Blog

Blog

16 de mar de 2013

Radarnet - Fique por dentro!




 “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma” – Joseph Pulitzer






Novo papa pede ‘foco’ na palavra de Deus e abre fogo contra o inferno e seus demônios.


Igreja não se esqueça de sua missão primária de proclamar a mensagem do Sr. Jesus Cristo. “Se não professarmos a Jesus Cristo, nos converteremos em uma ONG piedosa, não em uma esposa do Senhor” Francisco disse, também, que a Igreja deveria evitar a sofisticação e focar na palavra de Deus.





Novo papa é contra aborto, casamento gay e eutanásia.


Papa Francisco I, é um acérrimo opositor do casamento homossexual e do aborto.

Pope Francis I: Cardinal Jorge Bergoglio

Nem casamento gay nem aborto
Jorge Bergoglio na celebração de S. Cajetan, em Buenos Aires
Em declarações citadas pelo jornal “La Nacion”, de Buenos Aires, Bergoglio considerou que a união entre pessoas do mesmo sexo “é uma pretensão destrutiva do plano de Deus”. Referindo-se às discussões no seio da sociedade argentina com vista às alterações legislativas sobre o casamento gay, o arcebispo de Buenos Aires referiu que “não se trata de um mero projeto legislativo”, mas antes uma “mentira que pretende confundir e enganar os filhos de Deus”.

Relativamente ao aborto o novo Papa é ainda mais radical, mesmo tratando-se de violação da mulher. A este propósito, Bergoglio considera que “ao falarmos de uma mãe grávida falamos de duas vidas” e que ambas “devem ser preservadas e respeitadas pois a vida é um valor absoluto”. “O aborto nunca é uma solução”, remata o arcebispo elevado agora à condição de líder máximo da Igreja Católica.

Bomba.Igreja católica também diz NÃO ao aborto e ao “casamento” homossexual.


Papa disse que impedir casamento gay “é uma guerra do Todo Poderoso.”
Cruzada pela Família em todo Brasil.



Mais uma vez a mídia bandida e criminosa escondeu a verdade.

ATIVISTA GAY FALA EM ARMAS PARA ACABAR COM OS EVANGÉLICOS. Acorda igreja!


Pastor desqualificado não acredita na bíblia católica.Reverendo  Gay debocha da Bíblia e incita a violência. Parabéns ao Malafaia que não tem medo dessa turma.


Vandalismo.Ativistas gays tumultuam culto e tentam agredir o Pr. das Assembleias de Deus.Acorda Igreja!


 NASA CONFIRMA VIDA EM MARTE


A conferência da NASA para a imprensa "discutiu a análise da primeira amostra de pó de rochas já recolhidas pela Curiosity em Marte, e as provas da presença de vida no planeta em tempos antigos"

Esteve presente: 
--Michael Meyer, cientista-chefe, do Programa de Exploração de Marte, na sede da NASA, Washington
--John Grotzinger, cientista do projeto Curiosity, do California Institute of Technology, em Pasadena, na Califórnia
--David Blake, investigador principal de Investigação Química e Mineralogica da Curiosity, do Ames Research Center da NASA, em Moffett Field, na Califórnia
--Paulo Mahaffy, o principal investigador de Análise de Amostras da investigação Curiosity em Marte, do NASA Goddard Space Flight Center em Greenbelt, Maryland

Vídeo aqui


A amostra foi estudada por instrumentos a bordo, "mostra que Marte antigamente suportou vida microbiana", afirmou os oficiais da NASA

Curiosity perfurou uma rocha de Marte pela primeira vez em 08 de fevereiro de 2013 com uma broca de percussão montada em seu braço robótico. O rover perfurou um buraco de 6,4 centímetros em uma rocha plana de Marte chamada "John Klein".

Imagem das rochas de dois pavimentos aquáticos antigos de Marte, Wopmay e Sheepbed

Na imagem da rocha Sheepbed está a direita, com sedimentos muito finos que representam o registro de um ambiente antigo habitável. 
Os sedimentos de Sheepbed provavelmente foram depositados sob a água.
Os cientistas pensam que a água cimentou os sedimentos, e também formou as concreções. A rocha foi então dividida e cheio de minerais de sulfato quando a água fluiu através de redes de fratura subsuperfície (linhas brancas correndo através da rocha).
Dados de vários instrumentos  - A partícula alfa do espectrofotômetro de raios X, o instrumento de Química, o instrumento de Química e Mineralogia, imagens do braço robotico, da Câmara de mastro, e da análise das amostras de Marte - Todos os instrumentos apoiam estas interpretações.

