Blog

Blog

13 de abr de 2013

Direto da redação - Edição da tarde!



A NASA manipula e oculta fotos de Marte e da Lua- depoimento de especialistas - Disclosure Project



Outras agências espacias também cumprem esse "ritual" de maquiar as fotografias antes de traze-las a público. Abaixo detalhes que consegui extrair das imagens retocadas exibidas pelas agências espaciais?


Fóssil de animal gigantesco em Hebes Chasma - Marte - registrado pela missão Mars Express/ESA.




Máquina colossal fotografada na superfície lunar pela sonda Selene/JAXA




Estrutura revelada após tratamento gráfico de imagem do polo Norte lunar - NASA.


Voz da Rússia: Revelado poderio bélico espacial dos russos! E agora Carol Rosin?

ESA - Traços de vida marciana: Gelo em marte



Percebam que o título do vídeo sugere que existem traços de vida em marte, ou seja, existiu ou existe vida lá.

OVNIHoje.com's Luiz Neme interviews Stephen Bassett

A lua é habitada por extraterrestres - Salfate - excelente argumentação na TV

Um dos 117 ritos maçônicos vigentes hoje em todo o mundo é o dos Iluminados da Baviera, ou Illuminati. Os rumores sustentam que a Fraternidade tem influenciado ao longo da história o controle sobre os acontecimentos mundiais. Há também autores que afirmam que os Illuminati colocaram Hitler no poder e, hoje dominam as orientações empresariais, políticas e cientificas. Fundada por Adam Weishaupt, um obscuro professor de Direito da Universidade de Ingosladt, na Bavária, Alemanha, a sociedade secreta Antigos Visionários Iluminados da Bavária se baseava nas fontes que seu fundador bebera. Era uma mistura de preceitos maçons, sufismo – e misticismo islâmico – e como Weishaupt tinha sido originariamente Jesuíta, usava de disciplina mental de Santo Inácio de Loyola. Em seu Proofs of a Conspiracy – Against All the Religions and Goverments of Europe, Carried on The Secret Meetings of Freemasons, Illuminati and Reading Societies(Provas de uma conspiração Contra Todas as Religiões e Governos da Europa, Planejadas durante as Reuniões Secretas das Sociedades dos Maçons, Illuminati, Leitora), publicado em 1798, John Robinson afirma que os Illuminati juraram ódio ao altar e ao trono, bem como esmagar os Deus dos cristãos e destruir todos os reis da Terra, em outras palavras, os membros desse rito maçônico estariam buscando controlar o mundo.

De fato, muitos autores afirmam que Hitler teve relação com os Illuminati. Há duas teorias principais sobre o tema. Uma das teses é que o Fuhrer foi uma simples marionete nas mãos da organização. Em sua escalada ao poder, foi apoiado nos âmbitos político e financeiro pela Fraternidade. Depois foi aconselhado a agir como agiu, desencadeando a Segunda Guerra Mundial. Em seguida os Illuminati o fizeram cair. A outra versão sustenta que os Illuminati teriam apoiado Hitler até ele chegar a Chancelaria, mas quando conquistou essa posição, o Fuhrer decidiu seguir o seu próprio caminho. Para tanto se protegeu com sua própria organização armada, a SS, dirigida por Heinrich Himmler. Não podendo se vingar pessoalmente, os Illuminati teriam optado por satanizar sua imagem pública. Dessa maneira, a Ordem advertia a todos os futuros colaboradores de seus planos sobre o destino que os aguardava se um dia também lhes ocorresse traí-los. Os Illuminati se infiltraram no próprio Vaticano, a Opus Dei é controlada pela organização. Antes da canonização do fundador da Opus Dei, José Maria Escrivã, a associação Católicos pelo Direito de Decidir publicou nota afirmando que “ a evidencia atual é que o Opus tem uma influencia cada vez maior. Com sua filiação à Obra(Opus Dei), um crescente número de intelectuais, médicos, parlamentares, juizes e jornalistas dão ao Vaticano uma força poderosa e oculta que pretende impor seu código moral não somente ao católicos, mas através das leis e da política. 




