Blog

Blog

23 de dez de 2012

Agora não é mais em 2012, fim do mundo remarcado pra 2019!



Nada de fim do mundo Maia em 2012, ou na virada do século novamente. O novo futuro é 2019.
Ao tocar a Terra, no primeiro segundo, um continente inteiro será varrido do mapa. O asteróide de dois quilômetros de diâmetro provocará uma onda de mais de 1 km de altura. Dez minutos depois, todo o planeta estará mergulhado numa nuvem de pó e, em uma semana, a Terra ficará em trevas. A escuridão permanecerá por dois anos. A vida vegetal será extinta em quatro semanas e pelo menos 2 bilhões de terráqueos (um terço da população) serão dizimados somente com a explosão. O impacto terá a violência de 1,2 milhão de megatons, o equivalente a 60 mil bombas atômicas atuais ou ainda a 90 milhões daquelas despejadas sobre Hiroshima em 1945. A força será duas vezes superior àquela provocada pelo meteoro que há milhões de anos varreu da superfície terrestre os dinossauros
E o fenômeno, acredite, está prestes a ocorrer. Mais precisamente em fevereiro de 2019, pelo meteoro NT7, descoberto num observatório americano na Cidade do México em 2002 e que até hoje está em rota de colisão com a Terra, numa velocidade de 27,2 quilômetros por segundo.