Blog

Blog

7 de mai de 2013

Direto da redação - O seu fim de noite!






Quando um homem (falo homem), propõe-se em ser transformistas fica evidente que ele tem tendências de ser homossexual, bi-sexual, etc.!  Quando não faz shows noturnos procura andar como homem, mas, com o tempo suas inibidas pernas e seus outro órgãos já não se acostumam a serem como eram!

As pernas batem uma na outra, a cintura remexe e suas mãos passam a serem delicadas tal e qual uma mulher! 
Este homem de quem falo é um forasteiro que veio não se sabe de onde, atracou em Sousa e passou a viver clandestinamente (Sousa pede a justiça que levante sua vida pregressa) na Cidade Sorriso. Fingindo-se de aleijado, o boy usa cabelo rabo de cavalo, mas um indício de suas tendências femininas.

É, fomos em busca de dados que viessem a comprovar nossas suspeitas e pra surpresa nossa, de cara caem em nossas mãos um montão de fotos quer comprovam que o aludido é mesmo transformista. Quando a ser "bicha", não sei.

Tire a dúvida agora, você ao ver em primeira mão as fotos do Perissê vestido de mulher, até imitar Marilyn Monroe, ele (a) se veste com perfeição!
Vejas as fotos e opine sua opinião é importante! Abrimos aspas aqui para pedir "a justiça que faça o levantamento desse forasteiro irresponsável que passa o dia falando da vida alheia detratando mal os homens de bem de sousa, a a exemplo do que já fez com Cacá Gadelha, vereador Aldeone Abrantes, radialista Gilberto Videres!
Ela é agressiva, ou melhor ele! Ele?! 
Veja a sessão de fotos do Perisse/transformistas! Ou já é?



Esse é o aludido Perissê

Pra ela (e) uma discoteca é tudo! Adora se rebolar!

Rainha da Bateria Malandras da
Vila Isabel

Adora o leque, dar mais charme


Não parece mesmo a Marylin Monroe!

Ela (e) curte baralho

Flagrante do momento em que recebe a coroa de transformista do ano
Fogo nele!

Show de luzes: EUA lançou bomba nuclear na atmosfera em 1962


Em 1958, o astrônomo norte-americano James van Allen notou que o campo magnético terrestre mantinha capturado um grande manto em duas camadas de partículas carregadas, como prótons e elétrons. Esse manto foi posteriormente apelidado de “Cinturão de Van Allen”.
Aurora - bomba nuclear

A camada interna do cinturão está localizada entre 1.000 e 5.000 quilômetros de altitude, e é formada por prótons provenientes do decaimento dos nêutrons. Já a camada externa está localizada entre 15.000 e 20.000 quilômetros de altitude, e mistura partículas carregadas provenientes do Sol com as da atmosfera da Terra.
Quatro anos depois da descoberta, no dia 8 de julho de 1962, cientistas dos EUA queriam saber o que aconteceria caso eles explodissem uma bomba nuclear na camada interna do cinturão de Van Allen.
Eles explodiram a bomba nuclear à algumas centenas de quilômetros de altura, e a população de Honolulu, capital do estado do Havaí, contemplou um belo show de luzes no céu, em um efeito semelhante às auroras boreais e austrais, causadas pela forte atividade solar.


O fenômeno durou aproximadamente 7 minutos e o governo norte-americano realizou um longo vídeo do evento sob vários ângulos. O único efeito colateral do teste foi o corte na comunicação de um satélite que orbitava o planeta na região.

A revolução final


A Servidão Moderna - Completo DUBLADO Português Brasil - HD





Viva você a mudança que deseja ver no mundo.

 Ex-militar e físico nuclear fala abertamente sobre suas experiências com ET´s




O Físico nuclear Charles Hall aposentado que trabalhou na Força Aérea dos EUA (inclusive na guerra do Vietnam) numa entrevista recente à uma TV Australiana, um programa matinal chamado Sunrise, seus apresentadores não esperavam que o ex-Físico e militar "confessasse" coisas como ter trabalhado com ET´s durante DOIS anos na base da Força Aérea Nellis em Nevada. Ele afirma ter tido contato com 3 raças diferentes durante esse mesmo período.

