Blog

Blog

4 de mai de 2013

Os portais dimensionais ou stargates


A GUERRA MUNDIAL CONTRA O DESCONHECIDO: OS PORTAIS DIMENSIONAIS OU STARGATES!



A pouco tempo os EUA, Russia e outras potências terminaram de construir uma base espacial ao redor da Terra, supostamente para fins pacíficos e científicos.

Mentira!, Pois, essa estação espacial (se fosse mesmo isso),

não precisaria estar armada com bombas nucleares. 

Governos estão em pânico, pois não estão sabendo como

lidar com  esse fenômeno denominado:

” Portais Dimensionais ou Stargates “.

Um dos Stargate que primeiro chamou a atenção foi uma espiral de luz que apareceu sobre a Noruega em 09 de dezembro de 2009.

Possui um túnel a 100 metros ao menos debaixo da terra na fronteira da França com a Suíça, onde os prótons serão acelerados no anel de colisão que tem cerca de 8,6 km de diâmetro.
Um Túnel de 27 km de extensão, no valor de 10 bilhões de Dolares
Amplificadores serão usados para fornecer ondas de rádio que são projetadas dentro de estruturas repercussivas conhecidas como cavidades de frequência de rádio.
Exatamente 1232 ímãs bipolares supercondutores de 35 toneladas e quinze metros de comprimento agirão sobre as transferências de energias dentro do LHC.




Fonte:http://osegredodedeus.spaceblog.com.br 
Fonte:logolou

Tão estranha foi a ocorrência, que, segundo um documento revelado pelo Wikileaks, logo que apresentado ao Presidente Putin pelo GRU unidade de inteligência estrangeira do serviço de inteligência russo, o presidente Obama e o secretário da Defesa Gates foram levados a um bunker militar secreto naquela data para se protegerem.
(chamado de 2012 Alice Bunker).

Outro Stargate surgiu na Somália, no Golfo de Áden, em novembro de 2000.
E manteve-se estável desde a sua descoberta.
Porém, no final de 2008 começou a se expandir tanto que, a Somália não viu outra saída a não ser solicitar reforços militares para Rússia, China e EUA.

O Golfo de Áden é uma reentrância no norte do Oceano Índico, à entrada do Mar Vermelho, entre a costa norte da Somália e a costa sul da península arábica.

As nações que se aliaram à Somália, unem esforços para decifrar do que se trata essa anomalia magnética, pois o acontecimento desafia as leis da física conhecidas até então.
 Para auxiliar a Somália, os EUA criaram um centro de operações em Djibouti, na Somália, que logo se tornou a sede da empresa comum Combined Task Force – Horn of Africa (CJTF-HOA) que acompanha a evolução do vórtice magnético do Golfo de Áden.
 Nesse momento, encontra-se nas proximidades do Vórtice a maior força naval já reunida para defender algo totalmente desconhecido para o homem.



O editor sênior da revista Veterans Today, Gordon Duff, publicou um artigo onde se detalha que há alguns dias foram relatados em frente às costas de San Francisco navios da armada naval norte americana em
conjunto com navios da armada chinesa, o reporte destas frotas navais teria sido negado pelas instâncias militares.

O curioso desta informação que publica Duff é que segundo um relatório de alta inteligência na Ásia confirmaria que se trata de uma operação combinada entre ambos países contra uma ameaça extraterrestre potencial e pouco amigável.

A gravidade do assunto, explica Duff, se revela ao verificar a mobilização de duas das frotas militares marítimas mais importantes do mundo de maneira combinada, organizando um frente multinacional contra um inimigo comum inimaginável, o Site MarineTraffic permite ver em tempo real o tráfego marítimo de todas as embarcações do mundo e foi aqui também justamente que pôde se apreciar este atípico movimento.

Wikileaks, OVNIs e a Conspiração do Golfo de Aden.
As seguintes forças militares navais encontram-se agora na Somália:

Marinha Real Australiana,Marinha belga,da Marinha da

Bulgária, da Marinha do Canadá, da Marinha de Libertação Popular (China), da Marinha Real da Dinamarca, da Marinha Francesa, Marinha alemã, da Marinha grega, a Marinha da Índia, República Islâmica do Irã Marinha, da Marinha italiana, Força Marítima de Autodefesa do Japão , Marinha da República da Coreia (Coreia do Sul), da Marinha Real da Malásia, da Marinha Real dos Países Baixos, da Marinha do Paquistão, da

Marinha Portuguêsa, a Marinha Real Saudita, da Marinha Russa, a Marinha da República de Singapura , da Marinha Espanhola, da marinha sueca, a Marinha Real da Tailândia, da Marinha turca, Marinha Real Britânica e a Marinha dos Estados Unidos. 

Stargate alienígenas.


O novo Stargate e suas  propriedades supercondutoras. 
O bóson de Higgs.
A busca por um buraco-de-verme antes de um possível fim do mundo, Um dos principais objetivos do LHC é tentar explicar a origem da massa das partículas elementares e encontrar outras dimensões do espaço, entre outras coisas.


O Grande Colisor de Hádrons ou Grande Colisionador de Hadrões (em inglês: Large Hadron Collider – LHC) do CERN, é o maior acelerador de partículas e o de maior energia existente do mundo.
O laboratório localiza-se em um túnel de 27 km de circunferência, bem como a 175 metros abaixo do nível do solo na fronteira franco- suíça, próximo a Genebra, Suíça.

Possui um túnel a 100 metros ao menos debaixo da terra na fronteira da França com a Suíça, onde os prótons serão acelerados no anel de colisão que tem cerca de 8,6 km de diâmetro.
Um Túnel de 27 km de extensão, no valor de 10 bilhões de Dolares
Amplificadores serão usados para fornecer ondas de rádio que são projetadas dentro de estruturas repercussivas conhecidas como cavidades de frequência de rádio.
Exatamente 1232 ímãs bipolares supercondutores de 35 toneladas e quinze metros de comprimento agirão sobre as transferências de energias dentro do LHC.