Blog

Blog

19 de ago de 2013

Direto da redação - Edição da tarde!



HAARP – Teoria conspiratória – Controle do mundo? – PARTE 1

 


O Programa de Pesquisa de Ativação de Alta Frequência Auroral – HAARP – é a maior e mais poderosa instalação do DOD – Departamento de Defesa dos Estados Unidos e, em seu gênero , também a maior do mundo – entrementes, vem sendo tema de um debate acalorado há mais de uma década para definir, exatamente , qual a natureza desse projeto e para que serve.
Localizado no sudeste do Alasca , o HAARP é um campo de antenas construídas e interconectadas de tal forma que o conjunto funciona como se fosse uma única e imensa antena. De fato, quando for completada, será a maior estação transmissora de ondas de rádio no mundo inteiro , com um poder de irradiação efetivo de 3,6 bilhões de watts – 72 mil vezes mais poderosa que a maior estação de rádio comercial legalmente autorizada nos Estados Unidos ! Só que suas transmissões não se destinam aos ouvidos humanos . Seu propósito é injetar toda essa energia de frequência de rádio em um único “ponto” localizado na região superior da atmosfera , uma faixa denominada “ionosfera”. Esse alvo terá aproximadamente 19 quilômetros de comprimento por 3 de largura e uma altitude de 80 a 144 quilômetros.

E por que eles querem injetar toda essa energia na ionosfera? O governo dos Estados Unidos , os comandos militares e muitos cientistas e acadêmicos afirmam que é apenas uma instalação para pesquisas puramente científicas destinada a aumentar nossa compreensão sobre as camadas superiores da atmosfera – e nada mais do que isso. Seus críticos e detratores não estão absolutamente convencidos da veracidade desta afirmação.
Alguns pesquisadores acreditam que o HAARP é o protótipo para um sistema de armas do tipo “Guerra nas Estrelas” baseadas no solo. Pode ser um radar avençado , capaz de ir além do horizonte, seguindo a curvatura da Terra…ou pode resultar de um esquema de destruição de mísseis intercontinentais (ICBMS) lançados contra os Estados Unidos…ou talvez se destine a aniquilar os elementos eletrônicos de satélites de espionagem inimigos…ou ser usado para interferir nas comunicações de rádio desse inimigo.
Muitos cientistas que trabalharam no projeto ou o estudaram a fundo, dizem se tratar de uma nova classe de Armas de Destruição em Massa. O que ele realmente pode fazer é um mistério, mas esses especialistas afirmam que esse grandioso dispositivo pode realizar feitos nunca imaginados e voltados para a destruição massiva, como:

1. Destruir ou desarmar aeronaves, mísseis ou satélites.
Interromper comunicações em grandes regiões do planeta.
Com a grande potência do sinal gerado pelo HAARP, poderiam simplesmente transmitir xiados que ninguém ia conseguir pegar nenhum sinal claro de qualquer coisa e poderia desarmar mísseis queimando seus circuito, gerando grandes correntes induzidas nos aparelhos (ou de qualquer outro jeito legal de destruir algo).

2. Provocar e até mesmo controlar mudanças climáticas como furações e tempestades.
Manipular os sistemas climáticos globais, alterando os padrões do tempo, a incidência de chuvas, ou secas.

3. Interromper o pleno funcionamento do cerebro humano ( controle mental ).
Talvez ele possa interferir nos minusculos pulsos elétricos gerados pelo cérebro, fazendo este deixar de “funcionar” normalmente .Usando o bombardeio de ondas de freqüência extremamente baixas, na mesma faixa de freqüência que o cérebro humano opera, você pode mudar os pensamentos e emoções de uma pessoa.

4. Causar terremotos.
Criar terremotos quando e onde forem desejados na Terra.

5. Gerar emissão de Raios-X em regiões do planeta.
Nuvens formadas em experimentos do HAARP

 


NUVENS PROVOCADAS PELO HAARP – PIRACICABA -SP


SOM ESTRANHO NO CÉU DE CURITIBA

Sons Estranhos no Céu do Canadá





- E aí você acredita?
- Amanha provavelmente irá sair a segunda parte com DOCUMENTÁRIO e vídeos sobre os terremos que podem ter sido provocados pelo HAARP.
-  Se tudo der certo sexta feira começo a trabalhar então vou ter que dar uma parada com os post no blog pois não vou ter muito tempo.
- Muitas pessoas pergurtam para mim porque eu so coloco vídeos de bandas de Metal em meus posts?
Dica :


Sim esse sou eu.

