Blog

Blog

21 de abr de 2013

"Canta" Brasil!



  LOGO DE CARA A POLÊMICA ESTÁ VOLTANDO... COM TOO SHORT O "RAPPER SOCIÓLOGO" QUE RETRATA A REALIDADE DO DIA A DIA DAS COMUNIDADES AFRO E HISPÂNICAS NO EUA E UMA DE SUAS OBRAS É O CLÁSSICO "THE GHETTO". DIFERENTE DO RAP CONVENCIONAL, SUAVE...PEGA LEVE...


Quem é Too Short?


Todd Anthony Shaw (28 de abril de 1966), mais conhecido por Too $hort, é um rapperamericano que iniciou sua carreira aos 14 anos de idade em Oakland, Califórnia. Too $hort vendeu cerca de 11 milhões de álbuns nos Estados Unidos e possui 18 álbuns produzidos.

Too $hort nasceu Todd Anthony Shaw em 28 de abril de 1966 em South Central, Los Angeles, e foi criado em East Oakland, Califórnia. No início da década de 1980, Short começou a produzir raps personalizados (chamados "pedidos especiais") para as pessoas com seu amigo de escola, Freddy B. Em 1983, Too Short lançou seu primeiro álbum, "Don't Stop Rappin'", um EP de 5 faixas, na gravadora local 75 Girls.[1] Este e seus próximos três lançamentos (Players, Raw, Uncut and X-Rated e Born to Mack) apresntaram simples batidas de caixas de ritmos. Em 1986, Too Short e Freddie B. fundaram a gravadora Dangerous Music para distribuir sua música regionalmente. Dangerous Music depois mudou de nome para Short Records, em seguida Up All Nite Records. Com o lançamento de "Life Is...Too Short" em 1989, $hort passou a usar váriossamples de funk em suas batidas.


Curtam The Ghetto (O Gueto)...


NÃO SONHE QUE TERMINOU...

Agora que 2013 esta engrenando é bom lembrar que a vida avança, que nossos projetos nunca acabam, por isso mesmo proponho esta bela canção do Crowded House, Don't Dream It's Over para uma reflexão de que nada que plantamos é em vão.




O anos era 1984, a turma de história da PUCCAMP de 1983 da qual eu fazia parte fez uma excursão de ônibus pelas cidades históricas de Minas Gerais.
Pouco antes do ônibus partir de Campinas, eu que tinha um toca fita portátil com fone de ouvido recebi emprestado da amiga e colega de classe Dione uma fita cassete com gravações de músicas indianas, era Ravi Shankar.
Enquanto o ônibus serpenteava pelas estradas nas montanhas de Minas Gerais eu ouvia o som viajante de Ravi Shankar, ali nasceu mais um fã desse maravilhoso músico indiano e do mundo.
Veja!...






Isso era e é Ravi Shankar, um músico digno das dividades. Depois de ouvir ele sua vida musical não será mais a mesma, pode acreditar.


UMA HOMENAGEM PARA OSCAR NIEMEYER



Acho que o mestre da poesia em forma de arquitetura iria adorar ser homenageado com samba e alegria, então ao vai grande mestre: 


Valeu Oscar Niemeyer, valeu ,valeu, valeu... até um dia...

APESAR DAS FRUSTRAÇÕES NOSSAS DE CADA DIA LEMBREM-SE SEMPRE: ROMA NÃO FOI CONSTRUÍDA EM UM SÓ DIA...



O TEATRO DOS VAMPIROS NOSSO DA CADA DIA

Teatro dos vampiros é uma metáfora das coisas que acontecem no dia a dia. Em cada canto tem um vampiro pronto pra atacar tudo e qualquer coisa, principalmente se o negócio for dinheiro. Então, dispensa comentários.

Para refletir o verdadeiro teatro dos vampiros em forma de canção, de filosofia...

UM MOMENTO NO PASSADO, IRLANDA SÉCULO XX, UMA CANÇÃO PARA REFLEXÃO SOBRE A VIOLÊNCIA NOSSA DE CADA DIA....



NIRVANA SEMPRE... DE TODAS AS FORMAS VALE A PENA OUVIR SEMPRE...

Nirvana que conhecemos.




Nirvana na imaginação dos artistas...



Nirvana, Nirvana, Nirvana, um estado de calma, paz, pureza de pensamento, libertação, transgressão física e de pensamentos, a elevação espiritual, e o acordar à realidade. 




O vampiro que existe em todos nós...



Demais...inesquecível...

 HOMENAGEM A CESÁRIA ÉVORA, UMA CANTORA QUE TINHA CONQUISTADO MEU CORAÇÃO A MUITO TEMPO.

Em 1096 eu estava viajando de um canal para outro na TV quando em uma breve parada deparei com um show desta maravilhosa Cesária Évora, foi paixão a primeira vista para nunca mais cessar.
Cesária Évora era muito, muito mesmo, demais, sem palavras... Sua morte para mim deixa um vazio, aliás como deixaram, Raul Seixas, Ray Charles, Luciano Pavarotti, dentre outros.

VIVA CESÁRIA ÉVORA.