Blog

Blog

13 de jul de 2013

Direto da redação - Fique por dentro!



 Espancados


Bom Selecionei alguns videos sobre espancamento, pessoas que covardemente na maioria em grupo abusam na hora de punir. Não posso descrever o motivo pelo qual apanham, mais sei que cada surra é pior que a outra.
Na Índia, espancamentos são bem comuns, onde criminosos caem nas garras da população. É Justiça com as próprias mãos parece ser a melhor vingança. Confira os Vídeos.


Covardia com Mulher

 Portas Para o Além

Muitos de vocês leitores já ouviram falar ou até mesmo viram filmes falando sobre portas que ligam o mundo que conhecemos com o que tememos, porém mesmo temendo não impede de presencia-las e nos tornam testemunha do inexplicável.
Esses portais podem ser julgados assim por experiências sobrenaturais vividas por pessoas que os descobriram, o filme Poltergeist por exemplo em que a garotinha usa uma televisão sem sinal para se comunicar com sua avó e até mesmo com as criaturas do inferno, ou um buraco que não se sabe sua origem como o do filme Terror em Amityville diferente do anterior sitato é uma porta direta.
Portas Para o Além que relata o que mais me chama atenção casos reais de pessoas que contam pessoalmente como descobriram esses meios de comunição ou foram objetos de comunicação para espíritos que desejam encontrar uma forma de ajuda.
No episodio que segue conta o caso se passa em Bogotá na Colômbia, dois radialistas que apresentavam seu programa ao vivo na madrugada semanalmente e abrem parte desse tempo para ligações de ouvintes sem cortes ou seleção, quando uma noite recebem uma ligação que não parecia ser normal, era uma garotinha pedindo ajuda, por um minuto os apresentadores Daniel e Hector ficaram calados depois proceguiram com o programa porém os ouvintes começaram a enviar e-mail e ligar perguntando o que estava acontecendo mais eles não sabiam explicar.

No dia seguinte o programa continuou mais algo os surpreenderam novamente a voz da menina apareceu em meu as outras ligações causando medo em quem ouvia e nos radialistas, então Hector decidiu consultar sua namorada mulher religiosa e ela lhe indicou um pesquisador de eventos paranormais. Hector levou as gravações de áudio para um estudo minucioso o que ele não sabia é que não somente a voz seria verdadeira como outras coisas se ouvia por essa porta que se abriu.





Drones e Robôs da Nova Ordem Mundial






O risco de beber água engarrafada



ÁGUA ALCALINA
agua-engarrafada-300x277
Antes de consumir água informe-se como produzi-la e deixe de comprá-la. Seja ECOSUSTENTÁVEL da sua saúde, sua família, seu planeta. Aprenda agora sobre suas propriedades e como produzir as suas ÁGUAS...
Reflexão 1
Existe uma dica bem comum nos textos sobre saúde de tomar 1, 5 a 2 litros de água/dia/adulto. Mas não é bem assim não: é preciso saber da qualidade desta água, que são várias...
É verdade: somos em média 60 a 65% água, e este é o peso que ela tem sobre toda a saúde humana. Portanto, é sábio consumir águas (diretamente ou via alimentos) de altíssima qualidade. No mínimo, isenta de: cloro, fluor, agentes tóxicos e resíduos de tratamento.
Sim, o cloro usado para tratar as água de saneamento básico de sua cidade é um mal necessário. Mas, antes de consumir esta água você precisa fazer alguma coisa... Torná-la realmente potável...

Reflexão 

Está na moda falar que água para consumo humano precisa ser alcalina. Espera aí, não é tão simples, não é só isso NÃO! É preciso saber o que está dissolvido nesta água. Ou seja, não basta ser alcalina. E, se estiver  embalada em pet ou bombonas, ledanceeee, esquece! E mais, por exemplo:

a) Os refrigerantes estão cheios de fosfatos, que são sais fortemente ácidos. Confira no vídeo do Dr. Lair Ribeiro (abaixo) dos malefícios à saúde desta forma de se hidratar. Também sobre o pHsuper ácido dos refrigerantes, sua embalagem pet e todos os custos indiretos desta indústria da doença das pessoas e do planeta.

b) Uma água torneiral (proveniente de saneamento básico), pode ser alcalina, mas artificialmente (exigência legal dos governos), lotada de carbonatos e outros sais do gênero, que irão ao longo do seu consumo diário, provocar muitos efeitos colaterais nefastos. E, águas engarrafadas também podem constar no rótulo que são alcalinas, mas podem ser igualmente artificiais...