HAARP – Teoria conspiratória – Controle do mundo? – PARTE 2


E Segue o Documentário sobre o HAARP (legendado) 


PARTE 2
Parte 3
Parte Fínal
Vídeo de estranhos fenomenos no céu antes de um terremoto na china



O vídeo seria um de vários registros que mostram a ocorrência de estranhos fenômenos luminosos no céu, cerca de trinta minutos antes do tremor de terra de Sichuan, em 12 de Maio de 2008. Este vídeo em particular teria sido gravado numa câmara de vídeo de um celular e esta atividade meteorológica teria sido registrada apenas 30 minutos antes do tremor de terra de Sichuan, lançando assim a possibilidade de que possa haver uma correlação entre os dois eventos.

PROJETOS DE CONTROLE MENTAL

A CIA colocou um ponto final em seu ameaçador programa MK-ULTRA ou apenas o atualizou, incluindo uma série de armas magnéticas e microimplantes de cérebro?
Em 28 de Novembro de 1953, Frank Olson jogou-se pela janela do décimo andar de um hotel em Nova Iorque. Ele era um cientista que havia trabalhado na Chemical Corps Special Operations Division do exército dos EUA, e seus problemas tinham iniciado a partir de uma reunião realizada nove dias antes.
A reunião foi dirigida por Sidney Gottlieb diretor de serviços técnicos da CIA. Sem que os assistentes da reunião soubessem, Gottlieb tinha adquirido uma certa quantidade de LSD e queria experimenta-lo secretamente. Colocando o LSD na bebida de Olson, deu-lhe a garrafa e sentou-se para esperar os efeitos. Olson, começou a sofrer efeitos secundários de descoordenação. Posteriormente, um dos assistentes da reunião Bem Wilson, recordou que Olson “estava psicótico”.
Frank Olson morreu em 1953. Sua família acusou a CIA de “morte legal”, denunciou que Olson estava desequilibrado no momento de sua morte, em razão de ter tomado, sem saber grandes doses de LSD.
Gottlieb e seu chefe, Allen Dulles, começaram uma operação de encobrimento de 20 anos dos fatos que rodeavam a morte de Olson.

LAVAGEM CEREBRAL

Tratava-se do supersecreto projeto MK-ULTRA da CIA. O projeto nasceu a partir de um projeto anterior, o Bluebird , que oficialmente teria sido criado para fazer frente aos avanços soviéticos nas técnicas de lavagem cerebral. Porem a Cia tinha outro objetivo: “estudar métodos de controle dos indivíduos”. O marco foi a experiência da “narco-hipnose”, que é combinação de drogas alteradoras da mente com uma cuidadosa programação hipnótica.
Em plena evolução, o projeto Bluebird passou a ser chamado de Projeto Artichoke (Projeto Alcachofra). Era um programa “ofensivo” de controle da mente no qual estavam envolvidas as divisões de espionagem das forças aéreas, marítimas e do exercito, assim como o FBI.
A finalidade do projeto é descrita em um memorando de 1952, onde é dito: Podemos obter o controle da mente de um indivíduo até o ponte em que seja possível executar nossos desejos contra a sua vontade ou contra as leis naturais, como a própria proteção? O objetivo era a criação de um assassino programável.
Uma equipe da CIA foi formada para viajar pelo mundo inteiro. Sua tarefa era comprovar as novas técnicas de interrogação e garantir que as vitimas não se lembrassem de que foram interrogadas e programadas. Inúmeros tipos de drogas foram utilizadas, desde a maconha até o LSD, da heroína até o pentotal sódico, um narcótico utilizado como anestésico, vulgarmente chamado de “soro da verdade”.
No dia 13 de abril de 1953, nasce o programa MK-ULTRA da CIA, com uma finalidade muito mais ampla do que as anteriores. Nos documentos oficiais é descrito como um “projeto guarda-chuva”, com 140 “subprojetos”. Muitos subprojetos dedicavam-se a provas ilegais para um possível em campo, outros estavam dedicados a eletrônica. Um deles, explorava a possibilidade de “ativar o organismo humano através do controle remoto”. Porem, o mais importante de tudo isso, prevalecia o principal objetivo da lavagem cerebral de indivíduos para serem utilizados como informantes e espiões, mas sem saberem do que se  passava.

