Blog

Blog

16 de ago de 2013

Direto da redação - O seu fim de noite!



 A Lápide Alienígena de Aurora

Praca no cemitério de Aurora, no Tenas - EUA
Este capítulo do livro de Sérgio Russo, retrata o incidente acontecido na cidade de Aurora nos estados Unidos, onde os residentes atestaram a queda de um OVNI na região: existe o cadavér de um ser estranhos enterrado no cemitério local?

A descrição do estranho ser, era algo diferente do que viram antes, porque não assemelhava-se com os padrões carcterísticos dos seres humanos atuais.
Segue:
Apesar de serem máquinas avançadíssimas, quase que atingindo a perfeição absoluta, as falhas técnicas e os acidentes parecem também atingir aquilo que conhecemos como Discos Voadores, ou ainda OVNI. Se acaso nos dispusermos a examinar com outros olhos, mais atentos, alguns acontecimentos relatados nas lendas e até mesmo na História tradicional, poderemos encontrar várias menções veladas e que diriam respeito a muitos deles.
Um espantosos exemplo do que estamos dizendo, teve sua revelação precisamente no ano de 1974, quando na cidade de Aurora, situada nos EUA e a cerca de 120 quilômetros de distância de Dallas, Texas, as terras de propriedade da senhora Marie Harris foram assoladas por uma massa gelatinosa, escura e repleta de bolhas, que brotava do subsolo e que, quando cortada pelos curiosos, dela escorria um líquido vermelho, de aparência repugnante e natureza desconhecida, bastante semelhante ao sangue!
Essa bizarra substância começava a se espalhar pelas propriedades vizinhas, fazendo com que o fato fosse levado ao imediato conhecimento das autoridades policiais e governamentais.
Examinando os estranhos antecedentes do fato, chegou-se aos velhos registros da pequena cidade, os quais diziam que no distante ano 1897 - numa época portanto, em que ainda não existiam os aviões - uma coisa voadora, reportada pelos habitantes da época como uma “cidade muito luminosa” aproximou-se vinda do céu, fez algumas evoluções diante das assustadas testemunhas e repentinamente explodiu, lançando seus inúmeros fragmentos incandescentes a grandes distâncias!
Na ocasião, assim continuavam dizendo os velhos registros públicos de Aurora, foram recolhidos os restos carbonizados e bastante mutilados de um dos tripulantes daquela coisa e as autoridades, evidentemente não sabendo do que se tratava, determinaram o seu imediato sepultamento no cemitério da cidade, procedendo os correspondentes registros nos anais da prefeitura local.
Uma simples lenda? Claro que não! Primeiramente pelo fato de os registros oficiais servirem como fonte inquestionável de comprovação.
Em segundo lugar, as autoridades do ano de 1974 ao seguirem os rastros da tal massa gelatinosa, chegaram ao seu exato ponto de partida: uma lápide muita antiga e já bastante desgastada pelo tempo, no cemitério da cidade, datada precisamente de 1897 e sem identificação do seu ocupante. E por sinal era a mesma na qual tinham sido depositados os restos mortais da estranha criatura que tripulava a tal cidade voadora muito luminosa!
Em terceiro lugar, verificou-se que todos os moradores da pequena Aurora possuíam exóticas e bastante antigas “relíquias de família” cuidadosamente preservadas pelos seus antepassados: precisamente os pedaços metálicos da tal coisa que explodira no ar!
Quando isso chegou ao conhecimento dos escalões superiores do governo americano, a pequena cidade ganhou enorme notoriedade e passou a despertar “bastante” interesse. Fortes e muito bem armados contingentes militares, acompanhados por vários cientistas, logo cercaram e impediram o acesso àquele misterioso túmulo. A seguir, foram imediatamente recolhidas todas as amostras da tal massa gelatinosa e, é claro, através de um argumento irresistível (coação armada!) principalmente confiscadas todas as ”velhas relíquias” em poder da população!
Haydens Hewes, diretor da associação de pesquisas International Bureau of UFO's, solicitou autorização judicial para proceder a exumação dos restos mortais daquela criatura misteriosa enterrada no túmulo sem nome de Aurora. Porém, além de essa autorização ter sido prontamente negada já se fazia tarde demais.
As autoridades militares e de informações chegaram bem antes e os recolheram, transportando-os sob forte escolta para local ignorado, juntamente com todos os demais vestígios do acidente ocorrido com aquilo que obviamente se tratava de um OVNI!
O estranho fenômeno da massa gelatinosa, por sua vez, cessou tão repentinamente como surgira. E para dar uma satisfação ao grande contingente de repórteres e pesquisadores que exigia uma explicação, o dr. Arnold Dittman, cientista governamental, assim declarou:
- Na verdade não sabemos do que se trata. Pode ser uma bactéria com enorme capacidade de crescimento. Talvez uma mutação, uma nova espécie completamente diferente!
“Bactérias” à parte e quanto ao restante das explicações que, como seria de se esperar nunca vieram, por se tratar de um assunto classificado como top-secret nada mais poderia ser dito e o caso encerrou-se no mais profundo silêncio!
Mas, os cadáveres estranhos não chegam aqui somente do céu. Na própria terra alguns deles já fizeram igualmente vários estragos.
Assista, o epísódio da série “Caçadores de OVNIs do History” sobre este incidente de 1897, em Aurora.