c) Uma água Solarizada, que é a que consumo e ensino as pessoas a produzirem em suas casas, pode até não ser tão alcalina (a minha costuma ter pH 6, 5 a 6, 8), mas ela tem outras boas propriedades como densidade, estrutura hexagonal e efeito redox, todas extremamente benéficas à saúde das nossas células.

d) E, uma água solarizada, com gotas de suco fresco de limão será ácida, porém terapêutica, inclusive usada nos protocolos da Clínica Dr. Gerson, que trata doentes com câncer e doenças crônicas. Porque água acidificada com limão tem ação rápida e eficaz de alcalinização e mineralização do organismo. Confira nesta figura que o limão é um dos alimentos mais alcalinizantes da natureza.


clip_image002

Por onde começar?
1) Assista o vídeo do Dr. Lair Ribeiro e siga informando-se sobre o que é água estruturada.

 
2) Compre um filtro de barro ou de carvão ativado (retém argilas e resíduos do tratamento de potabilidade). Lave o filto de barro semanalmente com limão (sumo e casca) e/ou troque os filtros de carvão regularmente, conforme indicação do fabricante.

3) SOLARIZE todas as águas (PREVIAMENTE filtradas conforme sugestão 2) que você usa para beber, preparar sucos, vitaminas, germinar e brotar sementes, fermentar e higienizar seus alimentos.

4) A melhor água estruturada do mundo é aquela presente nos alimentos do reino vegetal, orgânicos, crus, frescos e maduros. Então, melhor que tomar água toda hora é comer frutas, legumes e verduras orgânicas toda hora... Via sucos, leites de sementes, saladas etc.

 Ciência Nua e Crua

Bom Pessoal fiquei devendo a vocês mais um capitulo de Refugio Maldito, que por um serio problema não pode ser publicado domingo. Amanhã Quinta-Feira terei o dia de folga e com toda certeza estarei publicando pra vocês.

A Postagem de hoje foge um pouco do terror e entra em uma nova área que quero começar a explorar e divulgar no blog. E Para isso preciso de sua ajuda e sua opinião. A Nova areá que pretendo explorar é a que também estou estudando - A Ciência.

Traremos a vocês diversos experimentos, e também muitas coisas sobre sobrevivência como por exemplo como transformar água salgada em água potável. Se você gostar da nova idéia se manifeste com um comentário, se você não gostar faça o mesmo.

O que trago a vocês nesse post é uma série que assisto desde os meus 13 anos, e que acho fantástica. A Série era exibida pela TV Escola (Não sei se ainda exibe), e se chama "Ciência Nua e Crua", onde um grupo de cientistas - Botânica, Químico, Engenheiro Físico, e uma Geóloga se reúnem em lugares isolados para tentar resolver soluções de uma forma primitiva e totalmente improvisada.
 Limpeza

 Milagre dos Andes

Milagre dos Andes, ou Tragédia dos Andes ocorreu quando o Voo Força Aérea Uruguaia 571, fretado que carregava exatamente 45, entre elas uma equipe de Rugby, seus amigos e familiares caíram na região da Cordilheira dos Andes no dia 13 de outubro de 1972.

Na Sexta-feira 13 de outubro de 1972, a Equipe de Rugby de Montevidéu Old Christians viajava para Santiago a bordo de um Turbo-Hélice Fairchild FH-227 da força aérea uruguaia, para disputar uma partida contra o Old Boys.

A Viagem havia começado na Quinta-feira partindo do Aeroporto Internacional de Carrasco, mas a noite o clima da montanha forçou uma escala em Mendonza, ao longo dos Andes de Santiago. Os Pilotos foram forçados a atravessa as montanhas dos Andes de Curico, antes de finalmente voltar para rota de Santiago.

Ja na tarde do dia 13, os pilotos informaram sua posição aos controladores de Santiago, e foram autorizados a descer, o que viria a ser um erro fatal. A Passagem estava cheia de nuvens, e por causa do Horário Habitual  foram obrigados a atravessar a passagem. No Entanto os ventos fortes retardaram o momento da descida, o que levou os pilotos a descerem muito cedo, e acabando por se chocar contra o solo.

O Avião perdeu uma das asas e toda sua parte traseira, até mergulhar de bico em um banco de neve onde descansou. O Local onde o avião permaneceu foi no município Argentino de Malargüe (Província de Mendonza).

A Luta Pela Sobrevivência Inicia

Das 45 pessoas que estavam no avião, 12 morreram no acidente ou pouco depois. Os 27 que sobreviveram enfrentaram diversas dificuldades sendo a principal delas o congelamento no alto das montanhas. Alguns tinham ferimentos do acidente, como ter as pernas quebradas pelo empilhamento dos acentos no momento da queda.

