Blog

Blog

12 de jun de 2013

Direto da redação - O seu fim de noite!



 Os Anunnaki: David Parceriza - Saga Completa

Com base nas traduções feitas por Zecharia Sitchin das tábuas sumérias, e outros resultados conclusivos, detalhando alguns dos processos mais importantes genética "caracteriza os primórdios da humanidade, por alguns chamados os visitantes estrela Annunaki", aqueles que do céu para a terra desceu", o homem os tomou por Deuses divinos.


Assista o Vídeo:


Fonte: paulvanjaff
  

 National Geographic: A Última Fronteira do Hubble


O Hubble em órbita a cerca de 650 quilometros da Terra, o telescópio espacial Hubble tem sido a nossa janela mais importante para compreendermos a formação das estrelas. Foi um instrumento fundamental ao fornecer informação sobre.


 National geographic - A Última Fronteira do Hubble  
...a existência dos buracos negros e capturou a extremidade cataclísmica de estrelas distantes e maiores do que nosso próprio Sol.

O telescópio Hubble fez com que uma teoria de longa data sobre a existência do Universo fosse posta em causa, uma vez que mostrou a expansão cada vez mais rapidamente do Universo, o que poderia, por fim, levar à sua destruição. Este telescópio forneceu também as primeiras imagens detalhadas e impressionantes que mostraram como as estrelas se formam a partir de nuvens de gás e de poeira.

O Hubble seguiu o rasto de uma super-nova com mil anos que se movia no espaço a uma velocidade de aproximadamente 5 milhões de quilómetros por hora, referido anteriormente por astrónomos chineses no ano de 1054 (Anno Domini).

Quando os cientistas focaram Júpiter com o Hubble, puderam ver com atenção e em tempo real o efeito devastador de um cometa que colidiu com este planeta maciço. Mas o telescópio de 12 toneladas perder-se-ia para sempre à medida que se movia em espiral, lentamente, em direção à Terra; os astronautas viajaram de novo até ao espaço para repararem o telescópio antes de este ter deixado de funcionar e ser enviado de volta para a Terra.

Assista:



Fonte do vídeo: ConradZiegfried


A Revelação das Pirâmides

Este documentário muito interessante e bem produzido apresenta reflexões bastante pertinentes sobre uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, fazendo as perguntas mais desafiadoras em busca das respostas mais incríveis. Por muitos séculos as estruturas épicas das Grandes Pirâmides de Gizé ficaram cercados pelo mistério e pela limitada especulação científica.


No entanto, após quase quarenta anos de pesquisa profunda em sítios arqueológicos na China, no Peru, no México e no próprio Egito, o documentário A Revelação das Pirâmides, basedo no livro homônimo de Jacques Grimault, revela a existência de uma mensagem de extrema importância para a humanidade, escondida por trás destes mistérios arqueológicos monumentais.
Qualquer um fica impressionado com os detalhes técnicos destas gigantescas construções, e além disso intrigado com a forma como foram feitas, aparentemente com instrumentos tão simples.
Tais detalhes, como a precisão de encaixe dos enormes e pesados blocos, a simetria de suas formas e o alinhamento com as coordenadas são apresentados já na introdução do documentário.

Em seguida, as crenças convencionais dos egiptólogos e arqueólogos são questionadas com bastante força, e é mostrado que elas não podem ser provadas e nem mesmo os seus indícios podem ser verificados.

O documentário afirma que não pode haver coincidência no fato de que outras pirâmides localizadas na América, na Ilha da Páscoa e na China estarem posicionadas em duas linhas que se intersectam exatamente sobre Gizé, mesmo não sendo elas construções contemporâneas e não havendo qualquer registro de contato prévio entre suas culturas.