Fonte do vídeo: 
Marcello Ricardy Kachutski

 Além do Cosmos

È um Série produzida pelo canal National Geographic, entitulada "Beyond The Cosmos (Multiverso) em inglês, aborda a velha questão que segue junto com toda a humandiade, será que é possível sabemos se estamos sozinhos neste vasto Universo.


Além do Cosmo (A Fábrica do Universo)
Ou se temos com quem compartilhar toda a grandeza desta incrível vastidão, simplesmente uma obra chamada universo. Assim é o Cosmos!

Sinopse: Brian Greene revela um segredo: fomos todos enganados. Nossas percepções de tempo e espaço fizeram com que ficássemos desnorteados.
Muito do que acreditávamos saber sobre nosso universo pode estar errado. Esta série de quatro horas baseada no livro escrito pelo renomado físico e aclamado autor Brian Greene, vai levar-nos aos limites da física para ver como cientistas estão montando a maior imagem até agora do espaço, do tempo e do universo.
A cada passo, vamos descobrir que logo abaixo da superfície de nossa experiência diária vive um mundo que dificilmente reconheceríamos - um mundo estranho e surpreendente, muito mais maravilhoso do que esperávamos. Link para esta esats descrições: Beyond The Cosmos (Além do Cosmos) da National Geographic...


Além do Cosmos: O Multiverso

Multiverso
Por mais difícil que seja de aceitar, modernas teorias sugerem que nosso Universo pode não ser o único. Em vez disso, ele pode ser apenas um de um número infinito de mundos que compõem o multiverso. Neste programa, Brian Greene nos leva em uma excursão desta nova teoria que está na fronteira da física, explicando o motivo de os cientistas acreditarem que é verdade e mostrando como algumas dessas realidades alternativas podem ser.

Alguns universos podem ser quase indistinguíveis do nosso próprio, outros podem conter variações de todos nós, onde nós existimos, mas com diferentes famílias, carreiras e histórias de vida. Em outros, ainda, a realidade pode ser tão radicalmente diferente da nossa, que se torna irreconhecível.

Brian Greene revela por que essa imagem nova e radical do cosmos está recebendo séria atenção dos cientistas. Não vai ser fácil de provar esta teoria, mas caso ela esteja certa, a nossa compreensão de espaço, tempo e nosso lugar no Universo nunca será a mesma.

Abaixo esta a decrição com "todos os episódios dessa série incrível".

Episódio 1:




Além do Cosmos: Mecânica Quântica


Mecânica Quântica
Junte-se a Brian Greene em um passeio pelo reino da física quântica, que rege o Universo em suas menores escalas. Brian traz a mecânica quântica para a vida em uma boate onde os objetos surgem e desaparecem, e as coisas daqui podem afetar outros ali, instantaneamente, sem nada cruzar o espaço entre elas.
Um século antes, durante o início da revolução quântica, as melhores mentes de uma geração, incluindo Albert Einstein e Niels Bohr, entraram em uma batalha pela alma da física. Como poderiam as regras do mundo quântico, que funcionam tão bem para descrever o comportamento de átomos individuais e seus componentes, conflitarem de forma tão dramática com as regras que regem todos os dias as pessoas, planetas e galáxias?
A mecânica quântica pode ser contra-intuitiva, mas é uma das teorias mais bem sucedidas na história da ciência, fazendo previsões que foram confirmadas, e ao mesmo tempo lançando avanços tecnológicos, como computadores e telefones celulares. Mas ainda hoje, mesmo com tais sucessos, o debate ainda perdura sobre o que a mecânica quântica implica para a verdadeira natureza da realidade.

