Blog

Blog

5 de jul de 2013

Direto da redação - O seu fim de noite!




Fábrica de Verdades 


Um documentário descontraído que discute como a TV influencia a vida das pessoas, como altera o padrão ético, gera o conformismo e controla as massas. Depoimentos brilhantes como o do escritor Ferréz, de Olgária Matos, Esther Hamburguer, Marcia Tiburi, Pedro Puntoni e Lisa Gunn, mostrando o lado que muitas pessoas sequer chegaram a pensar sobre a TV.


Arte na Periferia 



"Transformar uma periferia violenta em uma periferia viável, em uma periferia com perspectiva de futuro".
O documentário que trata de como a arte pode transformar a periferia, as pessoas e a cidade em um lugar mais humano, mais consciente e mais sensível. Podemos substituir a repressão em educação e formação do indivíduo. Nesse cenário toda a sociedade sai ganhando.

Há uma verdadeira explosão cultura na periferia: Teatro, artes plásticas, poesia, Hip-Hop, Samba, cinema... "não é mais preciso atravessar a ponte para chegar até a arte".

O Massacre do Pinheirinho: A Verdade Não Mora ao Lado (2012)





Conheça até que ponto vai a mesquinhez e truculência do Poder Público de São Paulo, uma realidade que não vai passar na mídia tradicional...

Pinheirinho e fazendas de gado

"A violenta, covarde e ilegal desapropriação do Pinheirinho, área ocupada por 2 mil famílias em São José dos Campos, presenteou o “banqueiro” Naji Nahas. A área é parte da massa falida da sua empresa, a Selecta, e a futura venda do terreno de 1,3 milhão de metros quadrados, avaliado em R$ 180 milhões, ajudará a pagar parte da sua milionária dívida de impostos com a prefeitura local.

Já Daniel Dantas foi presenteado com a notícia de que a Justiça Federal desbloqueou 27 fazendas de gado de sua “propriedade”. Elas tinham sido confiscadas em julho de 2009 em decorrência da Operação Satiagraha, desencadeada pela Polícia Federal para investigar os crimes financeiros patrocinados pelo agiota." (Altamiro Borges)



Privataria Tucana




Não apoiamos nenhum partido, inclusive não acreditamos que nenhum deles possa representar verdadeiramente a vontade da maioria. Mas no caso da repercussão do livro de Amaury Ribeiro decidimos mostrar o assunto mais polêmico da Internet nas redes sociais desses últimos dias, mas que mesmo assim a Mídia Tradicional insiste em jogar para baixo do tapete. Por essa razão, o silêncio da mídia, postamos esse assunto.
Se a grande mídia esconde uma obra que se esgotou nas livrarias em menos de 48 horas, alguma coisa podemos esperar. Se ela nos esconde os principais atores de uma trama de corrupção, quando disser alguma coisa, será para defendê-los... E isso é extremamente preocupante.
Mostramos umas das poucas inserções televisivas feitas de um dos assuntos mais sérios da recente história do país:




"O jornalista Luiz Nassif classificou a obra como "A reportagem investigativa da década". Os jornalistas Luiz Carlos Azenha e Luis Fausto afirmaram que os 15 mil exemplares da 1ª edição foram esgotados no primeiro dia. (...)

O jornalista Paulo Henrique Amorim defende que o conteúdo do livro é suficiente para que figuras como José Serra e Fernando Henrique Cardoso sejam presos, a exemplo de outros ex-presidentes latino-americanos que também comandaram privatizações fraudulentas em seus países, como Alberto Fujimori do Peru, Gonzalo Sánchez Lozada da Bolívia, Carlos Salinas de Gortari do México. Além destes, também haveria material incriminatório contra Daniel Dantas, os compradores da Telemar,Carlos Jereissati e Sergio Andrade; Ricardo Sergio de Oliveira e a filha e genro de José Serra, Verônica Serra e Alexandre Bourgeois." (fonte: Wikipedia)

Esperamos que algum dia esse livro se torne um documentário...