EXPERIÊNCIAS ILEGAIS

Quando foi formada em 1947, a CIA somente estava autorizada em atuar em “ultramar”. Desde o principio, a equipe do MK-ULTRA quebrou essa condição e começou a fazer testes com cidadãos desprevenidos dos Estados Unidos.
Nunca se saberá exatamente o alcance dos testes ilegais. Richard Helms, diretor da CIA e arquiteto-chefe do programa, ordenou de todos os arquivos do MK-ULTRA, antes de deixar o seu cargo em 1973. Apesar destas precauções, alguns destes documentos não foram destruídos e tornaram-se públicos no final da década de setenta. Os documentos colocavam em evidência o grande cinismo da agência de espionagem.
Um projeto particularmente detestável foi realizado pelo Dr. Harris Isabel, diretor do Hospital de Serviço Público de Lexington, Kentucky, uma instalação especializada em dependência de drogas. Quando a CIA solicitou que descobrissem uma gama de drogas “sintéticas”, Isabel começou a fazer experiências com residentes negros detentos. Diariamente lhes eram ministradas grandes doses de LSD, mescalina, maconha e outras substâncias. Como recompensa pela participação da experiência, os residentes recebiam “doses” de morfina de alta qualidade, dependendo de sua cooperação. Levado às subcomissões do Senado, em 1975, Isabel não viu nenhuma contradição em proporcionar as drogas pesadas aos doentes muitos viciados que estavam sob sei tratamento.
Perante a indignação pública, a CIA anunciou que tinha substituído os programas de controle mental. Victor Marchetti, que trabalhara na CIA por 14 anos, disse que isso não era verdade.

IMPLANTES CEREBRAIS

Diante de uma possível investigação, a agencia apressou-se em tirar a importância de sucesso do MK-ULTRA, dizendo que não havia conseguido obter progresso reais. Milles Copeland, outro agente veterano da CIA, expressou suas duvidas sobre isso. Copeland revelou a um jornalista que, “o comitê do Congresso que investigou estes assuntos, só obteve uma idéia superficial do que realmente aconteceu”. Outra fonte do interior da comunidade de espiões diz que, depois de 1973, os esforços da CIA direcionaram-se cada vez mais para o campo da psico-eletrônica. Não podiam extrair mais nada da narco-hipnose.
O neuropsicólogo José Delgado pesquisava a estimulação eletrônica do cérebro. Implantando uma pequena sonda no cérebro, Delgado descobriu que podia exercer um enorme poder sobre o indivíduo. Utilizando um dispositivo que foi chamado de “estimulador cerebral”, que funcionava com ondas de rádio FM, podia comandar eletronicamente uma ampla gama de emoções, incluindo a ira, o palpite sexual e o cansaço.
Em 1966, Delgado anunciou que seus resultados apoiavam “a desagradável conclusão de que o movimento, as emoções e o comportamento podem ser controlados através de pulsadores, como se faz com os robôs”. Financiado pela Office of Naval Research, Delgado olhava para o futuro, quando a sociedade puder “psico-civilizar-se”. Apesar da miniaturização dos implantes, o seguinte avanço importante foram as microondas.
Colocando um voluntário em um campo eletromagnético, o Dr. Ross Adey, da Universidade da Califórnia, fez uma terrível descoberta. Empregando algumas ondas de rádio específicas, Adey podia interferir nas ondas cerebrais do indivíduo.
Outro cientista, Allen Frey, descobriu que podia induzir os sonhos à distância nos indivíduos submetendo-os a ondas eletromagnéticas. Descobriu também que podia produzir sons diretamente no interior da mente de um voluntário.
Desde os primeiros trabalhos de Frey, Joseff Sharp, o médico do Walter Reed Army Institute of Research, pôde transmitir palavras através de microondas. Situado no interior de um campo magnético, Sharp ouviu e compreendeu as palavras que um colega lhe transmitia. No âmbito da medicina, isto significou uma importante inovação, pois representaria um imenso benefício para a surdez. Contudo, as comunidades militares e de espionagem dos Estados Unidos capitalizaram estas descobertas. Os programas de pesquisa sobre o eletromagnetismo nunca foram revelados, apesar da Ata de Liberdade de Informação.

