.
Como toda boa lenda da internet dizem que algumas pessoas que assistiram o vídeo foram encontrados mortas em suas próprias casas, com apenas uma coisa em comum: Uma estranha , escondida em algum lugar de suas casas.
Confira a seguir a página deletada do 4chan que contém screenshots do vídeo The Grifter e alguns comentários de quem supostamente o teria assistido:
The Grifter.02 Os vídeos mais perturbadores que fizeram sucesso na net
Tradução da página:

ARQUIVO /x/ No. 2411742
O vídeo está abaixo. Assista-o por sua própria conta!
Este é apenas um trecho do vídeo original que teria aproximadamente 2 minutos e que não encontra-se mais disponível.

mickey1 Os vídeos mais perturbadores que fizeram sucesso na net
mickey2 Os vídeos mais perturbadores que fizeram sucesso na net
mickey3 Os vídeos mais perturbadores que fizeram sucesso na net
mickey4 Os vídeos mais perturbadores que fizeram sucesso na net

Reza a lenda que existia um vídeo dessa tirinha. Esse nunca foi lançado oficialmente porque… bem… aconteceu um pequeno probleminha: As pessoas que eram responsáveis em verificar o antes dele ser exibido ao público, se suicidaram. O vídeo original tem 9:04 . Falam que foi resultado de sons de baixa freqüência que levaram as pessoas ao ato suicida.
Também há uma lenda que diz que um dos sujeitos repetia a frase “o verdadeiro sofrimento não é conhecido” quando o guarda chegou no recinto e ao chamar atenção do sujeito, este puxou a arma e atirou contra a própria cabeça. O vídeo está logo abaixo:





13. I-Doser de Meditação

Tem um monte de história sobre esses vídeos. A principio, eles eram utilizados para meditar. Através de uma técnica de meditação simples, o individuo meditava e escutava e assistia as imagens. Porém, algo começou a sair fora do esperado. Relato de pessoas enlouquecendo depois de meditarem com esses vídeos, gente que não lembrava mais quem era, gente que achava que era outra pessoas e, principalmente, gente que viu alguma coisa que não se sabe bem o que é mas é descrita como “face do criador” por aqueles que vivenciaram essa experiência atormentadora. Esses sons são classificados como I-doser por exercer efeito alucinógeno sobre seus ouvintes, além de outros efeitos colaterais. Esse em especial, apresentado no vídeo abaixo, é chamado de Ressonância Schumann. (ou não):


 

12. Candle Cove

Essa história é o poço de bizarrice. Existe um fenômeno, pouco conhecido chamado “memórias perdidas” que é explicado pelos cientistas através da Teoria do Arquétipo de Jung, embora nem todos fiquem satisfeitos com essa explicação. Trata-se de acontecimentos que um grande de pessoas, as quais nunca tiveram contatos entre si, lembram de terem vivenciado, entretanto, não há provas ou qualquer evidência que comprovem que, de fato, que evento ocorreu. Por exemplo, eu e você lembramos que assistimos um filme de num passado pouco distante. Ambos lembramos dos detalhes do filme. Então procuramos na Internet o filme para baixar e as referencias. No fim, descobrimos que o filme nunca existiu! De onde veio essas lembranças sinistras? Esse é o caso de Candle Cove. Várias discussões em fóruns americanos falavam sobre esse de que, apesar de a grande maioria lembrar, ele nunca EXISTIU! Ou melhor, nunca existiu de acordo com a setor responsável por catalogar a História dos Canais de Americanos. Não se encontram referências sólidas da sua existência na Internet, nas revistas ou em qualquer lugar. Nada. E mesmo assim, todos lembram. A discussão perpetuou, entre pessoas que esse programa nunca foi exibido na década de 70 em algumas localidades dos EUA e pessoas que lembravam dos mínimos detalhes. Isso até o dia que alguém largou pela , um vídeo intitulado “Candle Cove”. Pronto! A confusão estava . Como as pessoas que lembram não conseguem dar seu veredito sobre ser esse ou não o verdadeiro Candle Cove tão falado, o mistério continua. Há quem afirma que esse é o próprio Candle Cove. Outros, batem o pé e continuam com a opinião que Candle Cove nunca existiu. Veja você um dos episódios que caiu na rede.