A Vale é Nossa (2007)







A privatização da Vale do Rio Doce foi feita durante o governo FHC num clima de indignação dos setores mais progressistas da sociedade. Um empresa que chega a dar lucros de 13 bilhões de dólares anuais, foi vendida pela bagatela de pouco mais de 3 bi. Para piorar, grupos que avaliaram a empresa foram os mesmos a comprá-la, mostrando aí, um enorme conflito de interesses.

Junto com a empresa, o Brasil perde a maior jazida de ferro do mundo, as maiores de ouro, alumínio e urânio da América Latina e todo o resto do patrimônio como fábricas de celulose, ferrovias e, pior, grande parte do território.

Perda de divisas, de empregos e degradação ambiental é causada na visão de muitos pela nova gestão da empresa, que essencialmente visa lucro.


 Meteroro derruba avião de combate à incêndio no Colorado – EUA


Coisas bem estranhas estão acontecendo neste planeta.
No Colorado, EUA, as autoridades estavam numa tarefa para controlar um incêndio nas florestas da região, quando de repente começa uma chuva de “meteoros” justamente na área onde estavam combatendo o incêndio. Imediatamente várias pessoas começaram a ligar para os órgãos públicos para alertar o ocorrido, logo em seguida as missões dos aviões tanques são suspensas.

Muitos relatam um “objeto grande em chamas acompanhado de outros objetos menores”.


Fonte da imagem: thedenverchannel
Mais estranho ainda é esta suposta imagem que mostra o impacto de um dos meteoros em um dos aviões que participavam da missão.


Suposta imagem do avião tanque se partindo em pedaços ao ser atingido por um meteoro.
Segundo a testemunha Mary Grace McAlister:
“Parecia uma luz brilhante caindo sobre a terra … parecia que algo estava pegando fogo, e nós não poderíamos dizer se era um avião”, ela disse ao News Summit Daily.



Comentários no vídeo do Youtube alegam que os aviões tanque não estavam combatendo o incêndio, mas espalhando Chemtrails e teriam sido atingidos pelos “meteoros”.
Tenho reparado que está aumentando o número de objetos em chamas caindo do céu e me pergunto qual é a probabilidade de um meteoro acertar em cheio um avião aqui na Terra. Muito estranho.


 Como seria a Terceira Guerra Mundial na era high-tech

A história da humanidade sempre foi marcada por grandes guerras, conflitos históricos que ceifaram a vida de milhões de pessoas de várias nacionalidades. Se elas trouxeram muitas mortes e muita destruição, também mostraram grandes revoluções tecnológicas.

Foi assim na Primeira Guerra Mundial, com os primeiros combates aéreos, e também na Segunda Guerra Mundial, com o nascimento da logística propriamente dita e a utilização das bombas atômicas (que ajudaram na criação da internet).

E você, já parou para pensar em quais seriam as revoluções trazidas por um novo combate armado? Hoje, com a tecnologia mais presente do que nunca em nossas vidas, talvez uma guerra mundial fosse capaz de mostrar um uso nunca antes visto de recursos diferenciados.

E é essa a ideia deste artigo. Aqui não vamos abordar o que desencadearia uma possível Terceira Guerra Mundial ou quais países estariam envolvidos, somente as incríveis tecnologias que poderiam ser utilizadas. Confira!

Armas revolucionárias

Os armamentos sofreram muitas melhorias tecnológicas desde a Segunda Guerra Mundial. Entretanto, algumas clássicas só estão ganhando adaptações hoje em dia, como no caso da modernização do rifle AK-47, que deve receber equipamentos destacáveis, como mira óptica e lanterna.

 
Mas há também novos e impressionantes recursos, como o canhão laser que deve ser adotado pela Marinha dos Estados Unidos. A arma é capaz de atirar nada menos do que 14 quilowatts de luz concentrados em um único ponto, fazendo com que o alvo entre em combustão instantaneamente.

Já para os combates corpo a corpo, uma boa alternativa é a utilização de fuzis inteligentes, com balas que possam ser “programadas” pelos soldados, como o Rifle XM25.