CONTROLE REMOTO

Em 1974, J. F. Scapitz, um cientista financiado pelo Departamento de Defesa, pensou em combinar os estudos de hipnose do MK-ULTRA com as técnicas de microondas. Em um anteprojeto apresentado ao Departamento de Defesa, Scapitz dizia: “Será demonstrando que a palavra falada pelo hipnotizador poderá ser dirigida através de energia eletromagnética modulada para as regiões subconscientes do cérebro. Isto, dizia, poderia ser conseguido sem o emprego de nenhum dispositivo técnico de recepção de mensagens”.
Os agentes dos Estados Unidos poderão intervir a distância na mente de um indivíduo. Scaptz foi ainda mais longe dizendo: “Isto poderá ser obtido sem que a pessoa em questão perceba o que está lhe acontecendo”.
Desde então, pouca informação foi descoberta sobre o assunto, segundo a imposição de uma rígida norma de segurança. Apesar disto, informações fragmentadas continuam sendo publicadas. O que se pode deduzir delas nos passa uma imagem desoladora.
Existem provas de que, por trás das iniciativas norte-americanas do Non Lethal Defence esconde-se a tecnologia do controle mental e da alteração do comportamento.
O anúncio feito em 1995, de que as armas não letais, incluindo-se as microondas de alta potência e os dispositivos de freqüência de rádio, devem ser legalizados, foi recebido com consternação. O programa “Outras Operações Não de Guerra” abre o caminho aos militares para movimentarem-se no campo civil, amparando-se em um suposta maios eficácia na luta contra o narcotráfico, o terrorismo e outras atividades ilegais.
Muitos cidadãos consideram que este argumento é uma mera desculpa. Temem o uso generalizado das tecnologias que alteram a mente e acreditam que a democracia está correndo perigo, considerando-se os abusos já cometidos pelo governo.

IMPLANTES EM MINIATURA

Um número crescente de pessoas denunciam que tiveram dispositivos implantados, capazes de exercer uma manipulação mental. A Internet oferecem imagens de radiografias cerebrais que mostram implantes. É difícil comprovar a sua autenticidade.
Pessoas como Robert Naeslund (radiografia de seu crânio acima) foram alvo de implantes. “Estes transmissores mudaram a minha vida de diversas formas e me atormentam com o seu uso constante”, disse.
Não há dúvida de que existem implantes em miniatura. Uma pesquisa realizada por Jane Affleck revelou um documento da NASA de 1970 -Implantable Biotelemetry Systens- que mostrava implantes do tamanho de uma moeda. Atualmente, diz-se que existem implantes da espessura de um fio de cabelo.

GRUPO DE PRESSÃO

A Rede Internacional Contra o Controle da Mente, com sede na Suécia, conduz uma campanha para que se acabe com esta prática, e afirma que tal técnica é utilizada por serviços de segurança do mundo inteiro. Informa incidências nos Estados Unidos, Alemanha, Suécia, Dinamarca e Grã-Bretanha, destacando que esta prática é um agrave infração aos direitos humanos.
O grupo informa que existem vítimas nas quais foram implantados transmissores, assim como eletrodos e cristais de transmissores de rádio.
Supõe-se que esta forma de controle da mente -que foi denominada estimulação eletrônica do cérebro ou telemetria biomédica- utiliza-se para enviar mensagens diretamente ao cérebro. Também podem-se registrar e analisar a atividade cerebral de um indivíduo.
Como era esperado, a resposta que o grupo de pressão tem recebido dos políticos tem sido um desmentido, ou que os organismos relacionados com os serviços se segurança não dão satisfação de seus atos ao público.

MASSACRE DE JONESTOWN

Existem muitos rumores se que, por trás do massacre de Jonestown, havia uma experiência de controle mental realizado pela CIA, que ocorreu na Guiana em novembro de 1978.
O relatório oficial diz que 913 membros do culto do Templo do Povo dirigido pelo reverendo Jim Jones, suicidaram-se em massa bebendo cianureto. O massacre ocorreu pouco tempo depois de um congressista dos Estados Unidos, enviado para investigar os abusos dos direitos humanos em Jonestown, ser assassinado pelos discípulos de Jones. Porém, um legista local declarou que 80% dos mortos tinham falecido por tiros ao invés de envenenados.
As teorias da conspiração sustentam que a CIA tinha transferido suas operações do MK-ULTRA dos hospitais mentais e das prisões para a área dos cultos religiosos em crescente expansão.