Adolf Hitler anunciara publicamente todos os seus desejos e os seus planos antes mesmo de assumir o poder na Alemanha. Em sua auto biografia “Mein Kampf”(Minha Luta), escrita enquanto Adolf Hitler que, na época, servia uma sentença de prisão por tentar subverter o governo democrático na Alemanha no início de 1920, Adolf Hitler escreveu que a Maçonaria havia sucumbido aos judeus e que a Maçonaria tinha se tornado um excelente instrumento de luta para os objetivos judeus pois estes se utilizavam de seus fios invisíveis para puxar as camadas superiores da sociedade para os seus desígnios. Adolf Hitler continua: A paralisia pacifista geral do instinto nacional de auto-preservação começada pela Maçonaria é transmitida então às massas da sociedade em geral pela imprensa.”

Em 1931 era dada a todos os oficiais membros do Partido Nacional Socialista uma "Guia e Carta Instrutiva" que declarava: A hostilidade dos camponeses contra os judeus, e sua hostilidade contra a Franco maçonaria como sendo os servos dos judeus, deve ser trabalhada freneticamente. Adolf Hitler chegou ao poder na Alemanha em Janeiro de 1933. Em 7 de Abril, Hermann Goering, um dos oficiais do alto escalão do Partido Nazista, concedeu uma entrevista ao Grande Mestre von Heeringen da "Land" - Grande Loja da Alemanha, e disse a ele que na Alemanha Nazista não havia lugar para a Francomaçonaria.O então Ministro da Agricultura alemão, o Dr. Walter Darre, declarou diante de uma grande enorme multidão reunida num grande comício que os Maçons eramos arqui inimigos dos camponeses da Alemanha e que esses planejavam sabotar a política Nazista. 

Na Itália, Perseguição da Maçonaria por Benito Mussolini Na Espanha, Perseguição da Maçonaria pelo General Franco No Japão Até mesmo no Japão o governo japonês tentou incitar ataques contra a Maçonaria. O delegado japonês para o congresso de Weltdienst em 1938, Fujiwara, disse," A Maçonaria Judaica está forçando os chineses a transformarem a China em uma ponta-de-lança para um ataque contra o Japão, forçando então o Japão a se defender contra esta ameaça. O Japão não está em 3guerra contra a China mas sim contra a Maçonaria, que é representada pelo General Chiang-Kai-shek, sendo este o sucessor de seu mestre, o Maçom Sol-Yat-Sen."

O Maçom Chinês Chiang-Kai-shek O Maçom Chinês Sol-Yat-Sen

Ataques contra Maçonaria e a Maçons Individuais por Nazistas e Fascistas Conclusão -- Por que os ditadores se opõem a Maçonaria Hitler e outros ditadores eram obcecados com Maçonaria porque ela por mais de 200 anos tem estado constantemente do lado da liberdade política e da dignidade do ser humano. Durante os anos 1800, ser um Maçom era equivalente a ser um “campeão da democracia”. E atraiu vários dos campeões da decência humana e assim também atraiu o ódio desses que temiam o progresso. A Maçonaria é constituída de “tradições humanísticas”. Em 1938, a editora de Adolf Hitler editou e publicou o livro Freemasonry, Its World View (Weltanschauung),Organization and Policies (A Maçonaria, Sua Visão Mundial (Visão Global),Organização e Políticas), escrito por Dieter Schwarz, com um prefácio escritopor Reinhard Heydrich, o segundo no comando da policia secreta, a Gestapo.Para demonstrar porque cada novo adepto do Partido Nazista deveria confirmar com a sua palavra de honra que ele não pertencia a uma


Loja Maçônica, estava escrito

“As Lojas Maçônicas são....associações de homens que, pelos estreitos laços de união e pela utilização de símbolos, representam um movimento “espiritual” supranacional, os ideais de Humanidade.....e é uma associação geral de homens, sem distinção de raças, povos, ou convicções políticas.” Embora tenha sido escrito porum inimigo, esta citação pode ser considerada uma excelente descrição do valor e de importância da Maçonaria no mundo.

 Charles Manson - O Profeta Macabro

Bom Depois de ver um documentário no Bio, resolvi criar essa postagem. Manson é um dos meus SK favoritos, e também um dos mais loucos psicopatas que o mundo ja viu. A Postagem é longa mas você vai gostar de saber dessa historia brutal e cheia de polemicas.

Um dos Serial Killers mais famosos da história e que permanece vivo até hoje. Charles Milles Manson é conhecido como o fundador, mentor intelectual e líder de um grupo que cometeu vários assassinatos, entre eles o da atriz Sharon Tate, esposa do diretor de cinema Roman Polanski.

