Blog

Blog

11 de nov de 2013

Você ainda não viu tudo!... Fique por dentro!



A HISTÓRIA DO OCULTISMO NAZISTA


Assim que a Segunda Guerra Mundial terminou, o mundo descobriu o inacreditável e gigantesco genocídio perpetrado pelos nazistas de Adolf Hitler, que massacrou quase 20 milhões de homens, mulheres e crianças inocentes, considerados pelos nazistas “indignos de viver”. Os historiadores ocidentais, horrorizados, nunca conseguiram compreender como a Alemanha cristã de Martinho Lutero pôde se transformar na Alemanha satânica de Adolf Hitler. Além disso, o povo alemão tinha um bom nível educacional, era versado nas artes e no entretenimento e parecia exemplificar o tipo de povo para o qual os humanistas apontariam com orgulho dizendo: “Veja, dizemos que o homem é inerentemente bom e, se for educado e exposto às melhores coisas da vida, desenvolverá naturalmente sua melhor natureza”. Os produtores deste documentário decidiram procurar em outro lugar a explicação para o fato de os alemães terem tão rapidamente se tornado os assassinos monstruosos sob a liderança de Hitler. Goodrick-Clarke pesquisou cuidadosamente as raízes ocultistas do nazismo e descobriu que um ressurgimento satânico ocorreu na Alemanha entre 1890 e 1935, o que preparou o povo alemão para apoiar, amar e respeitar Adolf Hitler. Além disso, muitos jovens alemães apoiavam Hitler de tal forma que estavam dispostos a apertar o gatilho das armas e puxar as alavancas das câmaras de gás para massacrar as pessoas depreciadas pelo seu líder.  Conforme Goodrick-Clarke examina os líderes alemães que prepararam o povo para aceitar Hitler, relaciona suas crenças e objetivos. Quando lemos sobre essas crenças e objetivos, não é difícil que percebamos que são idênticos às crenças da Nova Era, no ressurgimento pós-moderno do atualmente chamado neopaganismo. Se você é um aderente da Nova Era ou de flerta com elementos neopagãos, perceberá a paridade exata dessas crenças e objetivos ocultistas.

Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4
Parte 5
 Parte 6
Parte 7 
Parte 8
 Parte 9
 Parte 10
Parte 11 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 FEMA E A "DETENÇÃO PREVENTIVA"?

Na "Nova America", onde todos são suspeitos e os direitos constitucionais são uma opção em alguns casos, Rachel Maddow compilou e dissecou alguns discursos recentes de Obama em que ele explica o futuro uso dos campos da FEMA.


Usa-se os termos "detenção preventiva por tempo indeterminado"? Foi isso mesmo que eu ouvi?

Para quem não se lembra, o filme Minority Report se passa em Washington no ano de 2054. A divisão pré-crime conseguiu acabar com os assassinatos, nesse setor da polícia o futuro é visualizado antecipadamente por paranormais, os precogs, e o culpado é punido antes que o crime seja cometido. Os três precogs só trabalham juntos e flutuam conectados num tanque de fluido nutriente. Quando eles têm uma visão, o nome da vítima aparece escrito numa pequena esfera e noutra esfera está o nome do culpado. Também surgem imagens do crime e a hora exata em que acontecerá. Estas informações são fornecidas a uma elite de policiais, que tentam descobrir onde será o assassinato, mas há um dilema: se alguém é preso antes de cometer o crime pode esta pessoa ser acusada de assassinato, pois o que motivou a sua prisão nunca aconteceu? O líder da equipe de policiais é John Anderton (Tom Cruise), que perdeu o filho de seis anos antes em virtude de um sequestro. O desaparecimento da criança fê-lo viciar-se em drogas e ainda continua dependente, mas isto não o impede de ser o policial mais atuante na divisão pré-crime. Porém algo muda totalmente a sua vida quando vê, através dos precogs, que matará um desconhecido em menos de trinta e seis horas. A confiança que Anderton tinha no sistema rapidamente fica abalada e John segue uma pequena pista, que pode ser a chave da sua inocência: um estranho caso que não foi solucionado. Mas apurar não é uma tarefa fácil, pois a divisão pré-crime já descobriu que John Anderton cometerá um assassinato e todos os policiais que trabalhavam com ele tentam agora capturá-lo. logo John começa uma corrida contra o tempo para tentar provar sua inocência, durante esta busca ele descobre diversas fraudes no sistema e uma delas é que as pessoas tem o poder de mudar seu próprio destino. Será que Minority Report nada mais era do que um Spoiler?


