Blog

Blog

8 de dez de 2012

Fazendo a água desafiar a gravidade


Quando filmamos alguma coisa, a câmera tem uma certa frequência de frames. Se pegarmos um objeto que recebe ou detém a mesma frequencia, ele poderá parecer parado. Um exemplo disso é o helicóptero que voa sem girar o rotor. Mas aqui está um exemplo sensacional indicado pelo Rafael Correa. Olha que ALUCINANTE a água subindo ao invés de descer. E tudo com uma simples alteração de frequência na caixa de som.


Assista em TELA CHEIA