 

11. Barbie.avi

Sem mais delongas, vamos a lenda urbana:
Olá. Isto é uma coisa que aconteceu comigo alguns meses atrás, eu só precisava com alguém…
Começou na festa de um amigo. Ele é um que alugou um loft na parte da , se você puder imaginar um lugar como Detroit em 1920, é como a se parecia.
E nesse dia eu abusei na festa e decidi dormir por lá, em algum sofá. Acordei as 4 da manhã e decidi ir embora, o sol ainda não havia nascido e caminhar pela cidade naquele horário não era uma opção, eu decidi então ligar para minha namorada e implorar uma carona, sendo ela uma ótima namorada ela foi me buscar e disse que estaria lá em torno de 40 minutos e que me ligaria assim que chegasse. Dez minutos depois de falar com ela acabou a do meu , então decidi me sentar á janela e esperar até ver o , me sentei ali e meus olhos começaram a ficar pesados e eu comecei a pegar no sono. Um barulho de algo quebrando lá fora me acordou, um barulho não mto alto mas foi o suficiente para me acordar, eu olhei lá fora e procurei por algo mas não vi ninguém, mas do outro lado da perto daquelas enormes latas de havia um e um monitor jogados no chão que não estava ali antes…

Quando minha namorada chegou, eu desci me lembrei que um amigo estava sem computador e decidi ir até a lixeira e ver o que poderia ser salvo, o monitor não tinha muita utilidade mas eu decidi levar a cpu pra ver se funcionaria. Uma semana se passou e minha namorada ligou dizendo que estava no porta malas do seu carro então fui buscar e trouxe para casa aquela noite. Antes de desmontar a cpu decidi ligar no monitor pra ver se estava funcionando e para minha surpresa estava, tinha um windows xp e parecia ter sido formatado, então decidi procurar por coisas como “porn, pussy, tits” pra ver se encontrava algo que o antigo dono tivesse esquecido, mas não encontrei nada, decidi então procurar por , e um arquivo apareceu, era um .avi dentro de uma chamada “barbie” escondido no diretório WINDOWS/system32, então eu dei play no vídeo.
O filme tinha mais ou menos uma hora de algo como um arquivo de filmagem raw. A filmagem era de uma mulher sentada em uma conversando, decidi assistir o vídeo pra ver do que se tratava, depois de 15 segundos de vídeo o áudio começa a ficar inaudível e a face dela começa a mudar como se estivesse desconfortável por estar ali, mas ela continua falando, como ela falava e parava, falava e parava, eu assumi que aquilo era como uma entrevista e que ela estava respondendo perguntas…Ela então começa a chorar e tentar continuar respondendo, e então ela começa a chorar tanto que mal consegue olha para a câmera, e não consegue mais falar. Uma das palavras que consegui ler em seus lábio foi a palavra “skin” (pele). Ela repete essa palavra várias e várias vezes, ela parece não estar contente com sua pele. Nesse ela já não fala mais apenas chora e então tudo fica preto.
Tem muito mais que preciso tirar do meu e contar para vocês, mas está ficando tarde e eu não consigo continuar, amanhã eu continuo contando. Deus salve minha alma.

………
Não consegui dormir, devo continuar.
Eu importei o vídeo para o final cut, para tentar isolar o áudio e ver se eu conseguia algo mais, isolei o áudio e tentei mexer nos equalizadores, mas mesmo assim continuava impossível, eu tentei muito mas não consegui nada, eu percebi que ela não se mexia ou levantava, assisti o muitas vezes essa noite procurando algo que pudesse me dar mais pistas, eu estava muito insatisfeito, eu queria mais.
Foi quando notei que havia mais 10 minutos de filmagem. Esses dois minuto estão muito tremidos e quase impossível de se assistir, o meu palpite é que enquanto levavam a câmera para algum lugar ela foi esquecida ligada porque só dava pra ver um par de pernas caminhando por um trilho de trem por 6 minutos, então entrando em uma floresta. Foi quando meu coração disparou porque eu lembrei que tem um trilho de trem algumas milhas daqui que parecia muito similar com essa do filme. Eu TINHA que ir checar o lugar.
Em um sábado pela manhã, peguei minha lanterna, minha faca ka-bar, e minha câmera e fui até os trilhos de trem, estacionei meu carro e fui andando pelos trilhos até que entrei em uma floresta e continuei caminhando por duas horas prestando atenção, e parando para ouvir sons ou algo do tipo.
Encontrei uma trilha de árvores e fui seguindo até avistar uma clareira com uma casa que parecia estar sendo consumida pela vegetação selvagem do lugar, demorou um até eu tomar coragem e entrar na casa, eu não queria que me vissem ou até mesmo caminhar em aberto, quando finalmente tomei a decisão de entrar na casa…
A porta estava meio aberta e eu empurrei a porta com a minha lanterna e me senti bem ao ver que o interior da casa estava muito bem iluminado. Não havia móveis, o chão estava cheio de tijolos e algumas paredes estavam com buracos enormes, nada de anormal, tirei algumas . Até eu perceber que havia uma porta que me pareceu ser do porão, diferente de todo o resto da casa estava nova, e trancada. Além disso quando eu subi ao segundo andar da casa encontrei algumas cadeiras e uma mesa meio coberta que parecia novas demais para estar ali, eu vi claramente um saco de molhado dentro da banheira, como se alguém tivesse lavado aquilo.
Foi quando ouvi um gemido muito alto vindo do porão então pulei pela janela do segundo andar e voltei pelo de onde eu vim, quando estava voltando eu percebi que o gemido na verdade era um barulho vindo dos canos de água da casa, me senti mais tranquilo, foi quando esse pequeno momento de alívio deu espaço ao terror que senti ao me perguntar porque a água estaria ligada em uma casa abandonada no meio da maldita floresta…
Faz um pouco mais de dois meses desde que isso aconteceu e eu não voltei lá e nem penso em voltar.
Um dos que estava no pc…