Episódio 2:





Além do Cosmos: O Espaço

Espaço
Ele separa você de mim, uma galáxia de outra, e átomos uns dos outros. Ele está em todos os lugares do Universo. Mas para a maioria de nós, espaço é nada, é um vazio. Mas aparentemente o espaço não é o que parece. Do assento do passageiro em um taxi de Nova Iorque que dirige praticamente na velocidade da luz até um estabelecimento de sinuca onde as mesas fazem coisas fantásticas, Brian Greene revela o espaço como sendo um material dinâmico que pode se esticar e torcer sob a influência da gravidade.
Mas uma coisa que ainda é estranha é um novo ingrediente do espaço que foi recentemente descoberto e que compõe 70% do Universo. Físicos o chamam de energia negra, porque ao mesmo tempo que eles sabem que ela está lá, levando o espaço à expansão cada vez mais rápida, eles não têm ideia do que ela realmente seja.
Os mistérios se multiplicam, e os físicos de hoje mal podem imaginar quais forças seriam poderosas o suficiente para gerar universos inteiros. Além disso, alguns dos mais estranhos lugares no espaço, os buracos negros, levaram os cientistas a propor que, como o holograma dos cartões de crédito, o espaço pode ser apenas uma projeção de uma realidade mais profunda em duas dimensões, que acontece sobre uma superfície distante que nos rodeia. O espaço, longe de ser vazio, é preenchido com alguns dos mais profundos mistérios do nosso tempo.

Episódio 3:



Além do Cosmos: O Tempo

Tempo
Nós o desperdiçamos, guardamos, matamos, fazemos. O mundo corre sobre ele. No entanto, pergunte ao físicos o que o tempo realmente é, e a resposta pode chocá-lo: eles não têm ideia. Ainda mais surpreendente, o profundo senso que temos da passagem de tempo do presente para o passado pode ser nada mais do que uma ilusão. Como pode a nossa compreensão de algo tão familiar ser tão errada?
Em busca de respostas, Brian Greene leva-nos à aventura de viajar no tempo, indo 50 anos para o futuro antes de pisar em um buraco de minhoca para viajar de volta ao passado.

Ao longo do caminho, ele irá revelar uma nova forma de pensar sobre o tempo em que momentos do passado, presente e futuro - desde a época do reinado de T. Rex até o nascimento de seus tataranetos - existem todos de uma vez. Esta jornada vai trazer-nos de volta ao Big Bang, onde os físicos pensam que os segredos definitivos do tempo podem estar escondidos. Você nunca mais vai olhar para seu relógio de pulso da mesma forma.

Episódio 4:



Fonte dos vídeos: MistériosdoMundo, ReVCieN,


 A Cruz



   A cruz é um dos símbolos humanos mais antigos e é usada por diversas religiões, principalmente a cristã, embora nem todos os cristãos a usem como símbolo, pois consideram que Jesus Cristo foi pregado em um madeiro. Ela normalmente representa uma divisão do mundo em quatro elementos (ou pontos cardeais), ou então a união dos conceitos de divino, na linha vertical, e mundano, na linha horizontal (Koch, 1955).





Acione o CC para a língua portuguesa
   Na subcultura Gótica, este símbolo geralmente é a representação do sofrimentodor ou  angústia.Provavelmente esta definição tenha o sentido original, já que em Roma antes mesmo da morte de Cristo, era usado para esta finalidade. Uma das formas de condenação à morte consistia em atar ou pregar condenados em uma cruz, fazendo os mesmos padecer terrivelmente.(wikipédia)
   A Cruz ganhou fama com a crucificação de Jesus Cristo. Porém os apóstolos que sucederam a Igreja, não viam na Cruz algo que recordasse o  Senhor Jesus porque o Próprio Jesus tinha dito que Santa Ceia seria o meio de recordar a vida  de Cristo. A Cruz era mal vista pelos Cristãos porque o símbolo da Cruz era um símbolo Pagão de religiões provenientes do Egito e Grécia.

   Com a morte dos apóstolos, falsos membros corromperam a igreja, para agradar o Império Romano, e aos poucos os costumes pagãs entraram na Igreja, inclusive a Cruz. A própria Bíblia afirma que ninguém deve fazer para si imagens de escultura. Em 316 o Imperador Constantino venceu uma batalha com um falso símbolo cristão que na verdade era egípcio e a partir disso ele permitiu os cultos e impôs a religião Cristã como a principal religião do Império.
   Como o Império era extenso e tinha diversos deuses, e culturas, a religião Cristã passou por uma reestruturação, passando a por em seus cultos centenas de costumes e culturas de outras religiões. Em 538 o Papa ganhou poder sobre toda a Europa, passando ai a todos os povos do antigo império a reconhecer o credo ao lado do estado. 

