Blog

Blog

6 de mai de 2013

O lado negro do chocolate



O Lado Negro do Chocolate 



Sabia que o chocolate que consumimos é produzido com o uso de trabalho infantil e tráfico de crianças?
O premiado jornalista dinamarquês, Miki Mistrati, decidiu investigar os boatos que ecoavam sobre a exploração de trabalho infantil e tráfico de crianças.
"Na sua busca, atrás de respostas, Miki Mistradi é levado até Mali, na África Ocidental, onde camaras ocultas revelam o tráfico de crianças para as plantações de cacau da vizinha Costa do Marfim. A Costa do Marfim é o maior produtor de cacau, respondendo por cerca de 40% da produção mundial. Empresas como a Nestlé, Barry Callebaut e Mars assinaram em 2001 o Protocolo do Cacau, comprometendo-se a erradicar totalmente o trabalho infantil no setor até 2008. Será que o seu chocolate tem um gosto amargo? Acompanhe Miki até a África para expor "O Lado Negro do Chocolate". (www.thedarksideofchocolate.org)
"Segundo as leis internacionais de trabalho, o trabalho infantil é proibido. Mas também é o oposto do que a Saf-Cacau e outras empresas  prometeram aos consumidores. O trabalho infantil não deve ocorrer na indústria do chocolate. Em 2008 e 2009 foram resgatadas mais de 150 crianças. A lista incluía crianças desde os 7 anos. Crianças de Mali, Burkina Faso e Níger..."
"O setor da indústria não assume qualquer responsabilidade e as empresas contactadas recusaram ver o documentário - 'The Dark Side of Chocolate'..."