 

10 . Suicídio do Lula Molusco

Talvez tenha sido feito por um fã, mas aqui está o episódio completo da Creepypasta do Bob Esponja… A famosa e temível Mist….
Red Mist é uma fita contendo um episódio inédito de Bob Esponja Calça Quadrada. Como a há muito tempo perdida e agora descoberta recentemente fita contendo o “Suicide Mouse” (postado aqui), Red Mist foi criada por um animador escocês, agora preso, que queria apresentar a fita como o episódio da quarta temporada, apresentando a morte de Lula Molusco.

Red Mist começa com o Lula Molusco se preparando para praticar com a clarineta em sua casa enquanto Bob Esponja e Patrick brincam do lado do fora. Lula Molusco coloca a na clarineta e só consegue tocar uma antes de ser interrompido por alguém batendo em sua porta. Ele desce as escadas e abre a porta, encontrando um vendedor ambulante.
O vendedor, um peixe escocês gigante, pergunta se ele poderia ter um momento com Lula Molusco. Mas este diz que não está interessado e bate a porta na cara do vendendor, andando de para seu quarto. O vendedor bate à porta mais uma vez, e Lula Molusco abre a porta irritado. O vendedor, parecendo bem triste, diz à Lula Molusco que “a névoa vermelha está vindo” e vai embora, deixando um Lula Molusco confuso para trás. Ele volta para seu quarto e volta a praticar com a clarineta.
Depois de tocar algumas notas bem erradas, Bob Esponja e Patrick começam a rir do lado de fora, interrompendo Lula Molusco mais uma vez. Ele olha pela janela e grita com os dois, dizendo que ele precisa praticar para um que teria. Bob Esponja e Patrick se desculpam com lágrimas nos olhos e vão para suas casas. Lula Molusco, incerto de si mesmo, volta a praticar com sua clarineta mais uma vez, agora sem ser interrompido.
A cena então vai se “apagando” em vermelho e permanece assim por doze segundos.

Talvez por causa de um erro, a mesma cena repete mais uma vez, o que provavelmente deve ser comum em edições básicas de . Entretanto, dessa vez, os olhos dos personagens foram substituídos por novos, mais realísticos e com pupilas vermelhas. Obviamente nada mais real que CGI ou animação. Não há mais áudio nessa cena, tirando alguns “cliques” ocasionais.
Depois da repetição da cena , uma nova começa, com os mesmos olhos vermelhos nos personagens. Agora todos estão no teatro, onde Lula Molusco está tocando sua clarineta. Os quadros da animação “pulam” a cada quatro segundos, mas o som permanece sincronizado. Depois de uma apresentação ruim da música que ele mesmo intitulou “Red Mist”, Bob Esponja e Patrick são vistos na platéia vaiando Lula Molusco, muito incomum da parte deles.