pena-de-morte

Pena de Morte


Todos os dias, prisioneiros – homens, mulheres e crianças – enfrentam a execução. Independentemente do crime que tenham cometido, sejam culpados ou inocentes, veem as suas vidas reclamadas por um sistema de justiça que valoriza e prefere a retribuição em vez da reabilitação.
A pena de morte é uma punição extrema, degradante e desumana. Viola o direito à vida. Qualquer que seja o método de execução utilizado – eletrocussão, enforcamento, câmara de gás, decapitação, apedrejamento ou injeção letal -  a pena de morte constitui-se como uma forma de punição violenta que não deveria ter lugar no sistema de justiça atual.
E no entanto persiste.
Em muitos países, os governos justificam a utilização da pena de morte alegando que esta previne a criminalidade. Contudo, não existe qualquer prova de que este método seja mais eficaz na redução do crime do que outras punições severas.
A pena de morte é discriminatória. É frequentemente utilizada de forma desproporcionada contra pobres, minorias, certas etnias, raças e membros de grupos religiosos. É imposta e levada a cabo de forma arbitrária. Nalguns países é utilizada como um meio de repressão – uma forma brutal de silenciar a oposição política.
A pena de morte é irrevogável e, tendo em conta que o sistema de justiça está sujeito ao preconceito e ao erro humano, o risco de se executar uma pessoa inocente está sempre presente. Esse tipo de erro não é reversível.
A Anistia Internacional opõe-se à aplicação da pena de morte, sejam quais forem as circunstâncias e trabalha no sentido da sua abolição em todos os países.


Uma violação dos direitos humanos:

A Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela Assembleia-geral da Nações Unidas em Dezembro de 1948, reconhece a cada pessoa o direito à vida (artigo 3º) e afirma categoricamente que “Ninguém deverá ser submetido a tortura nem a penas ou tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes” (artigo 5º).
As Nações Unidas reafirmaram a sua posição contra a aplicação da pena de morte em Dezembro de 2007, quando a Assembleia-geral aprovou uma resolução na qual se pedia formalmente aos estados-membros que estabelecessem uma moratória para as execuções “tendo em vista a abolição da pena de morte”.


Um sintoma, não uma solução:

Acabar com a pena de morte é reconhecer que esta faz parte de uma política pública destrutiva que não é consistente com os valores universalmente aceitos. Promove uma resposta simplista em relação a problemas humanos complexos e acaba por evitar que sejam tomadas medidas eficazes contra a criminalidade. A pena de morte dá uma resposta superficial ao sofrimento das famílias das vítimas de homicídio e estende esse sofrimento aos entes queridos do prisioneiro condenado. Para além disso, desperdiça recursos que poderiam ser melhor aproveitados na luta contra o crime violento e na assistência aos que dele foram vítimas. A pena de morte é um sintoma de uma cultura de violência, não uma solução para esta. É uma afronta à dignidade humana e devia ser abolida.
O mundo tem vindo a abandonar a aplicação da pena de morte. Desde 1979, mais de 70 países aboliram a pena de morte para todos os crimes ou pelo menos para os crimes comuns. Mais de 130 nações eliminaram a pena de morte da sua legislação ou então não a aplicam, sendo que apenas uns quantos governos levam a cabo execuções a cada ano.
A Anistia Internacional pretende:
  • Um adiamento nas execuções a nível mundial;
  • A abolição da pena de morte para todos os crimes;
  • Uma ratificação universal dos tratados que prevêem a abolição da pena de morte, incluindo o Segundo Protocolo do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos, tendo por objectivo a abolição da pena de morte;
  • Que todos os países que ainda aplicam a pena de morte não a apliquem a crianças, em concordância com as suas obrigações internacionais.