Além deste rifle, há a opção também das balas teleguiadas, que podem orientar-se em direção ao alvo caso ele mude a sua localização. Esse tipo de munição trabalharia como uma espécie de versão em miniatura dos mísseis teleguiados e poderia percorrer grandes distâncias.

HAARP


O HAARP é, com certeza, o trabalho militar que mais impõe medo na população mundial. O projeto de estudos sobre a ionosfera terrestre tem como objetivo principal ampliar o conhecimento sobre o assunto.




Entretanto, há controvérsias, e muitos falam que o HAARP é, na verdade, uma arma geofísica capaz de controlar placas tectônicas, temperatura atmosférica e até mesmo o nível de radiação que passa pela camada de ozônio. Teorias conspiratórias dizem, inclusive, que a arma seria responsável pelo terrível terromoto ocorrido no Haiti, além de causar barulhos estranhos no céu de todo o planeta.

Hackers – o poder nas mãos dos nerds


Os governos do mundo todo lutam para manter os hackers mais brilhantes do seu lado, e não é para menos. Muitos especialistas determinam que é o campo cibernético que deverá determinar o sucesso ou o fracasso das grandes nações em uma possível Terceira Guerra Mundial.
Já imaginou a luta, por exemplo, entre os grandes cérebros do planeta em busca do controle de bolsas de valores, usinas de energia ou plataformas de lançamento de mísseis nucleares?

Supersoldados


A preparação dos soldados é algo que pode definir uma guerra, afinal de contas, é a infantaria que consegue conquistar os principais objetivos de uma batalha. E novas ferramentas para deixar os combatentes estão sempre em pauta, como a utilização de exoesqueletos. Esse tipo de recurso, muito famoso por ser visto nos filmes, já está bem próximo da realidade e poderia ser utilizado em uma grande guerra mundial.






Esses soldados teriam também a chance de controlar as próprias armas com a força da mente. Pequenas ondas elétricas administradas no cérebro dos combatentes poderiam permitir a ligação direta entre a mente do soldado e sistemas bélicos, como drones ou sondas.

 

Bombas atômicas


As bombas atômicas são grande objeto de discussão mundial e não é para menos, pois o seu poder destrutivo é impressionante. Mas será que elas podem chegar a ser utilizadas sem que acabem com todo o planeta?

Apesar de muitos acharem que não, vários países continuam trabalhando em seu desenvolvimento. Além disso, há também as pandemias, que podem ser até mesmo mais perigosas que as explosões atômicas.

Combatentes artificiais


A robótica com certeza teria um papel fundamental nos combates armados da Terceira Guerra Mundial. E a serventia dos soldados de ferro seria enorme, pois eles podem ser desenvolvidos de acordo com a necessidade de cada exército.

SnakeBot de olho em tudo o que está acontecendo (Fonte da imagem: Reprodução/ Popular Science)

O Snakebot, por exemplo, é um robô com o formato de uma cobra capaz de passar por canos, rastejar de forma imperceptível por barcos, salas escondidas e florestas e, se necessário, ficar de pé para oferecer uma visão mais abrangente.

Já o PETMAN é um robô que imita o corpo humano e é capaz de caminhar, correr e escalar como se fosse uma pessoa real. Este poderia, por exemplo, ser utilizado em combates de infantaria.

Há também muitos estudos que trabalham a inteligência dos robôs e, em alguns casos, já se pensa em dar a liberdade para que eles decidam se devem ou não matar uma pessoa, por exemplo. O recurso, a princípio, seria utilizado no X-47B, um jato de combate não tripulado.




(Fonte da imagem: LA Times)


E caso não haja tanta confiança na inteligência artificial dos robôs, uma boa saída é a criação de avatares que possam ser controlados por seres humanos, tudo de maneira muito semelhante àquela vista no filme de James Cameron.