Elaboradas teorias matemáticas indicam que os egípcios conheciam a astronomia, o número PI e a proporção áurea, e supõe-se que esta sabedoria tenha sido passada adiante de forma secreta. A conclusão de todas estas investigações afirma que uma civilização antiga e completamente devastada por causas desconhecidas teria deixado uma mensagem de alerta para m possível acontecimento apocalíptico.

Assista abaixo às 8 partes do documentário completo:
(legendado em português)







Discovery Channel-Pirâmides do Mundo 






A grande verdade sobre o hexagrama

O hexagrama é formado unindo-se o Triângulo da Água com o Triângulo do Fogo, formando a estrela de seis pontas, também conhecida como Selo de Salomão. Esse símbolo é uma imitação da Estrela de Davi, o símbolo nacional de Israel, o povo escolhido de Deus. A diferença é que esse selo ocultista é formado por dois triângulos entrelaçados, enquanto que, na Estrela de Davi, um triângulo sobrepõe o outro.

A autora maçônica Mary Ann Slipper, escrevendo em Symbolism of the Eastern Star [O Simbolismo da Estrela do Oriente], 1927, na página 14, faz a mais reveladora admissão, quando diz, "A estrela de seis pontas é usada na obra maçônica e também é encontrada em outras ordens secretas conhecidas." Outro livro da Estrela do Oriente, The Second Mile [A Segunda Milha], compreende o impacto do hexagrama quando diz, "... a estrela de seis pontas é um símbolo muito antigo e um dos mais poderosos."


Sem brincadeira! O hexagrama é realmente um símbolo muito poderoso para os feiticeiros, bruxos e magos! É usado em todas as formas de magia, feitiçaria, ocultismo e nas previsões astrológicas. Como tem seis pontas e contém um '666', o hexagrama é considerado um dos símbolos mais poderosos de Satanás. Veja o hexagrama ao lado. O primeiro seis é formado pelos lados de cada triângulo encontrados no sentido horário; o segundo é formado pelos lados de cada triângulo quando você segue no sentido anti-horário; o terceiro seis é formado pelos lados do hexágono interno.

Dois feiticeiros explicam melhor que o hexagrama era usado como "uma reserva para os mágicos e alquimistas. Os bruxos acreditavam que ele representava a pegada de um tipo especial de demônio chamado 'trud' e o usavam em cerimônias tanto para conjurar demônios quanto para mantê-los afastados." [Gary Jennings, Black Magic, White Magic [Magia Negra, Magia Branca], Eau Claire, WI, The Dial Press, 1964, pg. 51. Também Harry E. Wedeck, Treasury of Witchcraft (Tesouro da Feitiçaria), Nova York, Philosophical Library, 1961, pg. 135]

Mas o que mais me chamou a atenção foi o hexagrama deitado que está sendo utilizado dentro do selo de salomão. Não ache que o hexagrama representa Israel, o povo judeu não tem nada a ver com isso.

Reparou no círculo? É o ouroboros...Tem inúmeros significados, porém não discorrerei sobre ele aqui, porque é muito complexo!



Eu na realidade ainda estou em dúvida se o símbolo correto é esse mesmo, porque existe um outro com 2 animais, cada um comendo a cauda do outro.


Para entender o que é o Hexagrama assista aos vídeos abaixo:



Isso não é bobagem ou misticismo....isso tá mais para magia...e vou falar baixinho...energia, eletromagnetismo! Mark você não sabe onde você se meteu! Ou sabe né!


Depois que eu já havia publicado este post o Facebook anunciou que independentemente de sua declaração sobre a sua privacidade, basta que alguém ou alguma corporação pague para que sua mensagem chegue até você. Simples assim. Não importa se você bloqueou uma pessoa ou um APP ou não curtiu a página do Banco. 