VÍTIMAS DE CONTROLE MENTAL

Na Grã-Bretanha, o caso mais famoso é o de Joe Vialls. Nos anos oitenta, viu-se envolvido na controvérsia que rondou as suspeitosas mortes de vários cientistas. Acossado por sinais acústicos que lhe alteravam a mente, Vialls entrou em contato com a Fundação Médica para a Assistência de vítimas da Tortura de Londres.
Anthony Verney viajou grandes distâncias para catalogar algumas experiências pessoais muito assustadoras. Os relatórios de um cidadão britânico que vivia perto de uma estação de comunicações, apresentam notáveis semelhanças com os casos relatados pelas vítimas.

E um vídeo sobre uma nuvem estranha no céu enviado e gravado pelo DraftL (tem cota para isso DraftL?)



- E aí você acredita?
- Como o assunto não rendeu não farei mais post sobre esse tipo de assunto.

-  Se preparem para o Apocalipse Zombie, minha próxima matéria…
E uma música para animar a segunda?…


 Itália: Invasão na Líbia significaria a Terceira Guerra Mundial

Estamos em um caminho sem voltas? Acompanhe mais um capítulo vivo da História...

Roberto Maroni, ministro do Interior Itália, disse que "a intervenção militar na Líbia significaria uma Terceira Guerra Mundial", aparentemente referindo-se a relatos de postura pelo Estados Unidos, Grã-Bretanha e da OTAN. Entrevistado pelo jornal La Padania, em 8 de março, Maroni falou sobre o relatório sobre as revoltas que ocorrem na região do Magrebe, incluindo a Líbia e a Tunísia. Disse o ministro: "A ação militar forte, em especial por parte dos EUA, não faria nada mais do que aglutinar os árabes de outros estados e as conseqüências seriam devastadoras".

Maroni insistia que o melhor curso de ação seria uma "espécie de Plano Marshall, em que a Europa iria desempenhar um papel importante" em conjunto com os esforços diplomáticos europeus. Contemplado dentro do portfólio de Maroni,  é a regulação da imigração, incluindo a concessão de asilo.

O Ministro do Interior também falou que a Itália está enfrentando problemas na chegada de refugiados da Tunísia, alguns dos quais desembarcam na ilha mediterrânea de Lampedusa, que está mais próxima da África que da Europa. Mais de 1.300 refugiados chegaram em três dias. "Estamos à beira (do colapso), sim, mas com o risco de afundamento. Não podemos lidar com isto sozinhos".  Ele acrescentou que se a Tunísia não é capaz de conter a onda de refugiados, "vamos cuidar de nós mesmos".

Fonte: Energy Publisher

SEMPRE GUERRA: O Ministro não disse isto por acaso, ele sabe das consequências de uma intervenção militar neste momento da história. Não temos mais covardes como na invasão do Afeganistão e Iraque, o povo se rebelou e não vai aceitar mais esta afronta. A Liga Árabe já avisou no começo do mês que não aceita uma intervenção gringa, assim como a União Africana.

Todos sabem as pretensões da OTAN/EUA, agora com questionamentos públicos até de seus próprios aliados sobre as reais pretensões da Aliança do Atlântico Norte.
Infelizmente, todos sabem as calamidades que isto tudo vai dar e parece não ter uma solução pacífica. A dúvida agora não é quando isto vai acontecer e sim o que vai acontecer a partir deste momento. A resposta já sabemos mas não queremos saber...


 Exercícios Militares Anti-Otan na Síria e Atualizações da Guerra

Atualizações no Sempre Guerra com informações importantes dos últimos dias na Síria

SITE ÁRABE ANUNCIA EXERCÍCIOS MILITARES ENTRE SÍRIA, CHINA, RÚSSIA E IRÃ
O anúncio das maiores manobras na Síria com a participação da Rússia e da China e do Irã

De acordo com relatos da mídia de que a Síria, Rússia, China e Irã irá realizar exercícios no início do mês de julho em território sírio por mar e ar e manobras no solo é chamado Pólo Grande.

Informações preliminares confirmam que o Ministério da Defesa chinês recebeu aprovação das autoridades responsáveis ​​pelo Canal de Suez para transportes de equipamentos militares e chegará durante a última semana do mês de Junho e pela primeira vez às margens do Tartus.

Informações indicam que estas manobras vão participar mais de 90 mil soldados, além de cerca de 400 aeronaves e caças e cerca de 900 tanques. As manobras serão o maior na história do Oriente Médio.


