Blog

Blog

1 de set de 2013

Direto da redação - Edição da tarde!














 Obama anuncia que vai atacar a Síria. Tempestade perfeita no horizonte para a 3ª Guerra?

E lá vamos nós em "mais do mesmo"...

Mais manipulações, joguinhos e falcatruas "por debaixo dos panos" para nos levar a uma possível "guerra mundial".
Assim como antes da II Guerra Mundial, o mundo está em depressão financeira (apesar de os jornais nos dizerem que é "recessão") e sofrendo várias outras formas de instabilidade existencial, social e de valores.

...vivemos na era do "Capimunismo" mundial.

O Irã já tinha avisado: se atacar a Síria, eles atacam Israel... Será terrível!

Apesar do fato de que tanto a Rússia e a China têm vindo sucessivamente com avisos de que qualquer ataque à Síria seria recebido com resultados catastróficos, Barack Obama parece pronto para cimentar o seu lugar na história como o presidente dos EUA, que pode trazer o Armageddon como esta compilação de vídeo do cinegrafista Jason nos mostra claramente uma 'tempestade perfeita para 3ª Guerra no horizonte.

Mesmo que inspetores da ONU na Síria saíram e afirmam que os rebeldes do Exército Livre Sírio lançou o ataque químico contra o povo sírio, Barack Obama está prestes a derrubar o próximo dominó levando aos elitistas o sonho de uma 'Nova Ordem Mundial', apesar de o fato de que milhões de americanos inocentes e pessoas de todo o Oriente Médio e do mundo podem em breve tornar-se vitimas de terror de Obama se ataca a Síria.

 É oficial: Ataques de gás na Síria são obra de aliados dos EUA. Confira as evidências

Confira as evidências deste ataque, onde já estávamos convictos que era de falsa bandeira.
Mesmo assim os globalistas (vulgo Estados Unidos), mantêm a mentira, e pretendem atacar a Síria, promovendo um caos ainda maior.

Enquanto os EUA consideram uma resposta ao que chamam de um ataque de armas químicas efetuado pelo regime sírio de Bashar al-Assad que matou milhares de civis, fontes confiáveis do Oriente Médio dizem ter provas de que os culpados são na verdade forças rebeldes tentando dominar o governo.

O Secretário de Estado John Kerry acusou o governo de Assad nessa segunda-feira de acobertar o uso de armas químicas. Kerry alega que o governo Obama tem provas “inegáveis” de que “o governo Assad é culpado pelo uso de armas químicas contra civis” no ataque de 21 de agosto no subúrbio de Damasco.

Notícias de que Obama considera um ataque militar contra o governo de Assad continuaram a circular na segunda-feira. Enquanto isso, inspetores da ONU na Síria foram atacados por franco-atiradores enquanto tentavam investigar a cena do ataque de 21 de agosto.

Assad nega que as forças de seu governo utilizaram armas químicas, classificando as acusações de “absurdas” e “completamente politizadas”, segundo reportagem do jornal Los Angeles Times.
Ele alega que havia forças sírias na área visada.

“Como é possível que qualquer país pudesse usar armas químicas, ou qualquer outra arma de destruição em massa, em um local onde estão localizadas suas próprias forças?” Perguntou Assad em entrevista ao jornal russo Izvestia, de acordo com tradução fornecida por uma agência de notícias oficial da Síria e publicada no Los Angeles Times.

“Isso é absurdo! Essas acusações são completamente politizadas e surgiram logo após avanços feitos pelo exército sírio contra os rebeldes”.
Ataque Rebelde?

Com a ajuda do ex-membro da Organização pela Libertação da Palestina e falante nativo de árabe Walid Shoebat, o WND juntou provas de várias fontes do Oriente Médio que lançaram dúvidas sobre as acusações do governo Obama de que o regime de Assad seria responsável pelos ataques da semana passada.

Um vídeo postado no YouTube, logo abaixo, mostra as rebeldes da Exército Livre da Síria lançando um ataque de gás sarin em uma vila síria.