A maior calma do mundo e um tubo de metal enfiado na cara


Esse é, muito provavelmente, o cara mais calmo da história da humanidade. Após sofrer um acidente, conta o documentário, o indivíduo foi parar no hospital com um tubo/cano de metal atravessando sua cabeça. E o que mais impressionou os médicos, é que ele calmamente sacou seu celular e começou a digitar uma mensagem de texto. Uatafuq?!
Muito foda o vídeo produzido pela emissora, mostrando como ele chegou ao hospital com o cano na cara, pqp. O segundo vídeo é da vítima depois de algum tempo:






Treinamento para Apocalipse zumbi

        
Bem, indo direto ao assunto vos trago hoje esse tutorial emocionante de treinamento de como salvar o seu traseiro em um apocalipse zumbi, fãs de The Walking Dead e adoradores de séries e filmes de zumbis vão se identificar com os vídeos a seguir, ZombieGoBoomTV é um canal no You tube que demonstra de n maneiras diferentes de como se aniquilar, arrasar, decapitar, perfurar e acabar de vez com a  raça dos zumbis.  As cobaias são manequins feitos de gelatina balística e com traços fieis a zumbis, que é para dar mais emoção e deixar mais realista as fraturas e lesões.
Muito ketchup pra pouco crânio


Nesse 1º vídeo o “mal vem de cima”, em um golpe certeiro vertical com um machado o manolo parte o crânio do “zombie’, o legal é que em certas partes eles enfatizam com slow motion.
Spadachim com uma foice

Com uma Trash cine inicial é mostrado em seguida do que um taco de Baseball é capaz de fazer além de rebater uma bola, rebater uma cabeça por exemplo.


Do jogo para a vida com uma faca kukri. ( se quer ação avance para 4:00 minutos)

Guns VS Zombies


Genocídio em Ruanda!


E hoje é a vez do leitor. Um dos nossos bizarreiros de fé, mandou-me esta postagem especial, onde todos os créditos pelo material e o texto são dele.
O Guedes explica melhor pra vocês:
Em nenhum momento eu copiei e colei alguma frase de algum site: Estou estudando sobre o pais da Ruanda na escola, e como não é sempre que morrem 800 mil pessoas, eu decidi escrever esse texto.
Antes de falar sobre o massacre, é preciso entender que nesse país existiam 2 povos africanos,os Hutus(maioria; +/- 85%) e os Tutsis(minoria; +/- 15%).




ruanda013
Inicialmente,esse país pertencia à Alemanha, depois de Segunda Guerra Mundial, a Bélgica começou a controlá-lo, pela ordem da Liga das Nações (que posteriormente daria origem à ONU).

ruanda008
Os belgas fizeram um “mandato” totalmente diferente ao “mandato” alemão: Eles favoreceram os Tutsis em prejuizo da maioria dos Hutus, criando um grande ódio étnico, e criando uma divisão social de trabalho: Os Hutus eram agricultores, e os Tutsis eram pastores (eles eram mais ou menos chefes dos Hutus, basicamente só vigiavam o trabalho).


ruanda012
Após a independência do país, os belgas deixaram o poder nas mãos dos Tutsis. Os habitantes desse país decidiram criar uma república, e o presidente eleito foi um hutu. Tudo ocorria “bem´´(Obviamente ainda tinham uma enorme inimizade, resultando em alguns assassinatos), até que o avião do presidente foi derrubado quando aterrizava em Kigali, a capital da Ruanda. Como ele era da etnia Hutu, os Tutsis foram acusados de ter matado o presidente (mas também existia a possibilidade de um hutu da oposição ter feito isso), o que iniciou as matanças.

ruanda004
Os Hutus formaram o Interahamwe, uma enorme milícia de soldados e pessoas normais (que não serviam ao exercito), no qual matavam qualquer tutsi que era encontrado pela frente, em 1994. A matança foi feia,o número aproximado de mortes é de 800 mil pessoas, a maioria tutsi, alguns hutus opositores também foram mortos. O fato ficou conhecido como Genocídio em Ruanda.



ruanda006
Diversos filmes foram feitos sobre isso. Existem dois filmes muito fodas, que contam histórias reais sobre um Hotel, e uma escola que aconteceram diversas mortes. Vou escrever um pouco sobre esses filmes só para dar uma ideia de como foi tudo isso; o primeiro filme chama-se “Tiros em Ruanda”.