Charles Hall em conferência. Testemunha do Disclosure Project.






Note a "forma" como os entrevistadores tratam o assunto. A mulher faz a introdução como se estivesse dando uma notícia absurda com um sorriso desleixado de fundo. Depois que ele começa a falar, ela quer saber a descrição deles e muda sua expressão facial (rs). Ficou interessada.

A primeira raça ele diz ser os "brancos altos" (1,80m a 3m de altura), magros e vivem cerca de 800 anos terrestres.

Outra raça são os conhecidos "Greys" que Hollywood adora expor nos filmes. Segundo Hall são uma raça derivada dos Caucasianos.

Agora, seja sincero. Tem muita gente que em sua mente limitada (na qual há coisas impossíveis), é tão "fechada" ao tema que ri desleixadamente como essa apresentadora no começo da entrevista. Pessoas que pretensiosamente definem sua realidade baseados nos nossos 5 sentidos. Descartam todo resto. Mal entendem como o funciona o próprio corpo humano, mas são tão PRÉ-potentes que julgam todo livro pela capa.

Esse Sr. Hall não é o único que é muito bem gabaritado, com um currículo recheado, com muitos anos dedicados ao complexo militar norte americano. Entre tantos outros da CIA, NSA, etc etc que já falaram abertamente. Muitos pilotos de avião comercial e militar, astronautas, cosmonautas e outros. Toda essa gente falando sobre o mesmo assunto, contando seus avistamentos e experiências com seres e raças que não eram desse planeta. Pode parecer um disparate, mas esses caras não demonstram ser psicóticos, não são drogados e não são oportunistas, pois nenhum deles se tornou rico com tais declarações. Ao contrário, essa gente é 100% ridicularizada. Muitas pessoas torcem o nariz dizendo que estão mentindo. É fácil simplesmente julgar que estão mentindo ou que estão dizendo a verdade, mas fazer uma pesquisa séria, somente poucos realmente o fazem. Outra coisa é, que se 99% desses relatos forem mentira, ainda assim teríamos 1% de verdade para validar o tema e se tornar um FATO! Ok, pensou? Reflita, será que esse senhor teria algum motivo racional pra inventar uma história dessas? O que ele ganha? Fama, dinheiro?





Veja mais AQUI.

Agora, pra REFRESCAR a memória:













O sionismo quer levar a humanidade à uma 3ª Guerra Mundial



(03-04-2013) A Guerra pode “começar hoje ou amanhã”: Coreia do Norte aprova ataque nuclear contra os EUA.
O comando militar supremo nortecoreano declarou num comunicado que está notificando formalmente à Casa Branca e ao Pentágono que as operações que envolvem armas nucleares avançadas foram aprovadas.
“A operação fulminante de [nossas] Forças Armadas Revolucionárias neste sentido foram finalmente examinada e ratificada”, proclama o comunicado, citado pela agência AFP.
“O momento da explosão está se aproximando rápidamente. Ninguém pode dizer se uma guerra começará na Coreia ou não e se vai ocorrer hoje ou amanhã”, alertou a agência de notícias estatal nortecoreana KCNA.
“A responsabilidade por esta grave situação recai totalmente no Governo dos EUA e os belicistas militares dispostos a invadir a soberanía da RPDC e derrocar seu sistema social digno mediante uma lógica bandidesca”, acrescentou.
O passado 30 de março Pyongyang anunciou sua saída do acordo de armisticio de 1953 com a Coreia do Sul e Estados Unidos e o regresso ao “estado de guerra”. Ato seguido Coreia do Norte comunicou que tinha “reiniciado todas as operações nas instalações nucleares de Yongbyon, incluindo as da planta de enriquecimento de urânio”.
Esta semana a Armada dos EUA enviou três destroyers para a região Ásia-Pacífico diante das ameaças da Coreia do Norte. Na segunda-feira, o USS Fitzgerald foi colocado próximo da costa sudoeste da península coreana ao invés de regresar a seu porto no Japão. Também o USS Decatur e o destroyer USS John McCain, capaz de interceptar mísseis balísticos, se dirigiram à região.



