Blog

Blog

1 de fev de 2013

Beyoncé - Análise em Run The World (Girls)



Clipes de música são excelentes meios de promover agendas. Lembre-se: agenda é diferente de "modismo". O último vídeo e single de Beyonce está repleto de sugestões referentes à Nova Ordem Mundial. Aparentemente, a música está falando que as mulheres mandam no mundo. Um olhar mais crítico revela que não é bem isso o que parece. O título da música é "Quem manda no mundo (garotas)". Fica mais coerente interpretarmos que "garotas" foi usado apenas como desvio de atenção ou para aqueles que ainda fazem leitura de 1º grau.

Assita à análise em vídeo:


Letra da Música

Minha persuasão pode construir uma nação (manipulação em massa para a NOM)
Nesta hora, com o nosso amor podemos devorar

 No momento em que ela canta esse trecho, na apresentação do Billboard Awards, várias sugestões aparecem, como a nota de um dólar cobrinado uma pirâmide:

         Nesta nota, mora um dos símbolos mais satânicos

E uma figura frequetemente associada à hipnose:

Hipnotizando/Manipulando a sociedade

Você reparou que o ambiente gira em torno de uma alusão a uma "guerra civil" ou uma "rebelião", polícia estatal, tropas de choque? Por quê? Esse simbolismo representa o estado do mundo no futuro. Se eles pretendem instaurar uma Nova Ordem, uma rebelião também vai surgir, e será comum ver imagens de tropas de choque atacando civis inocentes. Eles querem nos acostumar com tudo isso. Como vimos antes, as maiores estrelas do mundo exploram temas comuns em seus trabalhos, que permeiam a cultura popular com um conjunto de símbolos e valores. A coerência da mensagem que é comunicada para as massas, independentemente do gênero dos artistas musicais, atesta a influência de um "poder maior" sobre a indústria. 

 Apresentação no Grammy 2010 - Polícia Estatal

Expor o dessensibilizante mundo dos símbolos sagrados da elite, no entanto, é apenas um aspecto da sua agenda. Através das notícias, filmes e da indústria da música, essa agenda está sendo insidiosamente apresentado para as massas, através diversas técnicas. Se a notícia assusta as pessoas e as levam a aceitarem medidas de diminuição das suas liberdades pessoais e inauguraram uma "nova era", o negócio da música realiza o mesmo trabalho, tornando-a parecer sexy, cool e elegante. Este ângulo é principalmente voltado para o público jovem, que é muito mais suscetível a "tomar" a mensagem. E então, quem você acha que manda no mundo?

 Acho que a resposta está aqui!