Origens

Nascido em Cincinnati, em 12 de novembro de 1934, foi fruto de uma gravidez indesejada. Sua Mãe uma garota de 16 anos que havia fugido de casa, e passara a abusar do Álcool e a se prostituir. Nunca chegou a conhecer seu pai, herdou o sobrenome “Manson” de um homem com quem a mãe se juntou, relacionamento que durou pouco tempo.

Sua Infância foi muito difícil, sua mãe se relacionava com vários homens, e deixava o pequeno Manson as custas da avó. Depois que sua mãe foi presa por furto, Manson foi morar com um tio que era bastante rigoroso e conservador. O tio reprimia Charles, dizia que ele era afeminado e, para “consertá-lo”, enviou-o vestido de menina no primeiro dia de aula.

Sua vida no crime começou sedo, durante sua adolescência começou a furtar continuamente. Foi mandado para um reformatório, mas ao sair continuou com os delitos. Foi detido varias vezes, passou por avaliações psiquiátricas rigorosas, nas quais especialistas descobriam que por traz daquele garoto frágil, e frio existia um QI acima da média.

Charles relatou que durante suas estadias nestas instituições penais, já tinha sido vítima anteriormente de abusos sexuais – sendo que em uma ocasião um guarda incitou os outros garotos a violentá-lo, enquanto permaneceu masturbando-se, ao lado da cena.

Vida Na Prisão

Durante sua estadia em outra prisão, dedicou-se mais ao aprendizado colaborando com professores, conseguindo ser alfabetizado. Saiu dela aos 19 anos. No ano seguinte casou-se e teve um filho, Manson Jr. A Renda era baixa, Manson não tinha nenhuma especialização e por isso complementava sua renda roubando carros.

Pouco tempo se passou e Manson foi novamente preso. Sua esposa o largou, e 3 anos depois foi solto novamente. Manson virou "Cafetão" e passou a explorar prostitutas. Os delitos continuaram e após dar um golpe financeiro em uma mulher e drogar e estuprar a colega de quarto desta, foi preso. Estava com 26 anos e foi condenado a vários anos de prisão.

Ideologia

Naquela época em que permanecera preso, Manso sentia grande necessidade de chamar atenção para si. Era Manipulador, e falava de filosofias pouco debatidas na época, como o Budismo e a Cientologia.

Manson também tinha grande devoção, e obsessão pelos garotos de Liverpool (The Beatles). Charles Manson tinha um violão, e acredita que um dia alcançaria um sucesso maior do que a banda de John Lennon, e por isso passava horas de seu tempo se dedicando a escrever novas canções.

A Família

Em 1967, Manson saiu da prisão aos 33 anos de idade. Em 1968, ele formou uma comunidade alternativa em Spahn Ranch, perto de Los Angeles. 

Manson tinha idéias grandiosas e um grupo de amigos e admiradores, conhecidos como Família Manson. Esses eram jovens, homens e mulheres de famílias ricas, que não tinham bom relacionamento com seus familiares e que por isso passaram a morar nas ruas da Califórnia. 

Alguns dos admiradores de Manson o consideravam uma reencarnação de Jesus Cristo - uma analogia a ele abrir a vida dos jovens para "novos horizontes". O próprio Manson, porém, sempre negou tal comparação. Consta também que a Família acabou por se aproximar das “ciências ocultas”, como a “Ordem Circe do Cachorro Sanguinário”.

Helker Skelter

Em suas teorizações e relatos, Manson dizia acredita que futuramente aconteceria uma grande guerra racial, onde os negros venceriam, mas ficariam desnorteados, porque eram incapazes de dominar.

Toda essa idéia de Helker Skelter, tomara a cabeça de Manson. A guerra, pensava Manson, deveria começar com o acontecimento de crimes que deixassem os brancos realmente enfurecidos contra os negros. Charles e sua Família escapariam escondendo-se no deserto, onde segundo ele haveria uma entrada para uma cidade de ouro.

Após o final dessa guerra, a Família Manson retornaria e assumiria o comando da situação. Charles era o “quinto anjo”. Os outros quatro?  John, Paul, George e Ringo: os Beatles.

Como os negros não iniciaram a guerra na data que Charles achou que começariam, ele percebeu que teria que ensinar a eles o que fazer.

A Morte de Sharon Tate

Em 9 de agosto de 1969, um pequeno grupo de conhecidos de Charles Manson invadiu uma casa alugada por Roman Polanski em Cielo Drive, 10050, Bel Air, assassinando sua esposa Sharon Tate  que estava grávida e mais quatro amigos do casal. Segundo a polícia de Los Angeles, na cena do crime grandes quantidades de drogas haviam sido encontradas.