Fonte: RT


Comentário do blog:

A  leitura da situação deve ser feita de forma ampla, levando em consideração a situação no Oriente Médio, África, América Latina e todo o resto do mundo.
Sabemos que o eixo sionista Israel/OTAN/EUA está financiando e armando mercenários para derrrocar Assad e tomar o controle do país. O Irã já está na mira para quando a Síria for atacada.
A movimentação estadunidense em volta da Coreia do Norte demonstra claramente que o lado agressor é o lado ocidental, ao colocar porta-aviões e pesado aparato bélico na Coreia do Sul. O mais incrível é que as massas acreditam no que a mídia diz, conseguiram criar a ilusão de que a Coreia do Norte é uma ameaça nuclear e ao mesmo tempo omitem o fato de que Israel possui centenas de ogivas nucleares obtidas de forma clandestina. Quando a mídia ataca a Coreia do Norte está na verdade apontando para o marionete que dará início aos planos sionistas de domínio global através da guerra.
Por outro lado, algumas questões precisam ser esclarecidas.
A Coreia do Norte possui jazidas de urânio e seu programa nuclear começou com a ex-União Soviética, quando lhe forneceu o seu primeiro reator nuclear de pesquisa. Desde então fica a incógnita: Quem financia o programa nuclear nortecoreano se a população deste país vive na miséria e o seu governo troca alimentos e combustíveis em troca da “interrupção do seu programa nuclear”? Estaria o aparato militar nortecoreano apto para representar uma “ameaça” aos EUA?





Em 2009 o infográfico acima mostra que Israel possui 200 ogivas nucleares, enquanto que a paupérrima Coreia do Norte possui duas. Mas não se preocupem, o novo ditador já anunciou que ampliará o arsenal nuclear do país.
Como pretendem pagar esta ampliação? Ou melhor, quem está por trás financiando este plano?
Kim Jong Un estudou em escola Suíça, assim como seus irmãos. É na verdade um “ocidental”, doutrinado na mesma linha que vários outros indivíduos que ocupam cargos políticos para proteger os interesses daqueles que governam o planeta.




Kim Jong Un com seus amigos nos tempos de estudo na Suíça.

Ou seja, o Ocidente não só sabia que este rapaz herdaria o lugar do falecido Kim Jong Il, como o preparou em suas escolas elitistas.




Pai e filho. Uma rara imagem de Kim Jong Il e Kim Jong Un. Repare nas orelhas de Mickey Mouse, um dos personagens símbolos do sistema capitalista ocidental. Nenhuma coerência ideológica nesta caso, o “comunista” ostentando símbolo capitalista.
Kim Jong Un à bordo de seu “mais moderno navio”. Pronto para “atacar” os EUA. Mais um marionete criado pelos senhores do mundo.