A cena se afasta, revelando que o vendedor escocês está ao lado deles, também vaiando, enquanto Lula Molusco vai embora cobrindo a cabeça com seus tentáculos. O que há de estranho é que a cena realmente o mostra voltando para casa, sem nada acontecer ao fundo, e permanece desse modo por três minutos e cinquenta segundos antes de ser abuptamente cortada para uma tela em vermelho por mais outros vinte segundos, bem quando ele volta pra sua casa.
Uma nova cena começa, com os olhos de desenho de volta. Lula Molusco está sentado em uma cadeira, em seu quarto, com um olhar em seu rosto que dura trinta segundos exatos, antes de ele começar a soluçar levemente. Novamente, o áudio está ausente por quase toda a cena, até que os soluços começam. Um leve zoom no rosto de Lula Molusco também começa, apenas perceptível se você olha os quadros da cena lado a lado. O som dele soluçando começa de repente, bem alto e severo, enquanto a tela treme um pouco. A risada do vendedor também pode ser ouvida ao fundo.
Depois de outros trinta segundos, a tela embaça e se torce violentamente. Um frame pisca na tela. Pausando exatamente sobre o frame, o espectador pode ver uma foto real de um garoto de seis anos morto, caído na floresta apenas com roupas de , cujo rosto econtra-se deformado, com um olho arrancado e o estômago aberto, com as entranhas caíndo ao seu lado.
Ao lado, a sombra do fotógrafo pode ser claramente vista, juntamente com parte da mão dele aparecendo do lado direito da cena.

Depois que essa foto aparece, a cena volta para Lula Molusco soluçando, muito mais alto do que antes, e o que parece ser sangue escorre de seus olhos ao invés de lágrimas. O riso do vendedor pode ser ouvido ainda. O som de vento na floresta também pode ser ouvido em som alto, com o som de galhos sendo quebrados e de um menino gritando. Depois de vinte segundos, outro quadro aparece, agora com uma menina de oito anos morta, caída de barriga pra baixo em uma poça de sangue, na mesma floresta da foto do menino. Suas costas estão abertas e suas entranhas empilhadas sobre ela. A foto do fotógrafo também é visível.
A cena retorna para Lula Molusco, agora com os mesmos olhos vermelhos e realistas de antes, completamente em silêncio e não mais soluçando. O som da floresta também não pode mais ser ouvido.
Três segundos mais tarde os soluços voltam, agora muito mais alto e com o som da floresta de volta. Os gritos de um menino e uma menina podem ser ouvidos misturados com a música “Amazing Grace” (link) tocada com clarineta e gaita de Foles. Enquanto isso, sete quadros podem ser vistos em preto e branco, mostrando o menino da primeira fotografia. A mão do fotógrafo pode ser vista durante a passagem dos quadros, pegando as entranhas do menino, com seu único olho restante fitando a mão do homem, e até pisca uma vez.

Corta para Lula Molusco mais uma vez, agora encarando o espectador enquanto a voz do vendedor grita “FAÇA” e “a névoa vermelha está vindo” ao fundo repetidamente. Depois de quarenta segundos, a câmera rapidamente se afasta para revelar que Lula Molusco está segurando uma arma realista, parecendo que havia sido “Photoshopada” na cena. Lula Molusco ergue o cano da arma para sua boca e atira. Sangue espirra de sua cabeça e a tela corta para estática (O famoso “chiado”).
Em 7 de Novembro de 2004, depois que os storyboards da animação foram finalizados em Fife, Escócia, a fita foi entregue para os animadores e editores de som na Paramout Studios, em Hollywood, Califórnia, no meio da noite. A fita foi levada para sala de edição onde foi assistida pelos animadores e editores já citados, e mais dois residentes de dezesseis anos. A fita, que deveria ser uma edição básica do episódio “Medo de Hambúrger de Siri”, começou com o título “Red Mist”. Achando que era brincadeira, os animadores continuaram à assistir, descobrindo que a fita havia sido modificada com algum tipo de brincadeira maldosa.
Como resultado, três animadores (Barry O’Neill, Grant Kirkland Jr. e Alyssa Simpson) foram mandados para o hospital, um editor se aposentou (Fernando de la Peña) e um residente (Jackie McMullen) cometeu suicídio. A fita foi enviada para a polícia, que determinou que a animação havia sido criada por Andrew Skinner, um animador de Fife, Escócia. Ele foi acusado por nove assassinatos, incluindo o das duas crianças que aparecem na fita. O mais estranho, é que ao analisar os dados na VHS, a polícia descobriu que a última edição da fita havia sido feita exatamente vinte e quatro segundos antes de ser assistida pela equipe de Bob Esponja.
Uma cópia da fita foi feita (antes da polícia confiscar a original) por Chaz Agnew, escritor deste artigo e o único residente que sobreviveu àquela noite. Agnew fez várias tentativas de distribuir as cópias da fita de Skinner e espera poder lançá-las em site de leilão online em breve.
O episódio abaixo mostra parte do episódio. Não pode ser assistida por crianças ou pessoas sensíveis.