COMO MATAR UM SER HUMANO


Condenados a pena de morte



O Momento da Morte

Pena de morte no Iraque 

Pena de morte na Arábia Saudita!

Captura e morte de Osama bin Laden


Quartos da morte- China

China condena Gu Kailai à morte... política   

   

Pena de morte  


 Injecção letal


 

Saddam Hussien Execution

   



Humanos; Quem Somos Nós? 1-O Nascimento da Mente/2-A invasão Humana


Por mais de 3 bilhões de anos a nossa terra tem visto a ascensão e a queda de espécies. Ocupantes temporários de um mundo em mudança. Os vencedores desenvolvem traços novos e os perdedores tornam-se extintos. Então, há cerca de cinco milhões de anos, surgiu um animal cuja vida foi modelada pelo pensamento, bem como pelo instinto. E a mente dessa criatura se expandiu, evoluiu para um novo ser radical, um ser humano. Mas como eles tornaram-se nós. Somente conhecendo-os podemos conhecer verdadeiramente a nós mesmos e responder a pergunta mais importante de todas: Humanos; Quem somos nós ? O nascimento da Mente Humana. Distribuição Sinapse. Primeiro Ato: Preparando o Palco.


Nós humanos temos transformado o planeta Terra mais do que qualquer outra criatura. Mas nosso triunfo foi contra todas as probabilidades. Há 100 mil anos enfrentamos a perigosa concorrência de outros humanos mais fortes. Quase fomos extintos mas voltamos para dominar o mundo. Hoje a busca pelo misterioso limite evolutivo que ganhou a guerra das espécies continua. Nós desenvolvemos um novo tipo de mente. Uma inteligência capaz de conquistar outros mundos; A chave para a invasão humana.

Participe das Comunidades ou Acesse o Canal!




Especial Artistas Illuminatis - Xuxa

Xuxa Satanista - Cada vez mais explícito!

Uma pergunta que muita gente se faz e ainda não descobriu a resposta:

Porque a Xuxa refere-se a Deus como "O cara lá de cima" ?

Ainda não sabe a resposta? Bom, vou explicar bem rápido, basicamente ela não pode falar nomes como "Deus, Jesus..." devido a um pacto feito com entidades malignas a muito tempo atrás. Esta achando que eu sou louco e ando vendo coisas?

Assista ao vídeo a seguir e repare o seguinte:

Ela segura as fichas do programa juntamente com o microfone normalmente, só que quando ela vai pra platéia falar com uma mulher que questiona ela sobre o modo de se referir a Deus como "O cara lá de cima", NA HORA, SUA MÃO MUDA E FAZ AQUELE GESTO DA MÃO CHIFRADA VISTO NO VÍDEO SOBRE O 911 ACIMA.

Duvida? Veja e comprove:


Este Outro Vídeo jé é deste Natal de 2010

Xuxa Satanista/Satânica - Cada vez mais evidente! 


Vídeo mais longo:

uxa explica o porque de chamar Jesus de "O Cara lá de Cima"



Xuxa vem de eXU + XAngô ou ori

Xuxa em seu ritual


Você também já deve ter visto o filme em que ela atua com um menino de apenas 10 anos de idade e insinua relações sexuais com o mesmo. Não vou por a imagem aqui por motivos óbvios, mas basta uma pesquisada rápida no Google imagens para ver o que eu estou dizendo, digite isso “xuxa filme” e surpreenda-se.

Mesmo assim ainda não acredita que a Xuxa faz parte dos illuminati e a maçonaria??
Bom, vou explicar agora com um outro vídeo, entenda o significado da letra “X” e veja aonde ele é usado pela Xuxa.

OBS.: O vídeo passa a falar da Xuxa dos 2min em diante.