Blog

Blog

22 de mar de 2013

Os 10 megashows mais incríveis e marcantes que o Brasil já recebeu



Impossível não lembrar dos megashows de artistas internacionais que vêm brindando o público brasileiro há anos.
10. Frank Sinatra (RJ, 1980)
 
A vinda de Frank Sinatra ao Brasil não foi lendária apenas por ele ter sido um dos primeiros artistas internacionais e se apresentar por aqui. Blue Eyes (ou Olhos Azuis) foi também o primeiro a transformar um estádio de futebol em palco quando até então não se imaginava ser possível reunir 140.000 pessoas no Maracanã que não fosse para assistir a uma partida. Esse foi o surpreende público que se acotovelou no Rio de Janeiro, em 2 de fevereiro de 1980, e que o fez murmurar “Meu Deus” antes de começar a cantar.

9. Tina Tuner (RJ, 1988)
 
Há boatos que Tina Tuner fez constar em contrato que passaria o Ano Novo em Copacabana e, por isso, chegaria dias antes de seu show no Rio de Janeiro, marcado para 16 de janeiro de 1988. Mais de 188.000 pessoas lotaram o Maracanã para ver a apresentação da cantora americana que depois deu origem ao DVD Live in Rio ’88 – com direito a escola de samba e o grito “Olha a Tina Tuner aí gente”. A grandiosidade do show ainda entrou para o Guinness Book como o maior público pagante para uma cantora solo já registrado.

8. Kiss (RJ, 1983)

 
Gene Simmons, Paul Stanley e companhia desembarcaram no Rio de Janeiro em um tempo em que não havia toda essa preocupação atual com a segurança do público em estádios e casas de shows. Por isso, o Kiss conseguiu reunir o impressionante público de 250.000 pessoas no Maracanã em 1983 para o show de encerramento da turnê. Foi o maior público que a banda já conseguiu reunir em uma única apresentação.

7. Queen (SP, 1981)

 
Uma das bandas mais populares do mundo nos anos 80 fez questão de incluir o Brasil – mais de uma vez – no roteiro de sua turnê. Liderados pelo vocalista Freddie Mercury, Queen foi o primeiro grande grupo internacional a fazer shows na América Latina, em 1981. E foi para um Morumbi lotado que eles cantaram durante duas horas, começando por We Will Rock You e passando por todos os seus maiores sucessos.

6. U2 (SP, 2006)

O grupo que pode se orgulhar de ser um dos mais populares de todo o mundo também não quis deixar os fãs brasileiros à margem. Bono Vox e o U2 levaram para terras paulistanas a Vertigo Tour em 2006. E o público respondeu à altura, com lotação média de 70.000 pessoas no Morumbi em duas apresentações. Sucesso total – como não poderia deixar de ser.

5. Rolling Stones (RJ, 2006)
Nada de mil. O público dos Roling Stones no Brasil se mede em milhão. Mais de 1,3 milhão de pessoas que se aglomeraram nas areias da praia de Copacabana, no Rio, em 2006, para assistir A Bigger Bang World Tour de graça. No cenário do palco, eles abusaram das folhagens e flores tropicais. E no microfone, Mick Jagger, Keith Richards, Ron Wood e Charlie Watts não deixaram nenhum sucesso da história da banda de fora.

4. Paul McCartney (RJ, 1990)
O alvoroço causado pela notícia dos shows de Paul McCartney no Brasil das últimas vezes em que ele esteve aqui, não chegou nem perto da euforia causada em 1990, quando o ex-Beatle colocou o Brasil na rota de sua primeira turnê pela América Latina. Paul in Rio reuniu mais de 184.000 pessoas no estádio do Maracanã – o maior público pagante em uma apresentação de rock.

3. Madonna (SP, 1993)
Madonna veio pela primeira vez ao Brasil em 1993 e atraiu um dos maiores público de sua carreira no estádio do Morumbi. Os milhares de fãs que assistiram à The Girlie Show ainda foram homenageados com saudações em português (ou o mais próximo disso que a cantora americana conseguiu chegar) e com uma versão de Garota de Ipanema – em inglês, claro. Numa fase da vida em que era bem mais ousada, ela ainda tentou improvisar palavrões no palco que levaram o público ao delírio.

2. Michael Jackson (SP, 1993)

Muito antes de se tornar o rei do pop, Michael Jackson veio ao Brasil aos 16 anos, em turnê quando ainda formava com os irmãos os Jackson 5. Mas foi sozinho e já como um dos maiores astros da história da música mundial, em 1993, que ele atraiu uma verdadeira multidão ao estádio do Morumbi, em São Paulo. No auge da carreira, quando ainda usava roupas brilhantes e o cabelo ao natural (leia-se sem escova), trouxe aos fãs a verdadeira definição de megashow, com inúmeros efeitos especiais e a ginga que lhe era peculiar.

 1. Rock in Rio I (1985)

Imagine reunir as maiores bandas do mundo em um mesmo palco para dez dias de shows? Hoje, normal. Mas isso era algo visto como surreal no Brasil até que, em 1985, nasceu o Rock in Rio – o primeiro festival de música que o país recebeu. E apesar de as outras duas edições no país e as feitas em Lisboa e Madrid também terem feito imenso sucesso, nada se compara ao ineditismo da primeira edição no espaço que ficou conhecido como Cidade do Rock. No palco, os artistas mais famosos da época, muitos deles visitando a América Latina pela primeira vez, como Ozzy Osbourne (vídeo acima). Reuniu cerca de 1,5 milhão de pessoas – o equivalente a três festivais de Woodstock.