As vítimas foram baleadas, esfaqueadas e espancadas até a morte, e o sangue delas foi usado para escrever mensagens nas paredes. Em uma delas foi escrito Pigs ("porcos", em inglês). Na noite seguinte, o mesmo grupo invadiu a casa de Rosemary e Leno LaBianca, matando o casal. 

As mensagens escritas na parede da casa com o sangue das vítimas foram "Helter Skelter", "Death to pigs" e "Rise". Os assassinatos de Sharon Tate, seus amigos e do casal LaBianca por membros da "Família Manson" ficaram conhecidos como Caso Tate-LaBianca.

A Guerra estava para começar.....

O cartão de crédito roubado da senhora LaBianca foi deixado em um estabelecimento comercial – era para ser achado por um negro, que seria então preso e acusado dos assassinato (O cartão não foi utilizado).

Alguns dias antes destes crimes, em 31 de julho, em outra jurisdição, o professor de música Gary Hinman também havia sido morto de modo semelhante (inclusive com inscrições na parede). A polícia local prendeu um homem, que já havia passado pelo acampamento de Charles Manson. 

Mas após não aceitar as ligações com os crimes, a policia resolveu rotular o assassinato de Sharon Tate e seus amigos, por envolvimento com drogas. Várias pessoas foram interrogadas, e o próprio Polanski foi submetido ao polígrafo. A mídia aproveitou-se do caso, e dizia que o casal se entorpecia, que eram satanistas, que faziam orgias.

Poucos dias depois, uma garoto encontrou a arma utilizada nos crimes. Somente em outubro investigadores chegaram ao Rancho Spahn, cenário de realização de filmes de faroeste, nos anos 20. O local ainda parecia uma cidade do Velho Oeste. Lá morava toda a Família Manson, que chegou a ter até 50 pessoas. 

Durante essa batida policial uma das integrantes do grupo, Susan Atkins foi presa sob suspeita de envolvimento no primeiro assassinato, de Melcher. Em novembro ela falou à colega de cela que tinha participado da morte de Sharon Tate.

A Confissão de Susan Atkins

Susan relatou todos os crimes a sua colega de cela, afirmou à colega que foi ela mesmo quem matou Tate, enquanto esta implorava por sua vida. Susan teria esbravejado contra Tate: “Olha, cadela, eu não me importo com você. Eu não me importo se você vai ter um filho. É melhor você estar preparada. Você vai morrer e eu não sinto nada por isto…”.

Susan Atkins disse ainda, à colega, que provou do sangue de Tate: “Uau, que viagem! Provar a morte, e ainda dar vida.”. Falou também que queria tirar o bebê de Tate de sua barriga, mas não havia tempo. E que quis arrancar os olhos das vítimas e jogá-los contra as paredes, mas não teve oportunidade. Disse ainda que o plano seria matar, posteriormente, outras celebridades, como Frank Sinatra e Elizabeth Taylor.

A Policia demorou certo tempo para ouvir o depoimento da colega de cela de Atkins. Mas após outros depoimentos a historia começou a ganhar sentido. O irmão de um ex-frequentador do rancho, falou sobre uma morte ocorrida em 17 de Julho daquele ano.

Um ex-frequentador da seita iria denunciar ao dono do rancho o que la se passava. Mas antes que o mesmo pudesse dar com "a linguá nos dentes" Seu corpo teria sido desmembrado. Posteriormente, vários outros crimes supostamente cometidos por diversos membros da Família vieram à tona.

Em Novembro um promotor pegou o caso, e queria incriminar Manson, mas as informações que tinha era insuficiente para a condenação de Manson, pois o mesmo não havia efetivamente matado ninguém, com as propiás mãos.

Algumas provas materiais dos crimes começaram a surgir, e Susan por pressão de Manson começou a recuar em seus depoimentos. 

Durante as audiências preliminares Manson passava uma ótima energia, e tranquilidade. Camuflava-se como um camaleão atras de boas  expressões faciais, e conseguia impressionar a platéia e até mesmo promotores.

O Julgamento de Charles Manson

O Julgamento teve inicio em 1970. Foi quando Charles com o “x” na testa e disse à corte que ela não tinha jurisdição sobre ele porque tinha “xizado” a si mesmo do mundo. Vários outros membros da Família também fizeram o “x”. Atitudes como esta faziam aumentar o espanto e a curiosidade do público.