   A Cruz tornou se o símbolo de todo o cristão e todos os católicos e  povos da europa, onde havia uma igreja católica, era obrigado a possuir ou ter uma imagem de crucifixo de cristo. Muitos padres, bispos, exorcistas e outros, utilizavam a Cruz para exorcizar casas, expulsar espíritos etc... sem se dar conta que na verdade seu símbolo em si era um símbolo do anticristo.
  Atualmente muitas igrejas evangélicas tem usado a Cruz como símbolos de suas religiões e usam sem conhecer ou fingindo não conhecer a verdade, pois cada vez que adoramos uma cruz, fazemos seu sinal ou car-regamos uma imagem dela estamos nós mesmo crucificando Cristo de novo, e Cristo ressucitou! Todos aqueles que usam a Cruz fazem parte da mentira que os Judeus contaram ao povo quando perceberam que mataram o filho de Deus e esse havia ressucitado, disseram que ele havia sido roubado pelos discípulos, enganando a todos os judeus...
  Curiosidades 
1.  Debaixo de uma Cruz sempre jaze um morto. olhe um cemitério e uma igreja católica ou uma igreja com uma cruz, e perceberás que todos os seus membros jazem no pecado.
2.  O sinal da Cruz é feito tocando-se a testa, o ombro direito e o ombro esquerdo, e o peito, com os cinco dedos da mão direita. uma alusão ao sinal da besta! se é ou não ninguém sabe.
3.  Em plena idade média quem não fosse católico e consequentemente não tivesse uma cruz ou fizesse o sinal, era torturado pelas inquisições, seguidas de mortes macabras. Com isso ciganos, judeus e outros povos foram duramente castigados e reprimidos na Europa.
CRUCIFIXO CATÓLICO

SINAL DA CRUZ

 Origem Decifrada


 Estes sete vídeos resumem as diversas histórias a respeito dos fatos que "englobam os achados arqueológicos" encontrados nos mais variados locais do mundo, que podem ser estudados, decifrados nos revelando uma parcela da verdade escondida.

O homem em busca das origens de tudo que nos é negado: A história não é falha, mas o que é passado erradamente através dela "sim" é uma  falha deliberada de homens de visões e pensamentos atrofiados que persistem em viver no nosso mundo.
Se és um conhecedor  da história verdadeira serás um libertador diante dos homens - agora se és um "negador da verdade que é transformada em mentiras" continuará presos em seus pensamentos que dará um mundo perfeito a tí e que não terá significado para mais ninguém que compartilha um sentimento diferente do seu neste mundo.
As história contadas para os humanos são ensinamentos errôneos, mas que aos poucos os enganos são desfeitos e começam a ser contestados por quem necessita de mudanças, e unem-se aos homens de conhecimentos (mesmo que seja apenas pelos meios eletrônicos, por fim espalhando tudo  para um "amontado de pessoas em dúvidas" que por vezes, seguem os que não desistem de encontrar respostas. 
Os persistentes não se calam diante daqueles que apenas querem defender os "status" que os mantém onde estão, escondendo e negado o que deve ser passado aos menos favoráveis de conhecimentos. Com a adesão da tecnologia foi possível lermos materiais e obras dignas de um quebra-cabeça necessitado de união, quando as peças são achadas e compriendidas pelas mentes que "unem-se" aos que pensar diferente e enchergam as coisas como são: porque é preciso ter um visão diferente da bíblica distocida.

Parte 1: História da Humanidade Decifrada


Parte 2: Construções Antediluvianas

Este vídeo é uma compilação de alguns episódios da série Ancient Aliens (primeira temporada), apresentada pelo canal History Channel. Discordo da interpretação conclusiva desta série. Tendenciosamente, os produtores desconsideram a melhor interpretação das evidencias, a qual seria de seres humanos extremamente capacitados (fisica e intelectualmente) devido ao ambiente. Da mesma forma procedem com as evidencias de um Dilúvio Global, relatado em mais de 270 culturas antigas, tambem observável nos registros arqueológicos, geológicos e históricos da humanidade.




Parte 3: Revelações

Parte 4: Noé Decifrado

Parte 5: Gigantes e Longevos



Parte 6: Idioma Original surgiu no Éden

Comparação entre Hebraico X Egípcio Antigo (Hieróglifos). Bom destacar que Raph Ellis considera Genesis Bíblico um Mito e leva a sério a cosmovisão evolucionista. Utilizei apenas as evidências paleológicas e não, necessariamente, todas suas interpretações e conclusões. Fiquem a vontade para fazerem o mesmo com meus vídeos. Peço apenas que se comprometam com a lógica.




