Blog

Blog

16 de jan de 2013

Universo: Filamentos de Energia


MISSÃO: DETECTAR CAMPOS INVISÍVEIS DE ENERGIA NO ESPAÇO

A NASA construiu um satélite chamado "Chandra" e o lançou no espaço profundo com a finalidade de 'medir' campos de energia que não podemos ver com nossos olhos.

Recentemente, o Chandra mandou informações que agora estão sendo processadas por supercomputadores e ela nos diz que o que acreditávamos ser "espaço vazio", vácuo, não está vazio. Não há espaço vazio no universo.

Em 1999 astrofísicos pegaram os dados do Chandra e os puseram nos computadores para que pudessem 'ver' o que era este vazio aparente que há entre as estrelas. O que o observatório Chandra mostrou foi uma imagem fantástica.


O ponto brilhante na foto é o centro do nosso universo. Dele emanam padrões de energia que não podem ser vistos a olho nu. Mas os sensores do Chandra captaram essa 'luz' no espaço profundo mostrando que tudo se conecta no universo. É uma imagem poderosa (que lembra um neurônio). A matriz divina.

VEJA A FOTO COMPARATIVA ABAIXO

Os filamentos que se espalham pelas estrelas, galáxias e todo o universo é igual ao observado num neurônio! 
"Tanto acima como abaixo"

O que os cientistas estão se questionando agora é: nosso campo de energia (neurônio) está em comunicação (comunhão) com o campo de energia da matriz divina?


Créditos Texto: Vlamir Marques