O Grupo sobrevivente não tinha sequer equipamentos adequados para situação, ali não havia nenhuma roupa quente, e também nenhum calçado apropriado para a região o que dificultou muito sua estadia no local. Entre o grupo encontravam-se dois estudantes de medicina um cursava o segundo e como o avião não tinha nenhum kit de primeiros socorros, ele teve de improvisar talas, e curativos com aparelhos e destroços da aeronave.

As Buscas

Grupos de três países realizaram buscas na região. No entanto, como o avião era branco, ele se misturou com a neve, tornando-se impossível sua visualização do céu. Após 8 dias as buscas foram canceladas. Um dos sobreviventes havia encontrado um radio dentro do avião, e conseguiu ouvir a noticia de que não os procuravam mais.

Um Ato de extrema necessidade (Canibalismo)

No avião encontrava-se uma pequena quantidade de alimentos, algumas barras de chocolate, outros lanches variados, e algumas garrafas de vinho. Durantes os dias seguintes o grupo dividiu os alimentos, racionando ao máximo, para uma maior duração. Também foi desenvolvido um sistema para derretimento da neve, em cima de uma placa de alumínio para a obtenção de aguá potável.

Mesmo com o racionamento rigoroso, o Stock de comida durou pouco tempo. Além disso como a região era rigorosa, e muito gelada impedia que qualquer vegetação, ou animal sobrevivesse por ali. Assim, o grupo tomou uma decisão coletivamente, comeria a carne dos mortos no acidente, começando pelo piloto. Essa decisão foi muito difícil, e muitos em decorrer de sua religião (Cristianismo), se viram pecadores diante da ocasião, sem contar que muito dos mortos eram colegas e familiares.

Em seu livro em 2006, Miracle in the Andes: 72 Days on the Mountain and My Long Trek Home, Nando Parrado comentou sobre a decisão.

Em altitudes elevadas, as necessidades calóricas do organismo são astronômicas ... estávamos morrendo de fome a sério, sem nenhuma esperança de encontrar comida, mas a nossa fome logo se tornou tão voraz que procuramos qualquer maneira ... uma e outra vez que percorri a fuselagem em busca de migalhas e bocados. 
Tentamos comer tiras de couro rasgado de peças de bagagem, embora soubéssemos que os produtos químicos com que tinham sido tratados nos fariam mais mal do que bem. Rasgamos almofadas de assento na esperança de encontrar palha, mas encontramos apenas espuma do estofamento não comestível ... Uma e outra vez cheguei à mesma conclusão: a menos que comesse as roupas que trazia vestidas, não havia nada para além de alumínio, plástico, gelo e rocha.
A Avalanche

8 dos sobreviventes iniciais  morreram na manhã de 29 de outubro, decorrente de uma Avalanche que desceu sob cascata, e atingiu todo o grupo que dormia na fuselagem do avião. Durante três dias eles viveram confinados dentro do avião enterrado na neve, com apenas um pequeno buraco no teto que os proporcionou alguma ventilação.

Decisões Difíceis

Mesmo antes da Avalanche, os sobreviventes ja insistiam de que seu único meio de sobrevivência, seria escalar as montanhas em busca de ajuda. Portanto, foi decidido que um grupo de expedicionários seria escolhido, e então atribuído a maioria das rações de comida, roupas mais quentes, e poupou o trabalho manual diário em torno do local do acidente, que foi essencial para a sobrevivência do grupo, para que eles pudessem construir sua força.

Embora vários sobreviventes estivessem determinados a ser a equipe da expedição não importa o que, inclusive Nando Parrado e Roberto Canessa, um dos dois estudantes de medicina, outros foram menos dispostos ou inseguro de suportar um calvário fisicamente exaustivo.. Do resto dos passageiros, Turcatti Numa e Antonio Vizintin foram escolhidos para acompanhar Canessa e Parrado.

Por insistência de Canessa, os expedicionários esperaram quase sete semanas, para permitir a chegada da primavera, e com ela temperaturas mais quentes. Depois de várias horas de caminhada a leste, o trio encontrou inesperadamente a cauda do avião, que ainda estava praticamente intacta. Dentro e ao redor da cauda foram inúmeras malas que haviam pertencido aos passageiros, contendo cigarros, doces, roupas limpas e até mesmo algumas revistas em quadrinhos. O grupo decidiu acampar lá naquela noite dentro da seção da cauda, e continuar a leste na manhã seguinte.