Tiros em Ruanda

Esse filme conta a história de um padre que junto com centenas de tutsis, refugiou-se em uma escola para se proteger dos Hutus. Nessa escola tinham alguns soldados da ONU que, por estarem lá, impediam a invasão dos Hutus. A felicidade dessas pessoas durou pouco, um tempo depois dos soldados estarem na escola, eles receberam a ordem da ONU de abandonar o local. As pessoas que estavam dentro da escola ficaram revoltadas: Caso os soldados saíssem os Hutus invadiriam e matariam todos.

Porém, não teve jeito: Ninguém podia desobedecer as ordens superiores da ONU, e assim que os soldados saíram, a escola foi invadida pelos milhares de Hutus que estavam em volta, matando todas as pessoas que estavam lá dentro. Uma menina com muita sorte, conseguiu se esconder entre os corpos que lá estavam: Ela jogou alguns em cima dela, e ficou dias no maior sofrimento. Para ninguém escapar, os Hutus pegavam facões e espetavam os corpos caídos no chão, mas a garota não foi atingida.
Passaram-se dias, ela tomou coragem e saiu da escola, e por sorte encontrou tropas da ONU (eu nao tenho certeza se era da ONU ou da Bélgica), que socorreram ela e a levaram para outro país.

Até hoje a ONU recebe diversas críticas sobre a decisão de retirada das tropas.Eles alegam que decidiram isso para garantir a integridade de seus soldados, porém, muitas pessoas acreditam que por ser um país pobre, a ONU não tinha nenhum interesse econômico em proteger a Ruanda. (Aposto na última opção!)
Infelizmente, nem o Guedes e nem eu achamos o filme em streaming ou download para postar aqui para vocês. Se alguém conseguir os links e postá-los via comentários, ficaremos agradecidos e faremos um update da matéria, com seu nome/nick nos créditos.

Hotel Ruanda

O Filme Hotel Ruanda conta a história real de um hutu (Paul Rusesabagina) que era casado com uma Tutsi. Com os diversos ataques que haviam acontecendo, Paul se une aos vizinhos (que eram na maioria tutsi) e com sua família e refugia-se em seu hotel.

Foi necessário fazer de tudo para que ele e sua família ficassem vivos, acontecendo até mesmo subornos para alguns militares. A esperança aumentou quando tropas militares chegaram no hotel, mas eles foram até lá só para resgatar os estrangeiros que estavam hospedados… Passaram-se dias de muito sofrimento (muitas coisas aconteceram: Não vou escrever para não estragar o filme, caso você for assistir), a esperança de um resgate diminuia, até que tropas da ONU chegam no hotel e salvam centenas de pessoas. É importante ressaltar que o hotel só não foi invadido devido ao grande esforço de Paul, que hoje vive na Bélgica, e é reconhecido por ser o principal responsável por salvar a vida dessas pessoas.

Aqui está o filme. Ele começa meio que em clima de “Sessão da Tarde”, mas vai ficando muito interessante. Esta versão é dublada (Prefiro legendado, mas tudo bem…), e recomendado a todos:




Dizem que um padre (Católico… Porquê não estou surpreso?) chamou dezenas de tutsis para se abrigar em sua igreja, e após eles entrarem, o “padre” passou a chave e chamou os hutus, que exterminaram todos os tutsis: 





Enfim… Updates regulares serão feitos nesta matéria caso mais material vá caindo em mãos.

Mais fotos:




ruanda003

ruanda002
ruanda001
ruanda005
No mais, chega a ser incrível a capacidade do ser humano ao levar em conta mais suas diferenças do que suas semelhanças… Ainda mais quando alguém de fora coloca lenha na fogueira… Lamentável.