Fonte: Baladna News



Síria: Preparando-se para a batalha ao longo da fronteira com a Turquia

A Força Aérea Síria está preparando bombardeios como parte de sua luta contra insurgentes e terroristas ao norte de Aleppo. Estes dias, o Exército sírio está ocupado se preparando para a luta prolongada para impedir o estabelecimento de uma zona de guerra da cidade do noroeste de Hafeh, para Hassakeh, no nordeste. Como um dos primeiros alvos, as áreas ao redor de Aleppo estão sob escrutínio, envolvendo uma implantação militar enorme. Mais operações militares é devida em Idlib e Hafeh.

Fonte: RT


Israel pode usar força militar "para proteger" arsenal químico da Síria

O exército israelense está pensando em usar força militar para impedir que os estoques da Síria guerra alegados químicos caiam nas mãos do Hezbollah ou à Al-Qaeda. Tel-Aviv acredita que Damasco não é mais capaz de garantir o seu arsenal.
Na segunda-feira o major-general israelense Yair Naveh, chefe militar do país, advertiu que a Síria poderia representar uma ameaça para Israel com suas armas químicas. Ele declarou que a Síria tem "as maiores arsenais de guerra química do mundo", e advertiu que o regime de Assad poderia "tratar-nos da mesma forma como tratam os seus próprios povos."
O chefe do Comando Norte de Israel responsável pela frente que faz fronteira com o Líbano ea Síria, o major-general Yair Golan, advertiu que o regime de Assad poderia passar suas armas químicas para o Líbano baseada Hezbollah se o regime do presidente Bashar al-Assad desmorona sob o militante ataques que duraram mais de um ano. 

Fonte: RT

Oficial dos EUA: Rússia envia tropas para a Síria 
Jim Miklaszewski, NBC,  relata que um navio militar russo carregando tropas está a caminho para a Síria de proteger um porto de águas profundas russo.

Rússia envia tropas armadas para a Síria em meio a escalada de violência, funcionários militares dos Estados Unidos disseram à NBC News nesta sexta-feira, em um certo movimento para frustrar os esforços ocidentais para colocar pressão sobre o regime do presidente Bashir Assad.
Moscou enviou um navio que transportava um pequeno contingente de forças de combate para proteger  um porto da Rússia em águas profundas e uma base militar na cidade síria de Tartus, segundo as autoridades norte-americanas.
As autoridades norte-americanas também disseram que a Rússia não enviou helicópteros de ataque adicionais para o governo sírio, mas peças de reposição para os helicópteros russos e os sírios já estão voando.

Fonte: MSNBC





Ponte Golden Gate, a ponte dos suicidas.

        
A Golden Gate Bridge (em português: Ponte do Portão de Ouro) é a ponte localizada no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, que liga a cidade de São Francisco a Sausalito, na região metropolitana de São Francisco, sobre o estreito de Golden Gate. A ponte é o principal cartão postal da cidade, uma das mais conhecidas construções dos Estados Unidos, e é considerada uma das Sete maravilhas do Mundo Moderno pela Sociedade Americana de Engenheiros Civis.
A ponte é um local frequente para suicídios. A queda dura aproximadamente quatro segundos e quem salta da ponte atinge a água a uma velocidade de 120 km/h, que é quase sempre fatal.
Uma contagem oficial foi feita, organizada por ordem de lâmpadas. A lâmpada mais próxima, dos 128 postes de iluminação da ponte, era a referência ao suicida. Quando foi terminada, em 2005, a contagem ultrapassava os 1200 suicidas e passou a adicionar um suicida a cada duas semanas, de acordo com a média da estatística. Em 2006 foram confirmados mais 34 suicidas e outros 4 suicidas cujos corpos nunca foram encontrados. No mesmo ano a entidade responsável pela ponte removeu 70 pessoas suspeitas de tentar cometer suicídio.



Trinta e duas pessoas saltaram para a morte da Golden Gate, em 2010, aproximadamente o mesmo número que em cada um dos dois anos anteriores, de acordo com o escritório do legista do Condado de Marin.
Trinta e uma pessoas se suicidaram no período em 2009, como 34 pessoas fizeram em 2008.
Estima-se que 1.400 a 1.500 pessoas cometeram suicídio no Golden Gate, desde que a ponte foi inaugurada em 1937.
A maioria dos que saltam – cerca de 83% – são residentes de Bay Area, de acordo com um estudo que investigou as mortes da ponte em 1994-2009.
Esse relatório também descobriu o suicida típico são homens, solteiros e de até. E muitos alunos precipitam-se sobre os trilhos sem qualquer preocupação.
Além daqueles que pularam da ponte o ano passado, 75 outras pessoas que “mostraram sinais de serem suicidas” foram arrancadas do parapeito da ponte, segundo o escritório do legista disse no seu relatório.