No entanto, na segunda noite da expedição, que foi sua primeira noite dormindo ao relento exposto aos elementos, o grupo quase congelaram até a morte. Depois de algum debate na manhã seguinte, eles decidiram que seria mais prudente retornar à cauda, retirar as pilhas do avião e trazê-los de volta para a fuselagem para que eles podessem ligar o rádio e fazer uma chamada SOS para Santiago para obter ajuda.

Depois de retornarem para a fuselagem do avião, junto ao grupo, eles pegaram o avião e retornaram até a cauda do mesmo para fazer a tentativa. Depois de muitas tentativas e nenhum êxitos, eles desistiram do radio e mais uma vez retornaram a fuselagem.

O Saco de Dormir

Agora era evidente que a única saída era subir as montanhas a oeste. No entanto, eles também perceberam que a menos que eles encontrassem uma maneira de sobreviver a temperatura de congelamento das noites, uma caminhada era impossível. Foi neste ponto que a idéia para um saco de dormir foi levantada. Em seu livro, Miracle in the Andes: 72 Days on the Mountain and My Long Trek Home, Nando Parrado quis comentar 34 anos depois, ao fazer o saco de dormir:

O segundo desafio seria a de nos proteger da exposição, especialmente após o anoitecer. Nesta época do ano podemos esperar temperaturas diurnas bem acima de zero, mas as noites ainda estavam frios o suficiente para nos matar, e nós sabíamos, agora que nós não poderíamos esperar encontrar abrigo na encosta aberta. Precisávamos de uma maneira de sobreviver a longas noites sem congelar, e golpeamos o isolamento acolchoado que estava na cauda do avião, deu-nos a nossa solução ... como nós pensamos em conjunto sobre a viagem, percebemos que poderíamos costurar os patches juntos para criar um grande colcha quente.  
Então percebemos que dobrando o edredon no meio e costurar as costuras juntos, poderíamos criar um saco de dormir isolados grande o suficiente para todos os três expedicionários dormir dentro. Com o calor de três corpos presos pelo pano de isolamento, sejamos capazes de resistir as noites mais frias. Carlitos [Páez] aceitou o desafio. Sua mãe havia lhe ensinado a costurar quando era um menino, e com a agulha e linha a partir do kit de costura encontrado bolça de cosméticos de sua mãe, ele começou a trabalhar ... para acelerar o progresso, Carlitos ensinou os outros a costurar, e todos nós revezavamos ... Coche [Inciarte], Gustavo [Zerbino], e Fito [Strauch] acabaram por ser os nossos alfaiates melhores e mais rápidos.
Depois que foi concluído o saco de dormir e outro sobrevivente, Turcatti Numa, morreu de seus ferimentos, o hesitante Canessa finalmente foi convencido a partir, e os três expedicionários levaram à montanha em 12 de dezembro.

12 de Dezembro

Parrado assumiu a liderança, e muitas vezes teve que ser chamado a desacelerar, embora o escasso oxigênio tornava difícil para todos eles. Ainda era muito frio, mas o saco de dormir lhes permitiu viver as noites. Depois de muitas dificuldades durante a caminhada, e sabendo que a caminhada teria mais energia do que eles planejaram originalmente, Parrado e Canessa enviaram Vizintín de volta ao local do acidente, pois estavam a esgotar-se rapidamente de rações. Desde o retorno foi inteiramente para baixo, ele levou apenas uma hora para voltar à fuselagem através de um trenó improvisado.

Ajuda para encontrar

Depois de caminhar por mais alguns dias encotraram o leito do rio Azufre, o qual os dois seguiram até encontra vestígios de Camping, e grandes sinais de presença humana. Depois de avistarem um homem a cavalo, o pequeno grupo tentou explicar sua situação, mas foram atrapalhados pelo forte barulho que vinha do rio. O Homem a Cavalo se chamava Sergio Catalan e depois de receber a noticia e passala ao comando do Exercito de São Francisco e Santiago, ajudou Parrado e Canessa os alimentando e oferecendo repouso.

Na manhã seguinte, a expedição de resgate deixou Santiago, e após uma parada em San Fernando, mudou-se para leste. Dois helicópteros tiveram que voar no meio do nevoeiro, mas chegou a um lugar perto de Los Maitenes apenas quando Parrado e Canessa passavam a cavalo, indo para Puente Negro. Nando Parrado foi recrutado para voar de volta para a montanha a fim de orientar os helicópteros para o restante dos sobreviventes.

O Resgate

Na manhã do dia em que o resgate começou, aqueles que permanecem no local do acidente ouviram em seu rádio que Parrado e Canessa tinham sido bem sucedido em encontrar ajuda e naquela tarde, 22 de dezembro de 1972, dois helicópteros carregando escaladores de busca e resgate chegaram.