Eles indicam um ambiente habitável caracterizada por pH neutro, gradientes químicos que teriam criado energia para micróbios, e uma salinidade nitidamente baixo, o que teria ajudado o metabolismo dos microorganismos presentes.


A primeira amostra de perfuração em Marte revelou um interior estranho de cor cinza, que se destacou em forte contraste com o onipresente vermelho-alaranjado da superfície do Planeta. Curiosity pegou uma amostra do pó cinzento e colocou-o dentro de dois laboratórios a bordo, para análise Química e Mineralogica das amostras.
Imagem da amostra sendo levada para analise interna
A foto foi tomada depois que a amostra foi transferida da broca para colher do robô. Nos passos subsequentes, a amostra foi peneirado, e porções da mesma fornecida ao instrumento de Química e Mineralogia e a análise de amostras.

Análise da amostra, com boa quantidade de água, dioxido de carbono e oxigênio.

Os resultados do lançamento de água de alta temperatura são consistentes com o minério de argila esmectita.

Estes minerais de argila é um produto da reacção de água com minerais relativamente fresco ígneas, tais como olivina, também presentes no sedimento.
A reacção pode tomar lugar dentro do depósito sedimentar, durante o transporte dos sedimentos, ou na região da fonte do sedimento.
A presença do sulfato de cálcio, juntamente com a argila sugere que o solo é neutro ou ligeiramente alcalino.
Os cientistas ficaram surpresos ao encontrar uma mistura de oxidados, de menos oxidados, e mesmo de produtos químicos não-oxidados , proporcionando um gradiente de energia do tipo que muitos micróbios da  Terra exploram para viver.
Esta oxidação parcial foi sugerido quando os cascalhos revelaram-se cinza em vez de vermelho.

"
A variedade de ingredientes químicos que identificamos na amostra é impressionante, e sugere pares tais como sulfatos e sulfetos que indicam uma possível fonte de energia química para os micro-organismos", disse Paul Mahaffy, investigador principal do conjunto de instrumentos à SAM NASA Goddard Space Flight Center em Greenbelt, Maryland 

O primeiro passo a análise, amostra foi aquecida num forno de quartzo a 835 Celsius e análise dos gases à medida que foram libertados usando o espectômetro de massa de quadrupolo. As assinaturas de mais de 500 valores de massa foram amostrados durante o aquecimento da amostra perfurado e analisados
​​pelos SGQ. Cinco são mostrados no gráfico. Estes traços são diagnósticos de água, dióxido de carbono, oxigénio, e duas formas de enxofre (de dióxido de enxofre, na forma oxidada, e sulfureto de hidrogénio, sob a forma reduzida).

O segundo passo na análise foi para enviar uma parte do gás libertado a partir da amostra para o espectrômetro de laser sintonizável para medir os isótopos de carbono, oxigénio e hidrogénio, da água e dióxido de carbono. A proporção de deutério (uma forma pesada de hidrogénio) como a forma mais leve, mais abundante de hidrogénio era mais baixa do que a proporção de hidrogénio-deutério-medido pelo SAM em água mais fracamente ligado na amostra da perfutação "Rocknest". A proporção de hidrogénio para deutério, na água da atmosfera de Marte é uma assinatura de que o hidrogénio mais rapidamente escapou para o espaço ao longo do tempo geológico. Assim, medindo o deutério do hidrogénio na água libertado a partir das rochas é uma ferramenta que pode ser usada para explorar reservatórios de água antigos em Marte.

O terceiro passo na análise foi injectar gás retido durante o processo de aquecimento em terceiro instrumento SAM, o cromatógrafo de fase gasosa.  A proporção de espécies reduzidas para as espécies oxidadas divulgados pelo forno SAM é significativamente mais elevada neste buraco perfurado do que nas amostras de pó previamente coletadas. Estes resultados indicam uma quantidade significativa de energia química disponível porque as versões oxidadas e menos oxidadas de moléculas estão presentes.
Este resultado, combinado com adequadas condições aquosas neste local no passado distante, fez deste local um ambiente habitado e fervilhante de vida.