 

9. Rubber Johnny

O pesadelo em formato .flv que você infelizmente acabou de assistir acima (e que vai provocar num considerável na sua conta de luz nos próximos meses) é um videoclipe/filme experimental dirigido por Chris Cunningham, levado ao som do Aphex Twin. O vídeo mostra um adolescente com graves deformações físicas, e que aparentemente vive num porão escuro numa cadeira de . O tal Rubber Johnny não fala coerentemente e tem uma aparência que causa extremo desconforto psicológico a qualquer ser humano normal que assista a parada.
O vídeo é meio psicodélico (da metade pro final o negócio fica bem sinistro mesmo). Essas produções de vídeo com takes aparentemente aleatórios e desconexos por algum motivo provocam um terror quase primal na gente (lembra da fita d’O Chamado?), e por isso recomendo que você não assista o vídeo abaixo.



 

8. Begotten

Se um dia a medicina moderna inventar uma pílula que apague completamente um bloco isolado da sua memória (digamos, qualquer coisa que você tenha visto nos últimos 10 minutos), tenho certeza que Begotten terá ao menos uma parcela do crédito neste avanço científico.
Filmado em 1991, Begotten é um desses “filmes experimentais” de horror e conta a história de como a Mãe Natureza se auto-fecundou com o semen do cadáver de Deus, que havia acabado de se suicidar com uma lâmina de barbear. Um grupo de nômades sem rostos encontram a aberração que nasce dessa união satânica, e o matam. Em seguida, estupram a Mãe Natureza.
É isso aí. Uma pessoa neste planeta pensou nessa história, a escreveu, e arrumou os fundos necessários pra transformar essa visão do inferno num filme, submetendo a sua mente às insanidades que flagelam o cérebro dela.



 

7. The Wyoming Incident

O Incident de Wyoming foi um hoax perpetrado pela turminha faceira do Something Awful. O objetivo era criar uma série de vídeos sinistros e inexplicáveis, com a falsa backstory de que eles teriam sido hackeamente inseridos no meio de um programa de TV americano por algum fanfarrão que jamais foi identificado.
Os vídeos me causavam tensão inimaginável quando eu achava que a história de fundo da brincadeira era real. Mesmo sabendo que se trata de uma farsa, as imagens do vídeo continuam pertubadoras.



 

6. There is Nothing

There is Nothing é um filme experimental dirigido por um rapaz chamado David Earle. Segundo o (extremamente pedante) site do diretor, o filme é uma análise do paradoxo da eternidade – como ele é tocado em loop, ele não tem meio, começo ou fim.


 

5. Shaye St John

Shaye St John tem brindado a internet há anos com um tipo de loucura que desafia elucidação. Segundo me consta, o sujeito é um doente mental que tem uma estranha afinidade por bonecos de ventriloquistas. Na internet, ele assume a identidade de um dos tais bonecos e faz vídeos como esse aí acima, que pode ser melhor descrito como “adubo pra pesadelos”.


 

4. To my Mother and Father

Esse curta tem um terror psicológico forte, e algum gore pra completar um belo filme!
O filme vários prêmios entre eles o de “curta-metragem mais perturbador do ano” no Fantasticfest 2010.



 

3. Cooking Idol

Lembra que legal eram aqueles programas e teatrinhos com fantoches ?
Temos aqui um video que lembra essa fase da infância… Tirando o detalhe do cenário um tanto quanto bizarro e a boneca “oriental” parecer ter vida…

Chega de falar… Vejam o video. AAAAAAAAAAAAAA, não sigam a receita… não é legal


 

2. Vídeo 666

Prepare-se.Video do Youtube com nome 666 é a imagem de uma webcam. Tem coragem? Então Clica.


 

1. Kerry

Kerry é um cross-dresser masculino(gosta de se vestir como mulher), heterossexual e casado, cujos interesses incluem “filmes, Britânica, , computadores” e “ficar cada vez mais poderoso enquanto ele se alimenta de seu medo.” Ele está tentando cada vez mais se parecer com uma mulher, mas nem todos são capazes de fazer isso apenas com uma sombra e batom. Kerry criou um corpo e rosto de látex mas sua máscara praticamente não lembra a de um ser humano.
Ele se veste assim para aparecer em shows, eventos e talvez tenha algum fetiche. Ele tem um canal no youtube, vou mostrar alguns videos além das fotos.
Tudo bem que sua modificação não é definitiva como a dos outros Freaks do Circo do MEDO, mas Kerry pode ser considerado um dos mais bizarros… as imagens abaixo não são aconselháveis para quem tem Automatonofobia(Medo de bonecos).



 
FONTE:  MEDO Bcacadordemisterio