Outro video postado no YouTube mostra o que parece ser rebeldes sírios carregando um foguete com um tambor de gás nervoso aparentemente para lançá-lo contra civis e possivelmente forças do governo.
Como pode ser visto, uma captura de imagem do vídeo mostra forças civis rebeldes colocando um barril azul suspeito na ponta de um lançador de foguetes.


Outro vídeo do YouTube da televisão síria mostra um arsenal capturado pelo governo que parece ser de armas de gás nervoso confiscadas da fortaleza rebelde em Jobar, na Síria.

A imagem abaixo mostra barris no arsenal capturado em Jobar que se parecem com o barril lançado pelas forças rebeldes na primeira imagem acima.

Notícia do telejornal sírio sobre as armas capturadas em Jobar, Síria

Uma imagem aproximada da reportagem televisiva, vista abaixo, mostra um agente químico identificado com fabricado em uma “fábrica saudita”.

Telejornal sírio mostra agentes químicos identificados como de fabricação saudita

Uma reportagem do canal russo em língua árabe RT Arabic mostra arsenais confiscados dos rebeldes aparentemente com agentes químicos fabricados na Arábia Saudita e máscaras de gás, o que sustenta a alegação da Rússia de que são os rebeldes os culpados pelos supostos ataques químicos.



Em 23 de agosto, o site LiveLeak.com disponibilizou uma gravação em áudio de uma ligação telefônica divulgada na TV síria entre um terrorista aliado à milícia civil rebelde “Batalhão Shuhada al-Bayada” localizada em Homs, na Síria, e seu chefe saudita, identificado como “Abuldasit”. A conversa telefônica indica que terroristas aliados aos rebeldes na Síria, e não o governo sírio, lançaram ataques químicos em Deir Ballba na zona rural de Homs.


O terrorista afirma que seu grupo, formado por 200 terroristas que escaparam de al-Bayadah para al-Daar al-Kabera por meio de um túnel, precisavam comprar armas para atacar Homs.

O patrocinador saudita, que estava no Cairo, pediu aos terroristas sírios que dessem detalhes sobre seu grupo e sobre como ele receberia o dinheiro. Os sauditas admitiram apoiar terroristas em Daraa e na zona rural de Damasco. O terrorista sírio lhe disse que um dos feitos de seu “batalhão” foi o uso de armas químicas em Deir Ballba.

A gravação revelou a colaboração entre dois grupos terroristas na Síria para trazer duas garrafas de gás sarin da zona de Barzeh, em Damasco.

As agências de notícias russas vêm noticiando constantemente que o exército sírio descobriu depósitos rebeldes contendo substâncias para armas químicas e documentaram ataques de armas químicas contra civis e militares.

Fonte: www.juliosevero.com




As 10 Maiores Descobertas do Egito Antigo

O título original é "Egypt's Ten Greatest Discoveries", escrito e dirigido por Ben Mole e apresentado por Zahi Hawass, com uma lista dos 10 melhores descobertas de locais e artefatos dos egípcios antigos que são de importância cultural para o país.

A lista foi compilada por Hawass com a ajuda de alguns dos mais importantes egiptólogos do mundo. Cada descoberta tem um tema centrado em torno de uma parte da vida cotidiana no Egito Antigo. Para seis dessas descobertas, uma certa ênfase é colocada sobre a forma como alguns dos seus temas conseguiram influenciar a vida moderna. O documentário termina com um pequeno segmento de como a prática da mumificação influenciando a cirurgia moderna com os dois procedimentos a partilhar muitas das mesmas técnicas.

