Blog

Blog

24 de dez de 2012

Estados unidos debatem controle de armas após massacre no colorado



A revelação de que James E. Holmes, 24 anos, que matou 12 pessoas a tiros em um ataque na cidade americana de Aurora, tinha comprado 6 mil balas pela internet e adquirido as armas usadas no ataque legalmente em lojas no Estado do Colorado, reacendeu o debate sobre o controle de vendas de armas no país. Mas tanto o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, quanto o pré-candidato republicano à presidência americana, Mitt Romney, vêm evitando o tema em todos os seus pronunciamentos sobre o massacre.
Holmes, que está sendo mantido em uma solitária na prisão do condado de Arapahoe, comparecerá a um tribunal pela primeira vez nesta segunda-feira.

Foram poucos os políticos americanos que se posicionaram a favor do controle de armas após o incidente, em que 12 pessoas foram mortas e outras 58 ficaram feridas. O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, que defende o controle de armas abertamente, disse que cabe a Obama e Romney agirem em relação ao tema.

Obama e Romney
"Palavras amenas são boas, mas talvez seja a hora de que essas duas pessoas que pretendem ser presidentes dos Estados Unidos se manifestem e digam o que pretendem fazer a respeito", afirmou Bloomberg.

Segundo o chefe de polícia de Aurora, Dan Oates, todas as armas - duas pistolas Glock e um rifle AR-15 -, os pentes de balas e a munição que teriam sido utilizadas por Holmes no ataque foram adquiridas legalmente. Holmes comprou as armas ao longo dos últimos dois meses em lojas do Colorado. Oates disse que a munição e os vários pentes de balas usados no massacre foram comprados pela internet.

Segundo reportagem publicada no New York Times nesta segunda-feira, Holmes pôde comprar as milhares de balas que usou sem chamar a atenção das autoridades porque vendedores não precisam fornecer informações sobre vendas de armas à polícia, mesmo quando feitas em grandes quantidades.

A senadora pela Califórnia Dianne Feinstein questionou a razão da disponibilidade nos Estados Unidos de uma arma com um pente com capacidade para cem balas, como o que teria sido adquirido por Holmes, segundo a polícia. "Você não precisa disso para autodefesa, precisa? Por que nós disponibilizamos isso?", afirmou, em uma entrevista à rede de TV Fox News.

Veto
David Vice, do Centro Brady para Prevenção de Violência com Armas, afirmou que o pente de balas que Holmes teria usado é proibido de acordo com um veto a armas de assalto. Mas, segundo Vice, quando o veto expirou, em 2004, fabricantes de armas inundaram o mercado com câmaras de balas de alta capacidade.

Durante a campanha presidencial de 2008, Obama chegou a defender a restauração do veto federal, que havia sido instaurado na gestão do ex-presidente Bill Clinton, mas que expirou durante o mandato de George W. Bush.

Pouco antes da chegada de Obama à Casa Branca, houve um aumento da venda de armas, devido a temores de que o líder americano impusesse restrições ao seu comércio. Mas, desde eleito, Obama  deixou de pressionar por medidas de controle à venda de armas.

Grupos que defendem o direito ao porte de armas exercem um poderoso lobby nos Estados Unidos. O direito de portar armas é garantido pela segunda emenda da Constituição Americana. Os defensores do porte de armas são particularmente fortes nas regiões rurais e mais conservadoras dos Estados Unidos.

Fonte: Terra
 Abaixo carta do jogo INWO "CONTROLE DE ARMAS"


Nota: Este evento está se tornando um prato cheio para os governos apelarem para o desarmamento. Mas o que estaria por trás da campanha para o controle de armas?
Desarmar a população faz parte dos planos da NWO, eles não podem correr o risco de ter uma população rebelada e armada contra a implantação da nova ordem.


Obgs.: Os Estados Unidos vão massacrar os próprios norte americanos. Estes terrorististas logo em seguida vão massacrar sabe onde? Em Washington, capital do País, ado todo devem, massacrar em massa 95 por cento da população! E o resto do mundo não vai ficar de fora, serão massacrados da mesma forma!
É uma quadrilha, o esquadrão da morte a ceifar vidas em benefícios próprios!
Estive pensando os terroristas americanos inventaram o fim do mundo para 21 de Dezembro para ficar a enganar as nações e exterminar os seus povos!
Durma-se com um barulho desses!