Controle da mente

Além das armas de destruição em massa, outros tipos também poderiam ser objeto de preocupação. Na Rússia, por exemplo, foi confirmado recentemente que há estudos direcionados à criação de uma arma capaz de controlar a mente das pessoas, transformando-as em zumbis.

Espionagem avançada

espionagem sempre ocupou um papel importante nos conflitos e teve o seu auge com a Guerra Fria entre Estados Unidos e União Soviética. Por isso, novas tecnologias nesse sentido sempre estão em desenvolvimento.

(Fonte da imagem: Reprodução/DARPA)

Uma alternativa interessante em estudo é o desenvolvimento de insetos recriados com perfeição, isso com a finalidade de se conseguir espionar conversas e lugares passando-se totalmente despercebidos.

Já o Vulture, desenvolvido pela DARPA em conjunto com a Boeing, trabalharia de maneira diferente. O avião funcionaria como um tipo de satélite, realizando vigilância e monitoramento de grandes áreas sem a necessidade de tripulação. O mais incrível é que ele poderia voar até cinco anos sem ter que pousar.  




A DARPA também pensa em realizar um monitoramento de fora do planeta. O projeto Phoenix busca, em um futuro próximo, conseguir reaproveitar o lixo espacial que orbita a Terra para reconstruir, diretamente no espaço, novos satélites de espionagem.

Além disso, muitos segredos militares poderiam ser descobertos de maneira ainda mais simples, sendo revelados pelos aparelhos de TV ou geladeiras presentes na residência dos grandes líderes mundiais, por exemplo. De acordo com o diretor da CIA, as casas inteligentes podem facilitar muito o trabalho de investigação de seus agentes.


 Militares acreditam em ‘golpe’ e Globo poderá incentivar revolução


Para general, Foro de SP, união da esquerda no continente, é preparação para tomada do poder
A aproximação do novo encontro do Foro de São Paulo, no mês que vem, na capital paulista, fez com que a organização voltasse a ser alvo de ataques de grupos ligados às Forças Armadas e a movimentos da antiga direita. A reunião será entre os dias 31 de julho e 4 de agosto.

O foro foi criado em 1990 por lideranças de esquerda de diversos países da América Latina e do Caribe para debater consequências da implantação de políticas consideradas neoliberais após a queda do Muro de Berlim (1989). O PT é um dos partidos integrantes e ocupa a Secretaria Executiva da entidade.

Globo quer dar um golpe na Dilma! Eu não consigo mudar o disco e sou do PIG!

Militares da reserva, contudo, entendem que a organização tem um objetivo golpista. “Todo o movimento comunista do qual faz parte o Foro de São Paulo, o PT e outros, tem como finalidade a obtenção do governo comunista. Tem toda uma técnica, toda uma estratégia. O objetivo final é a instalação de uma ditadura do proletariado”, afirmou o general Marco Antônio Felício da Silva em palestra realizada, na semana passada, em Belo Horizonte.
Indagado sobre quando se daria esse golpe, se ocorreria já nos próximos anos, o general respondeu que não saberia precisar. “Eu não posso prever em quanto tempo. O que eu posso te dizer é que eles já estão no processo revolucionário, e, nesse processo, a primeira coisa que ocorre é a conquista do governo”, enfatizou.
ideias. As teorias sobre a suposta tomada do poder são muitas. Segundo o general, estão sendo infiltradas ideias revolucionárias e mensagens subliminares sobre o comunismo imperceptíveis para a maioria das pessoas, mas que farão sentido quando o “golpe” for concluído.
Ainda de acordo com o militar, além de propagandas e programas sociais, como o Bolsa Família – ferramentas para disseminar essas mensagens – formadores de opinião, como professores e jornalistas, também estariam sendo “usados”. “A mídia é quase toda controlada pelos esquerdistas”, apontou.
Ao longo da palestra, os participantes se manifestaram sobre as teorias. “Mas como podemos reverter esse processo?”, perguntou um dos espectadores. A resposta do general foi enfática: “Estamos bem próximo de não conseguir mais reverter esse processo”. A instalação da Comissão Nacional da Verdade também foi bastante criticada no evento.