 Mesopotâmia: Sumerianos (Primeira Civilização na Terra)


Os sumérios da antiga mesopotâmia (coincidentemente, o atual Iraque dos nossos dias), foi a primeira civilização totalmente desenvolvida que surgiu na "história da terra" no local que conhecido como "berço da civilização".

Desde muito tempo, épocas distantes que vai de 5000 a 6000 (4500 a.C.) anos atrás. Eles foram os que inventaram um sistema de escrita "a cuneiforme" tornando-se a primeira forma inicial de escrita da história.
Até os antigos egípcios elaboraram um sistema de hieroglífos, tomando a cuneiforme sumeriana como base para a escrita deles.

Os diversos estabelecimentos científicos estão confusos para afirmar, como esta civilização surgiu do nada e tornou-se tão avançada.
De onde obtiveram o que conheciam? Quem os agraciou para um avanço tão rápido?
Dando-lhes todo o conhecimento na astronomia, nas artes, nas ciências e em tantas outras que nos deixam abismados com tamanha façanha, o espantoso avanço  daqueles que residiran na mesopotâmia "a terra 'dividida' entre dois rios".
 Muitos estão buscando as provas para desvendar os diversos misterios de um farto quebra-cabeça que envolve aquela região do globo.

Para entender melhor, ative a legenda em português.

Assista o vídeo:



Fonte do vídeo: LightofPersia

 Documentário: John Mack - Extraterrestres (Abduzidos)



John E. Mack, foi um psiquiatra americano, escritor e professor da Harvard Medical School. Ele era um biógrafo do Prêmio Pulitzer, e uma das maiores autoridades sobre os efeitos espirituais ou transformação de supostas abduções alienígenas.

Nascido em Nova York, em 1947. Mack recebeu seu diploma de medicina da Harvard Medical School (Cum Laude, 1955), após estudo de graduação em Oberlin. Ele era um graduado da Sociedade Psicanalítica de Boston e do Instituto e foi certificada em criança e a psicanálise de adulto.
O tema dominante da obra de sua vida tem sido a exploração de como as percepções do mundo afetar as relações de cada um. Ele abordou esta questão de "visão de mundo" no nível individual em suas explorações clínicos iniciais de sonhos, pesadelos e suicídio adolescente, e um príncipe de nossa desordem, seu estudo biográfico da vida do oficial britânico TE Lawrence, pelo qual recebeu o Prêmio Pulitzer em 1977.
Este vídeo mostra a pesquisa do John Mack em seres humanos supostamente raptadas e submetidas a análise por alienígenas, em um documentário que compila, entrevistas, histórias, e algumas outras evidências... É altamente recomendado para quem quiser ver.

Assista:
Fonte do vídeo: Elchonega


 UFOs e Área 51: The Bob Lazar Video

UFOs e Área 51: Tecnologia Alienígena
Bob Lazar quebra o manto de segredo que envolve operações sensíveis mais conceituados dos Estados Unidos localizadas em uma área militar conhecida como S4 da Área 51, na faixa da Força Aérea de Nevada. Lazar  dá um relato completo da nave.

...espacial alienígena, o Governo tem escondido na S4, bem como informações sobre os seus sistemas de propulsão e como eles funcionam. Bob Lazar fez parte da equipe de engenharia reversa.
Como o físico chefe do projeto "Galileo", Lazar revela que o Exército dos EUA tem conhecido e mantidos em segredo por décadas. A Fita de Lazar - descreve e retrata os componentes e as capacidades de um veículo extraterrestre usado para viagens no espaço interestelar, com a gravidade impulsionado disco.

Entre dezembro de 1988 e abril de 1989, como um físico nuclear jovem, Bob Lazar fez parte da equipe de engenharia de volta. Como parte desta equipe seu trabalho era entender e tentar duplicar os sistemas de propulsão destes ofício.

UFOs e Área 51: The Bob Lazar Video e UFOs e Área 51: Segredos do The Black World - 3 DVD na edição especial...

1. Como é que é possível viajar grandes distâncias do espaço, sem exceder a velocidade da luz?

2. Como você gerar um campo gravitacional?

3. Qual é a fonte de energia para as viagens interestelares?
Todas essas perguntas são respondidas e mais no original e oficial - do vídeo de Bob Lazar.
Nota: Este é um vídeo de arquivo raro. Partes deste vídeo foram restaurados no entanto as informações contidas neste programa permanece intacta desde o momento em que foi original produzido.
Assista - ative o modo de legenda para o idioma português:





Fonte do vídeo:
 UFOTVstudios