Manson fez chegar até membros da Família ameaças de morte. De fato, uma moça chegou a ser quase morta. Quando evidências eram apresentadas, Charles tentava manipular, desviar a atenção para si mesmo. Chegou a dizer ao juiz que alguém deveria cortar a cabeça deste.

A fala da acusação durou 22 semanas! Durante a defesa, Manson teve conflitos com seu próprio advogado, que acabou “desaparecendo”. Havia sido assassinado e depois um membro da Família confessou o crime.

Em 1971, o juri finalmente iria tomar suas decisões. Reforçaram a segurança para evitar outros atentados. Manson, Susan e mais dois membros da Família foram considerados culpados. Posteriormente, mais um recebeu o mesmo veredito.

Após a deliberação os 4 membros foram condenados a "Pena de Morte". Destacando que nessa audiência, Manso e os outros 3 acusados apareceram de cabeça raspada ao tribunal.

Pena de Morte Abolida

Algumas provas materiais dos crimes começaram a surgir, e Susan por pressão de Manson começou a recuar em seus depoimentos. 

Durante as audiências preliminares Manson passava uma ótima energia, e tranquilidade. Camuflava-se como um camaleão atras de boas  expressões faciais, e conseguia impressionar a platéia e até mesmo promotores.

O Julgamento de Charles Manson

O Julgamento teve inicio em 1970. Foi quando Charles com o “x” na testa e disse à corte que ela não tinha jurisdição sobre ele porque tinha “xizado” a si mesmo do mundo. Vários outros membros da Família também fizeram o “x”. Atitudes como esta faziam aumentar o espanto e a curiosidade do público.

O Cara foi um puta sortudo. Exatamente em 1972 a pena de Morte foi abolida do Estado da Califórnia. As penas dos quatro, foram revertidas em prisões perpétuas com possibilidade de condicional.

Com a repercussão do caso, Charles se tornou uma celebridade. Livros, operas e filmes foram produzidos ao seu respeito. Segundo o promotor do caso, Bugliosi, “hoje, quase todo grupo minoritário e rejeitado da América, dos satanistas aos neonazistas, encampou Manson e os venenos de sua virulenta filosofia. Ele se tornou o ícone espiritual deles.”.

Em 1971, seis membros da Família tentaram roubar 140 armas de uma loja, e foram presos. O objetivo era tentar resgatar Manson.

O Destino da Família

Manson hoje tem 70 anos, e ainda pratica seus delitos mesmo dentro da prisão. Visitou a solitária diversas vezes, por tramar outros assassinatos, incluindo o do presidente dos EUA (Gerald Ford), e também a venda de drogas dentro da cadeia.


Muitas vezes teve problemas com outros internos, e já foi, supostamente, envenenado, espancado e até mesmo tentaram colocar fogo nele. Também relata ter sofrido abuso sexual. Em 1974, foi diagnosticada uma psicose aguda.

Mais Tarde seu "X" na testa foi revertido para uma "Suástica Nazista". Em uma entrevista mais recente, Charles Manson disse: “Eu não sinto culpa. Eu não fiz nada que deva me envergonhar.”.  

Em outra relatou: "Eu Deveria ter matado umas 400 pessoas, só assim sentiria que teria realmente feito algo pela Humanidade".

Leslie Van Houten, uma das condenadas, teve comportamento exemplar nas três décadas em que passou presa e, segundo a última avaliação psiquiátrica, não representa mais perigo à sociedade. Contudo ainda continua presa.

Patricia “Kate” Krenwinkel também continua presa.

Charles “Tex” Watson converteu-se ao cristianismo e escreveu vários livros, na prisão. Virou uma espécie de pastor.

Susan Atkins (ou “Sadie”, como era chamada por Manson) esteve casada por duas vezes, na prisão. A condicional foi negada várias vezes. “Eu não tenho que pedir desculpas somente às vítimas e suas famílias, eu tenho também que me desculpar com a sociedade. 

Detalhe Susan morreu recentemente vitima de um câncer. E o filho de Charles Manson cometeu suicídio em 1993.

Vitimas - Cena do Crime

Abigail Folger


Voytek Frykowski

Jay Sebring


Sharon Tate


Steven Parent

Rosemary LaBianca


Leno LaBianca


Cena do Crime - Casa de Sharon Tate
Fotos Recentes dos Assassinos

Vídeos Sobre Manson
Charles Manson e Sua Resposta Épica