Assista também:

Movimento Passe Livre é Distração Para Golpe em SP!

 PROFECIAS DE ISRAEL


O EXÉRCITO DE SATANÁS




Veja o Vídeo que pede boicote à Copa e já tem 2,5 milhões de visualizações

Cineasta brasileira pede boicote à Copa do MundoBBC

O vídeo em que a cineasta brasileira Carla Dauden pede, em inglês, que haja um boicote à Copa do Mundo de 2014 já tem 2,4 milhões de visualizações após quatro dias
Além disso, mais de 67 mil internautas  já avaliaram a publicação no You Tube e 97 % apoiam a iniciativa da cineasta.
A gravação fala tanto de problemas que, segundo Dauden, o país deveria “ter resolvido, mas não resolveu” — como a falta de médicos e equipamentos em hospitais públicos — quanto de polêmicas ligadas às obras do Mundial — como o projeto que previa a demolição do antigo Museu do Índio, no Rio.

— E um país que é número 85 no ranking de desenvolvimento humano e onde muitas pessoas morrem esperando tratamento médico precisa de mais estádios?

Campanha pedindo “boicote à Copa” aquece debate sobre Mundial
Nos comentários sobre o vídeo, alguns internautas dizem apoiar um boicote. E a campanha para dissuadir estrangeiros de assistirem aos Jogos no Brasil também já virou tema de debates em redes sociais e bandeira de alguns manifestantes.

Assista ao vídeo


A Armadilha: O Que Aconteceu com Nosso Sonho de Liberdade / The Trap: What Happened to Our Dream of Freedom (2007)




Clicar no ícone do Youtube para ativar as legendas em português.
Mais um grandioso documentário da BBC produzido por Adam Curtis.
A tão prometida liberdade prometida pela elite mundial... quando chegará a nós?
Em cima do discurso "liberdade", os governantes paulatinamente criaram ardilosos meios para controlar o povo.

Shlomo Sand: A invenção da terra de Israel


Se absurdamente a ONU permitiu que palestinos fossem expulsos da terra em que moravam havia mais de mil anos, em detrimento a uma ideia de que os judeus foram expulsos num passado distante pelos romanos, e que essa ideia permita que Israel continua imprimindo tamanha violência sobre as famílias palestinas, o que faríamos se fosse comprovado que os judeus nunca tivessem sido expulsos de lá?
É disso que se trata essa palestra. Shlomo Sand, um professor da Tel-Aviv resolveu enfrentar as barreiras mitológicas e provar a farsa em que foi construída toda a base do sionismo. (docverdade)

"O Judaísmo, assim com o Cristianismo e o Islamismo não tem pátria"
"Aqui, além de desconstruir os mitos bíblicos que os sionistas encamparam e difundiram entre as comunidades judaicas pelo mundo afora, poderemos entender com mais clareza os motivos que os moviam (e movem) neste projeto colonialista." (Josepa)

GEORGE GALLOWAY nos EUA - ATUALIZADO!


Legendas corrigidas. Muitos no Brasil questionaram quem é Galloway. Por esse motivo, dispomos um exemplar da sua atuação pelo mundo, neste caso dando uma sova nos senadores dos Estados Unidos.

George Galloway, um dos mais atuantes parlamentares da Grã-Bretanha, sempre foi alvo da mídia reacionária mundial, que vê nele, um representante das minorias oprimidas, dos povos de terceiro mundo, do ativismo político, e justamente por isso, considera-o como um dos principais opositores criticando-o ferozmente.
Mas quando se há espaço midiático, Galloway impressiona por sua contundência, altruísmo e inteligência, acabando com qualquer argumento mesquinho corporativista.

Nesse vídeo ele aparece como convidado no Senado estadunidense sobre uma CPI de proprinas ao Iraque, rebatendo de forma elegante, mas ácida, as acusações de seu principal rival nos EUA, dando-lhe uma grande lavada, que ficará gravada para sempre na infame história imperialista desse país.