Blog

Blog

3 de fev de 2013

Lugares assustadores: Aokigahara – O refúgio dos suicidas


No nosso último artigo sobre lugares assustadores falamos sobre Amityville, uma mansão onde uma tragédia aconteceu nos anos 70 e foi palco de supostos fenômenos paranormais desde então. Hoje, iremos falar sobre Aokigahara, uma famosa floresta conhecida pelo seu alto índice de suicídios.

Aokigahara
O “mar de árvores”, como é popularmente conhecido, é uma pequena floresta localizada na base do Monte Fuji, no Japão. É um importante ponto turístico, com belas rochas e cavernas de gelo. Aokigahara não possui vida selvagem, por causa da grande densidade de árvores que bloqueia o vento, a tornando muito silenciosa também. De acordo com a mitologia japonesa, o “mar de árvores” está repleto de espíritos malignos.
Aokigahara é o segundo lugar no mundo onde mais pessoas cometem suicídio, atrás somente da Ponte Golden Gate, nos Estados Unidos. São dezenas de mortes por ano, mas o número pode ultrapassar os 100, como aconteceu em 2003 e 2004.

Existem diversos avisos na entrada da floresta, como uma tentativa do governo em diminuir a alta taxa de suicídios. Um pequeno exército chamado Caça ao Corpo formado por policiais e voluntários foi criado em 1970, e desde então tem buscado os corpos dos suicidas na floresta.
O lugar se torna ainda mais assustador quando é comumente associado com fenômenos paranormais, fato que insistentemente tem sido desmentido pelas autoridades japonesas. Algumas pessoas acreditam que bússolas não funcionam no local, fazendo com que as pessoas se percam quando entram na floresta, mas isso também já foi desmentido por peritos.
Veja um min-documentário sobre Aokigahara abaixo:


O Japão possui a maior taxa de suicídios entre os países desenvolvidos, problema que é muito difícil de ser resolvido pois trata-se de um fator cultural. E você leitor, teria coragem de entrar na floresta de Aokigahara? Não deixe de comentar!