No entanto, a expedição (com Parrado a bordo) não foi capaz de chegar ao local do acidente até a tarde, quando é muito difícil de voar na Cordilheira dos Andes. Na verdade o tempo estava muito ruim e os dois helicópteros foram capazes de resgatar apenas metade dos sobreviventes.

Eles partiram, deixando a equipe de resgate e sobreviventes no local do acidente para mais uma vez dormir na fuselagem, até que uma segunda expedição com helicópteros poderia chegar na manhã seguinte. A segunda expedição chegou ao amanhecer de 23 de dezembro e o restante dos sobreviventes (ainda restavam catorze) foram resgatados.

Todos os sobreviventes foram levados para hospitais em Santiago e tratados para a doença de altura, desidratação, queimaduras, geladuras, ossos quebrados, escorbuto e desnutrição.

Lista de Passageiros

Os sobreviventes são indicados em negrito.

Tripulação

Colonel Julio Ferradas, Pilot
Lieutenant Colonel Dante Lagurara, Co-Pilot
Lieutenant Ramon Martínez
Corporal Carlos Roque
Corporal Ovidio Joaquin Ramírez

Passageiros

Francisco Abal
Jose Pedro Algorta
Roberto Canessa
Gaston Costemalle
Alfredo Delgado
Rafael Echavarren
Daniel Fernández
Roberto Francois
Roy Harley
Alexis Hounié
Jose Luis Inciarte
Guido Magri
Alvaro Mangino
Felipe Maquirriain
Graciela Augusto Gumila de Mariani
Julio Martínez-Lamas
Daniel Maspons
Juan Carlos Menéndez
Javier Methol
Liliana Navarro Petraglia de Methol
Dr. Francisco Nicola
Esther Horta Pérez de Nicola
Gustavo Nicolich
Arturo Nogueira
Carlos Páez Rodriguez
Eugenia Dolgay Diedug de Parrado
Fernando Parrado
Susana Parrado
Marcelo Perez
Enrique Platero
Ramón Sabella
Daniel Shaw
Adolfo Strauch
Eduardo Strauch
Diego Storm
Numa Turcatti
Carlos Valeta
Fernando Vázquez
Antonio Vizintín
Gustavo Zerbino


Momento da chegada do Resgate





 Assombrações

"Entre o mundo que vivemos e as coisas que tememos existem portas, quando elas se abrem os pesadelos viram realidade."
Já entrou em uma casa velha e sentiu que havia alguém lhe observando porém você estava sozinho? Pois a serie Assombrações do canal Discovery mostra relatos reais de fenômenos paranormais contatos com seus próprios personagens.

Você irá testemunhar coisas como tragédia, suicídio e assassinato que afetam pessoas normais, rotinas como a sua porém com situações aterrorizantes e no final vai notar que a vida e a morte é muito além do que se imagina.

Em um dos episódios intitulado Casa do Inferno vamos conhecer uma família atormentada pela compra de uma casa do século XIX localizada no estado norte-americano de Connecticut, fenômenos paranormais de caráter violento invadem esta lugar dia após dia. Enquanto o mal espreita uma equipe de pesquisadores psíquicos é contratada para se comunicar e lutar contra a fúria de um demônio.


 As Músicas que embalaram as aventuras de Sobrenatural


Relembrem as musicas que agitaram as aventuras de Sammy, Dean e o resto da turma da serie mais querida do mundo

Pra começar 

AC/DC Thunderstruck




Música 2

Kansas - Carry on my wayward son



Música 3

 Scorpions - Rock you like a hurricane 

Música 4

Creedence Clearwater Revival - Bad Moon Rising




 Os Mistérios de Roswell - A Isca

 Bom depois de relembrar alguns filmes e desenhos animados da minha infância resolvi publicar o episodio de um deles em questão "Mistérios de Roswell", esse desenho marcou muito minha infância, me proporcionando minhas primeiras informações sobre Ufologia.

O Episodio foi meio difícil de encontrar, mas consegui e esta dublado e com otima qualidade vou buscando mais alguns para que vocês possam conferir o porque de ser um dos meus desenhos favoritos.




 Snuff Movie - Mutilada e Estuprada

Bom acho que de todos os vídeos bizarros que ja vi esse se coloca entre os mais escrotos. Tortura, estupro e humilhação, não tem nem como imaginar a dor que essa mulher passou é simplesmente agonizante ouvir os  gritos de dor.

Não tenho muitas informações sobre o vídeo, a unica coisa que podemos identificar é que são asiáticos. O Id voltou mais bizarro do que nunca.