O sionismo illuminati sempre trabalhou com a dualidade. Eles criam o lado “aliado” e o lado “rebelde”. Quando a 2ª Guerra Mundial terminou, criou-se um mundo polarizado entre “comunismo” e “capitalismo”, e o que vemos agora é que ambos os lados são “produtos” criados pelo mesmo grupo de poder que controla os governos pelas sombras.
É graças à ameaça nuclear de mentirinha da Coreia do Norte que os EUA estão conseguindo posicionar seus porta-aviões cadas vez mais próximos do real objetivo, Rússia e China. O mesmo ocorreu nos ataques de 11 de setembro, derrubaram o WTC para ter o pretexto de atacar o Oriente  Médio. Vários países foram atacados e pilhados sob as mesmas mentiras, posse de “armas de destruição em massa”, “armas químicas” e outras ladainhas diariamente vomitadas pela mídia sionista.
A guerra é um negócio, a industria bélica está comemorando esta ameaça nuclear nortecoreana. A humanidade precisa entender isto o mais rápido possível. Não existe lado amigo e lado inimigo, as guerras são um jogo de “cartas marcadas”, onde milhões de vidas humanas são ceifadas e trihões de dólares são embolsados pelos banqueiros, indústria e corporações.
Em diversos artigos vêm sendo alertado sobre a criação da 3ª Guerra Mundial, cujo objetivo é o “reset” no sistema capitalista. Uma renovação do sistema de exploração humana onde “uma dúzia” de famílias permanece sob controle do mundo e os sobreviventes do conflito continuam sendo escravos.
Os banqueiros já estão com o seu plano traçado, financiar a guerra para reduzir a população mundial, criar um governo único e uma moeda única.
Já começam a surgir rumores de que o dinheiro poderá “sumir dos bancos”. O que está ocorrendo no Chipre seria apenas uma amostra do que poderá acontecer no mundo inteiro quando a elite sionista iniciar a 3ª Guerra Mundial. Não fazem nem questão de esconder suas intenções ao “perdoar” a dívida de empresas e políticos enquanto a população é privada de sobreviver.


A guerra pode ser impedida, mas para isto é necessário que milhões de pessoas se manifestem e que principalmente os trouxas, conhecidos como “militares”, parem de servir de bucha de canhão para a elite financeira.
Morreram na 2ª Guerra Mundial, direta e indiretamente, cerca de 60 milhões de humanos. Numa época que não existia os mísseis nucleares e nem a tecnologia atual. Agora reflita o que poderá acontecer com a humanidade caso todo o arsenal nuclear existente seja usado numa eventual guerra.
Vale ressaltar que a elite que quer a guerra também vive no planeta, portanto, devem ter algum plano de fuga e proteção para ser usado quando iniciarem os bloqueios das contas bancárias e a guerra formalizada. Estaria a renuncia de alguns líderes políticos e monárquicos relacionado a isto?
Não é a primeira vez que a Coreia do Norte divulga estas ameaças e nem será a última, o problema reside na decisão de quem controla Kim Jong Un, Obama, Netanyahu, Merkel, e demais fantoches do lobby sionista.

É claro que os EUA estão “levando a sério” as ameaças nortecoreanas. Está tudo planejado há décadas!







    • Lembram dos abrigos subterrâneos que os Estados Unidos construíram? Os campos de concentração onde estavam previstos que pessoas seriam incineradas, pois seriam muitas as mortes, e que talvez servissem para cremação?
      Existe também a teoria de que faltará alimentos se ocorrer a Tempestade Solar que eles esperam. Nada como uma “Boa Guerra doméstica” para matar milhares de civis inocentes. E, para quem “explodiu as Torres Gêmeas” com milhares de pessoas dentro, participar dessa guerra vai ser “pinto”!
      Vídeos:




    Apollo 20 Missão Secreta
















    O vídeos que faltam, você poderá encontrar no youtube - 
    Agradecemos


     Explosões Atômicas há Mais de 4.000 Mil anos Atrás - Índia - Vale do Indo

    Assuntos Relacionados - Mohenjo Daro e Harappa do Vale do Indo: [Clique Aqui] - Vimānas - Discos Voadores na Antiguidade - Ufos, Óvnis, ETs: [Clique Aqui]

    Mohenjo Daro e Harappa - Vale do Indo - Explosões Atômicas há mais de 4.000 Mil anos:

    Vimānas - Discos Voadores na Antiguidade - Ufos, Óvnis, ETs:

    Evidências Arqueológicas claras provam que há mais de 4 mil anos atrás bombas atômicas  ou algo parecido, foi usado em Guerras misteriosas na Índia