Veja Vídeos:



 

 

 

 

 



Advogada comete suicídio em Alphaville

 Alphaville parou quando uma mulher, de 42 anos, cometeu suicídio. Ela pulou da janela do 19º andar do flat, instalado na alameda Rio Negro.
A vítima, de acordo com a Polícia Civil, era bacharel em Direito e estava em depressão desde que separou-se do antigo companheiro, o ex-prefeito de Carapicuíba, Luiz Carlos Neves. Luiz Carlos foi prefeito de Carapicuíba entre os anos de 1983 a 1989. Embora tenha tido o relacionamento e um filho com Luiz Carlos, a vítima nunca assumiu o posto de primeira-dama, já que o relacionamento é posterior ao período em que ele foi prefeito da cidade.
De acordo com a polícia, antes de cometer suicídio, a vítima entrou em contato com Luiz Carlos. Aliás, foi ele quem acionou a equipe de Resgate do Corpo de Bombeiros, mas a vítima não se rendeu aos apelos e pulou da janela.
Mãe de dois filhos, a advogada, segundo informações, estava morando no flat há alguns meses. O relacionamento com o ex-prefeito, ainda de acordo com a polícia, já havia terminado há pelo menos um ano. “Desde que ela entrou em depressão, os filhos temiam o pior”, contou um policial.
A ocorrência de suicídio foi registrada no 2º DP de Alphaville.

Fotos:

-
-
-
-




       Não critiquem, pois vocês nunca vão saber o que se passava na cabeça dela.

 Sei que já se faz quase uma semana que não posto algo. Devo-lhes lembrar que na última semana houve a Rio+20 aqui e, exatamente por isso, fiquei sem postar por simplesmente estar aproveitando esta “conferência”. Mentira! Estava na gandaia!
Como sempre, quero convocar os leitores a realizar uma reflexão sobre a agonia: aquele momento doloroso (ou não) que precede a morte. E para isso, elegi alguns vídeos bem agonizantes para tentar propor uma idéia aos leitores.

Neste segundo vídeo créditos ao Eduardo Strider



Quanto ao abate de animais, existem pesquisas que a carne causa câncer devido às substâncias que o corpo produz em um momento de alto estresse sejam jogadas no organismo intoxicando a carne que comeremos. Esta é uma das razões, entretanto, existem diversas outras.

 Guerra, Conspiração e estranhas Coincidências

O que realmente está acontecendo?

Neste momento, vivemos Guerras na África e no Oriente Médio, crises de diversas fontes e formas em todos os lugares do mundo. Fatos negativos que nunca ocorreram antes, hoje ocorre com maior intensidade. Valores não existem mais e para muitos, chegamos ao extremo do caos.

Em momentos de crises, não é raro nos perguntarmos: O que está acontecendo? Onde fomos parar? Por Que isto? E outras diversas perguntas inexplicáveis que no fundo de nossas almas, na verdade, sabemos as respostas de tudo.

No post que coloquei aqui no ano passado, em 18 de Agosto de 2010, investiguei sobre a música do 30 Seconds To Mars - This is War - que em sua letra já trazia mensagens subliminares:
Clipe "This is War" quer dizer algo?

A música do 30 Seconds To Mars, denominada This Is War ainda não estreiou mas trás uma série de boatos sobre ela.
Pelos Trailers desse clipe que veremos abaixo, deixa a entender que se trata sobre a Guerra do Iraque. Porém, para quem ouviu a música completa pode perceber que há som de sirenes, pessoas gritando e explosões, e isto não lembra necessáriamente Iraque.
O Clipe era para ter estreiado em Abril, o produtor do clipe disse que o clipe só vai ao ar no "momento exato" o que levanta questionamentos de vários especialistas em guerra.
A letra lembra palavras motivacionais que são ditas ao exército antes de uma hipotética batalha. Frases como "Nós vamos lutar até a morte, Até a extremidade da Terra, É um mundo novo e valente do último até o primeiro" e "Eu acredito na luz, Levante suas mãos para o céu, A luta acabou, a guerra está ganha".
Curioso não? É apenas uma coincidência ou um fator pró-guerra para a mídia ocidental?
Pois bem, depois de quase um ano, o clip saiu... Vejam agora na íntegra:
Vejam o final do clip, um OVNI em formato de Triângulo que é de deixar indignado qualquer um que acredita na conspiração illuminati.

