Blog

Blog

20 de jan de 2013

Cientificamente comprovado: filmes de Michael Bay têm mais de uma explosão por minuto



Infográficos confirmam que o lucro sobe se o filme tiver mais cenas de destruição.

Uma das críticas que o cineasta Michael Bay mais recebe é de que os filmes dirigidos por ele pecam em roteiro e desenvolvimento de personagens, mas abusam de efeitos sonoros e, principalmente, explosões.
Agora, o responsável pela série Transformers e os filmes-catástrofe “Pearl Harbor” e “Armageddon” não tem mais argumentos contra essas críticas: uma série de infográficos feitos pelo site Frankenspace prova que explodir coisas é mesmo a atividade favorita do cineasta: só em “Transformers – O Lado Oculto da Lua”, o longa mais recente de Bay, foram 283 bolas de fogo.