                         Ruínas do Local da Tragédia                  


    No século XIX, especialistas ridicularizaram o alemão Heinrich Schliemann (1822-180) por seu método considerado amadorístico e ingênuo de buscar as minas micênicas da tal decantada cidade de Tróia a partir de relatos mitológicos da Ilíada, de Homero, primeiro grande poeta grego, que viveu há cerca de 3.500 anos. Mas foi justamente esse amador quem a encontrou. Imbuídos dessa mesma atitude rancorosa e materialista/pseudocética/ateísta, arqueólogos concluíram apressada e superficialmente que a maior civilização da Índia arcaica, Mohenjo-Daro, nome que significa o Monte dos Mortos, por ser considerada mal-assombrada, teria sido destruída por uma inundação. Mas isso não explica absolutamente o que se achou ali. De fato, os arqueólogos responsáveis por esse sítio simplesmente varreram para debaixo do tapete as evidencias de algo que não se enquadra em uma explicação assim tão cômoda e simples.


    Ruínas de Mohenjo-Daro

    Mohenjo-Daro teria existido no Vale do Indo, atual Paquistão, e talvez a eterna rivalidade entre hindus e paquistaneses tenha feito com que se subestimasse a importância daquela civilização. Em 1978, um estudioso da língua escrita chamado David Davenport, cidadão britânico na Índia, juntamente com o redator Italiano Ettore Vicenti, procederam à uma releitura de clássicos como o Ramayana. Esse texto é o mais extenso escrito com mais de mil estrofes e integrando o confuso Mahabharata (Grande Índia em sânscrito) o grande épico hindu recheado de relatos de guerras e aventuras em épocas míticas, ditado por Krishna-Dwaipayana Vyasa, o compilador.

    Os deuses brigavam entre eles no passado distante

    Sua versão completa, incluindo O Bhagavad Gita, dataria do século VIII a.C. Certas passagens soam hoje bastante sugestivas, pois parecem fazer menção a artefatos bélicos; o valoroso Aswatthaman, resoluto, tocou a água e invocou o braço de Agneya (O fogo). Apontando para seus inimigos, disparou uma coluna explosiva que se abriram em todas as direções e causou fogo como luz sem fumaça, seguido de uma chuva de faíscas que cercaram o exército dos Partha completamente. Os quatro pontos cardeais se cobriram de cinzas, e um vento violento e mal começou a soprar. O sol parecia girar ao contrario, o universo parecia estar febril, os elefantes, aterrorizados, correram por suas vidas. "A água ferveu e os animais aquáticos demonstraram intenso sofrimento."

                         Flecha Inteligente                    

    "Algumas centenas de estrofes mais a frente, O Mahabharata descreve os efeitos de outra arma, a Narayana: "Os guerreiros retiraram suas armaduras e os lavaram na água". Em épocas antigas, tudo isto poderia soar como meras metáforas, mas na era atômica nos faz pensar na destruição de Hiroshima e Nagasaki. "De fato, por incrível que possa parecer, há inúmeras descrições que nos remetem a alta tecnologia, o glossário de armas do Mahabharata compilado pelo ilustre sanscritista Hari Prasad Shastri menciona uma chamada Kamaruchi, a 'flecha inteligente', que ia aonde se queria que fosse e pode ser interpretada como um míssil teleguiado moderno.


    Guerras antigas, com armas tipo modernas

    E ainda O Murchchdhana, menciona uma arma que suspendia os sentidos humanos, um possível gás sonífero, algo do Nadana, que produzia alegria como o gás hilariante, e o bhabdavetiva, outra flecha, desta vez que seguia os sons e perseguia objetos ocultos, como os mísseis atuais que seguem ondas sonoras produzidas por aviões inimigos", descreve Davenport. Os textos hindus não cansam de mencionar os mais variados tipos de artefatos voadores. O termo sânscrito vimana, por exemplo, significa "ave artificial habitada". Os manuscritos de época as descrevem como máquinas voadoras cujo "interior não é nem demasiado quente, nem demasiado frio, moderado em qualquer estação do ano". Seriam as vimanas dotadas de ar-condicionado?