As últimas palavras do clip são "Brave New World"

Brave New World é um livro de Aldous Huxley.


Admirável Mundo Novo (Brave New World na versão original em língua inglesa) é um livro escrito por Aldous Huxley e publicado em 1932 que narra um hipotético futuro onde as pessoas são pré-condicionadas biologicamente e condicionadas psicologicamente a viverem em harmonia com as leis e regras sociais, dentro de uma sociedade organizada por castas. A sociedade desse "futuro" criado por Huxley não possui a ética religiosa e valores morais que regem a sociedade atual. Qualquer dúvida e insegurança dos cidadãos era dissipada com o consumo da droga sem efeitos colaterais chamada "soma". As crianças têm educação sexual desde os mais tenros anos da vida. O conceito de família também não existe.

Alguma novidade do que não acontece hoje? Livro de mais de 80 anos atrás...

Trouxe algumas explicações para o clip, mas deixo várias perguntas...

O que significa o clipe e a letra da música? Por que tanta demora para sair o clipe? O diretor diz em "tempo exato" o que ele quis dizer com isto?

É mais um caso para a nossa Teoria da Conspiração.

Fukushima: A ameaça oculta da radiação do Oceano Pacífico nos próximos 10 anos.


 Centistas da GEOMAR têm juntos neste lapso de tempo mostrado o quão estamos sendo afetados pelos níveis de radiação no Pacífico. 

Pela catástrofe nuclear em Fukushima, grandes quantidades de material radioativo foram liberados. A maior parte veio através da atmosfera, mas em parte também por descarga direta para o Oceano Pacífico, incluindo isótopos de vida longa, como o altamente solúvel em água do mar de césio-137. Usando simulações em computador detalhados, os pesquisadores do GEOMAR Centro Helmholtz para Pesquisa Oceano Kiel investiga a expansão a longo prazo.

 "Em nossos modelos, temos colocado grande ênfase em uma representação realista dos detalhes mais finos dos fluxos", disse o líder da equipe, o professor Claus desossa, "porque o material se espalhou não só através da corrente principal, o Kuroshio, mas, principalmente, pela intensa e Eddy altamente variável dominado ".

"Pode ter sido por esta turbulência forte, a água radioativa se espalha e já tem quase metade do Pacífico Norte. De acordo com nossos cálculos de modelo", disse o oceanógrafo graduado Erik Behrens, autor dos revista científica internacional "Environmental Research Letters", que publicou o estudo. "Além disso, as tempestades de inverno ter misturado a água a profundidades de 500 metros." A diluição atendente no projeto de lei modelo que prevê uma rápida diminuição da concentração de césio.
O efeito do oceano largo em mistura é particularmente evidente quando se compara o modelo simulando o curso de tempo dos níveis de radiação no Pacífico com a situação no Mar Báltico. "Isso foi em março e abril de 2011, no Pacífico fluiu quantidade de radioatividade pelo menos três vezes maior do que o registrado em 1986, como resultado do desastre de Chernobyl, no Mar Báltico", disse Boening. "No entanto, nós simulados os níveis de radiação no Pacífico já estão mais baixos do que os valores que temos hoje, 26 anos após Chernobyl, no Mar Báltico."
 Depois que o modelo de simulação devem estimular o da primeira faixa sobre água contaminada no outono de 2013, as ilhas havaianas, chegando a dois ou três anos mais tarde, a costa norte-americana. Ao contrário, no detritos flutuantes da superfície do mar, o que também são distribuídos pelo vento, a água transporta radioativos unicamente pelas correntes por baixo da superfície do oceano. A diluição concomitante outra é lenta agora, mas claramente, como o redemoinho oceânico no leste do Pacífico é muito mais fraco do que na região de Kuroshio. Portanto, mesmo durante anos, os níveis de radiação no Pacífico Norte, significativamente maiores do que aqueles antes do desastre.

Seria muito interessante diz Noel Böning a sua equipe em uma medição de comparação direta. "Então podemos ver imediatamente se estamos certo, mesmo se os valores absolutos das concentrações", diz o professor. Esses dados estão disponíveis para os cientistas Kiel mas não disponíveis.

http://thegic.org/

Cantor Gospel Lázaro conta que fez pacto com Hórus para ter o melhor desta terra !