Sinopse:

Durante mais de 200 anos, o Egito abrigou os maiores descobrimentos do mundo. O Egito na História é um especial de 90 minutos que transporta os telespectadores até o mundo da arqueologia moderna e das análises científicas para descobrir seus incríveis e inexplorados segredos. Acompanhado por uma equipe de importantes cientistas, o prestigiado arqueólogo Zahi Hawass viaja por todo o país, guiando os telespectadores pelas histórias de dez importantes descobrimentos:

desde o barco solar de Khufu até o Obelisco inacabado. Juntamente com estas construções impressionantes, as batalhas, a religião e a magia revelam exóticas e complexas histórias sobre a vida de reis, rainhas e de milhares de egípcios comuns, decifrando suas extraordinárias conquistas. Ao longo desta jornada, os especialistas do programa descobrem as pessoas que desenvolveram grande parte da arquitetura, crenças e disciplinas que regulam o mundo moderno- http://worldmysteries.tv/.
Veja abaixo, um índice para facilitar a entender o conteúdo do vídeo:
1.  A barca do faraó Khufu
2.  A pedreira do obelisco inacabado
3.  As tumbas dos trabalhadores das pirâmides
4.  O tesouro do faraó Tutankhamon
5.  A cidade dos construtores de tumbas (Deir-el-medina)
6.  A tumba de Seti I
7.  O templo perdido de Akhmin
8.  O Templo de Abu-Simbel
9.  O esconderijo secreto das múmias reais
10.O vale das múmias douradas

Assista:





Fonte do vídeo: Guto Lopes

Enigmas Notáveis

Estes vídeos de "Enigmas Notables" são partes de uma coleção bastante clara e bem elaborada, num trabalho de imagens contando os mais notáveis ​​enigmas das nossas culturas atualmente. Tentando nos esclarecer que toda a história humana.
 ... Realmente está longe de ser anarrativa oficializada. Será que estamos convencidos da verdade contada sobre a nossa história, com relação aos tempos anteriores? Abaixo, segue as descrições de alguns temas abordados nestes vídeos:
Moais, também conhecidas como cabeças da ilha de páscoa é o nome que designa as mais de 887 estátuas gigantescas de pedra espalhadas pela Ilha de Páscoa, no Chile. Construídas por volta de 1200 d.C. a 1500 d.C. pelo povo Rapanui.
Os Menir, também denominado perafita, é um monumento pré-histórico de pedra, cravado verticalmente no solo (ortóstato), às vezes de tamanho bem elevado (megálito denominado menir).
Os Cromlech, é o conjunto de diversos menires dispostos em um ou vários círculos, em elipses, em rectângulos, em semicírculo ou ainda estruturas mais complexas como o cromeleque dos Almendres. O termo está praticamente obsoleto em arqueologia, mas permanece em uso como uma  expressão coloquial.
Trata-se de monumentos da pré-história, estando associados ao culto dos astros e da natureza, sendo considerados um local de rituais religiosos e de encontro tribal. A grande maioria dos cromeleques existentes em Portugal encontra-se em encostas expostas a nascente-sul.
Os dólmens são monumentos megalíticos tumulares colectivos (datados desde o fim do V milénio a.C. até ao fim do III milénio a.C., na Europa, e até ao I milénio, no Extremo Oriente). O nome deriva do Bretão dol = mesa e men = pedra. Também são conhecidos por antas, orcas, arcas, e, menos vulgarmente, por palas. Popularmente, são também por vezes designados por casas de mouros, fornos de mouros ou pias.


Enigmas Notáveis
Parte 1

O Dilúvio



Parte 2

Menhires



Parte 3

Cromlechs



Parte 4

Dolmenes



Parte 5

Pirâmides 1 1/1



Parte 6

Pirâmides 1 - 2/2



Parte 7

Pirâmides 2



Parte 8

Pirâmides 3



Parte 9

Muros Incas



Parte 10

Nam Madol e Baalbek


Parte 11

Esfinge de Gizé


Parte 12

Cabeças Olmecas


Parte 13

Moais

Parte 14

As Esferas da Costa Rica


Parte 15

Glozel


Parte 16

As Fíguras de Acámbaro


Parte 17

As Pedras de Ica


Parte 18

Cuevas


Parte 19

Pegadas Passadas


Parte 20

Hominídeos 1/4


Parte 21


Hominídeos 2/4

Parte 22


Hominídeos 3/4


Parte 23

Hominídeos 4/4


Parte 24

Animais Incríveis 1/2


Parte 25

Animais Incríveis 2/2


Parte 26

Gigantes


Parte 27

Crânios Estranhos


Fonte dos vídeos: EnigmasNotables, NaturNat,